Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

Games no Lab: Corridas de carros, sabotagem, La Résistance e agentes especiais

por em 14/09/2020 | Nenhum comentário

Games no Lab: Corridas de carros, sabotagem, La Résistance e agentes especiais

Games baseados na Segunda Guerra Mundial existem aos montes e de diversos gêneros, desde os mais “mainstreams” como os FPS’s das séries Call of Duty, Medal of Honor e Battlefield até os nem tão conhecidos como os RTS’s da série Company of Heroes. Porém games de ação com um mundo aberto para exploração (tipo GTA) são poucos, esse é o caso de The Saboteur. Último game da desenvolvedora Pandemic Studios (mais um dos vários estúdios que a EA fechou as portas), The Saboteur traz um enredo focado no personagem Sean Devlin, um irlandês piloto de corridas de carro que depois de alguns eventos se vê no meio da invasão alemã à França, durante a Segunda Guerra Mundial. Suas ações nesse cenário acabam tornando-o um espião a serviço dos Aliados e agindo na capital Paris.

Leia mais...

Games no Lab: Portais do Inferno, mais samurais, o fim do Shogunato e a Restauração Meiji

por em 21/07/2020 | Nenhum comentário

Games no Lab: Portais do Inferno, mais samurais, o fim do Shogunato e a Restauração Meiji

Anteriormente, abordamos Samurai Shodown e o período em que o game se passa, o Shogunato Tokugawa.  Porém esse não foi o único game da SNK que tinha como pano de fundo os acontecimentos históricos ocorridos no Japão. Ambientado em um período posterior a Samurai Shodown, temos a série The Last Blade, apesar de os games não serem uma continuação um do outro, existem diversas semelhanças entre os dois. A maior, e a que apresentaremos aqui, é que The Last Blade é ambientado em um período histórico japonês que realmente existiu, além de trazer personagens baseados em pessoas reais desse mesmo período. Então aproveite que o Japão abriu suas fronteiras para o mundo e vamos juntos conhecer samurais que se transformam em super saiyajin durante a o período Bakumatsu e a Era Meiji. Ah, e se quiser saber mais sobre o que aconteceu no Japão antes desse período, já deixo os links paras os textos de Samurai Shodown e Nioh.

Leia mais...

Games no Lab: Ratos, furtividade, antibióticos e vacinas

por em 26/05/2020 | Nenhum comentário

Games no Lab: Ratos, furtividade, antibióticos e vacinas

Em meio a pandemia do coronavírus que estamos vivendo (e nesse momento acabo de “datar” o texto), muitos estão lembrando das aulas de história (ou vendo no Youtube mesmo) onde os professores nos ensinaram sobre outra pandemia que afligiu a humanidade durante a baixa Idade Média, a peste negra ou peste bubônica. E com esse tema em voga novamente, acabei jogando um game lançado no começo de 2019 e que dialoga muito com o que estamos vivendo, A Plague Tale: Innocence.

Leia mais...

Games no Lab: Alienígenas metamorfos, novas habilidades, ativando neurônios com luz e “I Know Kung Fu”

por em 16/04/2020 | Nenhum comentário

Games no Lab: Alienígenas metamorfos, novas habilidades, ativando neurônios com luz e “I Know Kung Fu”

Muitos conhecem a longa história de desenvolvimento de Duke Nukem Forever, sequência de Duke Nukem 3D, que demorou 14 anos para ser finalmente lançada. Porém em paralelo a isso, a 3D Realms desenvolvia Prey, um FPS onde você controlaria Domasi “Tommy” Tawodi, um descendente dos índios Cherokee que acaba envolvido em uma invasão alienígena. Prey saiu em 2006 e teve uma boa recepção, o que garantiu o anuncio de uma sequência. No entanto a sequência só ficou nisso mesmo, no anuncio, já que, depois de passar pelas mãos de diversas desenvolvedoras, ela foi cancelada em 2014. Mas em 2016 a Bethesda, agora com os direitos da franquia, anunciou um reboot que estava sendo feito pela Arkane Studios, um estúdio interno da Bethesda.

Leia mais...

Games no Lab: Monstros gigantes, hormônio do crescimento, Dwayne Johnson e cidades destruídas

por em 13/02/2020 | Nenhum comentário

Games no Lab: Monstros gigantes, hormônio do crescimento, Dwayne Johnson e cidades destruídas

Aproveitando que no ultimo texto falamos de um game para fliperama, que você pode conferir aqui, vamos usar as fichas que ainda ficaram em nossos bolsos e falar sobre mais um game que nasceu nos fliperamas. Monstros gigantes destruindo cidades sempre foram garantia de diversão para o público do cinema e TV, visto que até hoje temos novas versões e refilmagens dos dois maiores deles, King Kong e Godzilla. Porém, até perto do final dos anos 1980 não tínhamos visto algo desse tipo no mundo dos games. Foi então que a desenvolvedora Bally Midway lançou para os fliperamas, Rampage.

Leia mais...
Modo Noturno