Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

O duelo – um conto do Reino de Dreen

por em 14/10/2020 | Nenhum comentário

O duelo – um conto do Reino de Dreen

(conto anterior)

Quase dez dias tinham passado desde o desafio de Hamza. Luan muito apreensivo caminhava ao lado do pai em direção ao local do duelo, que ficava próximo ao centro da cidade. Ele pensava na mãe que foi à cidade costeira de San Sartori ajudar duas antigas amigas sacerdotisas. Olivia tinha saído de casa há quase um mês, depois de muita insistência de Hamza, que dizia que ela não poderia negar o pedido de ajuda de amigas de tão longa data. Luan enviou um emissário desde a tentativa de prisão do pai, mas sabia que a mãe nunca retornaria a tempo. Enquanto isso, discutia com Hamza tentando o convencer a parar com aquilo, mas a resposta era sempre a mesma.

Leia mais...

Resenha | Valentes: Histórias de pessoas refugiadas no Brasil

por em 21/09/2020 | Nenhum comentário

Resenha | Valentes: Histórias de pessoas refugiadas no Brasil

Quando ouvimos falar em acontecimentos históricos, não é incomum pensarmos primeiro nas consequências de nível macro, como a partilha de territórios ou mesmo a escalada de poder de um governo autoritário. Porém, ao ler “Valente: Histórias de pessoas refugiadas no Brasil”, percebe-se o quanto os grandes eventos são capazes de remodelar a vida de pessoas comuns de forma que a gente nem imaginava.

Leia mais...

Nuvens negras – um conto do Reino de Dreen

por em 16/09/2020 | Nenhum comentário

Nuvens negras – um conto do Reino de Dreen

(conto anterior)

Após vinte anos, Hamza quase foi preso pelo ciclo interno dos anciãos da Ordem. Ele vem tentando fazer os membros dos esclarecidos ajudarem outros reinos. Chegou a apresentar essa ideia com seu antigo mestre ainda quando era bem jovem e foi severamente criticado ao aceitar um convite com seu mestre para socorrer a cidade portuária independente no sul, chamada de Ponta de Battaglia. Acabaram detidos por duas semanas como exemplo aos outros membros.

Leia mais...

As consequências políticas da viagem no tempo: Uma resenha de Snowglobe

por em 15/09/2020 | Nenhum comentário

As consequências políticas da viagem no tempo: Uma resenha de Snowglobe

Especular sobre viagem no tempo é meio difícil. Para isso, você precisa conhecer um pouco de teoria da relatividade ou de alguma hipótese quântica sobre o tema (muito embora ter uma teoria quântica sobre o tempo seja difícil e pouco consensual). Tá ok, você também pode só ver Interestelar, se estiver sem tempo (trocadilho péssimo). Mas em Snowglobe, novo livro de Fábio Barreto (de quem eu já era fã ouvindo as participações no Rapaduracast), a viagem no tempo é um pano de fundo diferente de um thriller pessoal. Em vez de focar nos paradoxos e na hard science envolvida na viagem, Barreto já começa o livro fazendo o leitor se perguntar sobre as consequências políticas e econômicas da viagem no tempo. Seria o fim de todas as guerras ou apenas início de novas? Governos se uniriam ao contemplar um futuro devastado por guerras, a fim de evitá-lo? Como o mercado reagiria? As perguntas são muitas, mas o foco da história é outro.

Leia mais...
Modo Noturno