Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

O primeiro dia do fim do mundo

por em 23/01/2020 | Nenhum comentário

O primeiro dia do fim do mundo

Lá estavam os grandes dinossauros vivendo suas vidinhas e de repente eles começam a ver uma bola de fogo atravessando o céu. Alguns não viram mais nada imediatamente depois disso, outros sofreram por mais algum tempo até também passar dessa pra melhor. Já sabemos de forma razoável o que aconteceu com a vida na época, mas o que aconteceu com a Terra devido à esse impacto? 

Leia mais...

Entre Fátimas e ameaças de ataque nuclear, uma grande transformação: joguemos War

por em 22/01/2020 | Nenhum comentário

Entre Fátimas e ameaças de ataque nuclear, uma grande transformação: joguemos War

Hey Judes, como estão?

2020 está aí e parece que “chegou chegando”, como diria aqui no RJ. Afinal, o ano pode até ser novo, mas as engrenagens ainda fazem girar a máquina obscura e obsoleta reanimada há dois anos atrás. Em mais um movimento que parece orientado pelo card “Conquistar 24 territórios à sua escolha”, os EUA carregam ao Oriente Médio mais uma vez sua bandeira de paz ao melhor estilo e símbolo da Akatsuki.

Leia mais...

Resenha – A Água e a Águia

por em 21/01/2020 | Nenhum comentário

Resenha – A Água e a Águia

Essa resenha é uma parceria do Portal Deviante com a Cia. das Letras, que disponibiliza livros do seu catálogo para os nossos redatores escreverem as resenhas. Livro de hoje: “A Água e a Águia”, publicado pelo selo Companhia das Letrinhas, escrito pelo premiado escritor moçambicano Mia Couto e ilustrado pela também premiada ilustradora canadense, radicada em Portugal, Danuta Wojciechowska.

As águias viviam em comunhão com as águas do rio que corria no fundo do vale e molhava as margens do mundo. Mas um dia, “a chuva esqueceu-se de acontecer”:

Leia mais...

Amortecer – A difícil missão de conter a inércia

por em 20/01/2020 | Nenhum comentário

Amortecer – A difícil missão de conter a inércia

Chegamos em 2020 e nada de carros voadores, invés disso estamos discutindo se a terra ainda é redonda e nossa responsabilidade no aquecimento global, porém, não só de retrocessos vive a humanidade. No final do ano de 2019, assistimos o lançamento da inusitada pick-up tecnológica, Cybertruck, mas calma! NÃO estamos aqui para noticiar mais uma vez a pick-up da Tesla e isso também não é mais um artigo sobre a importância da ciência (por mais que essa tecla mereça ser esmurrada!). Este artigo é sobre absorção de impacto! Mas então por que estou citando o lançamento da Cybertruck?

Leia mais...

Por que conhecemos mais sobre o universo do que o próprio oceano?

por em 17/01/2020 | Nenhum comentário

Por que conhecemos mais sobre o universo do que o próprio oceano?

Pode ser que, a princípio, seja um pouco contra intuitivo conhecermos mais sobre o universo que está tão mais distante do que o oceano que está logo ali. Afinal, cerca de 71% da superfície da Terra é coberta por água. Desses, 97% é água salgada. Sendo assim, como é possível conhecermos mais sobre o cosmos do que nosso próprio quintal? É por que não temos interesse? É por não ser importante ou ser algo irrelevante? Vamos descobrir!

Leia mais...

Desmatamento, escatologias e racismo ambiental

por em 16/01/2020 | Nenhum comentário

Desmatamento, escatologias e racismo ambiental

Em texto anterior busquei mostrar que, apesar de concordar com Jair Bolsonaro de que o desmatamento é cultural, a sua conclusão de que é impossível acabar essa atividade não faz sentido, pois práticas culturais sempre mudaram e mudam, sendo alvo de disputa entre forças desiguais. Porém, essa declaração do presidente faz sentido como parte de seu projeto de apoio à expansão de atividades dependentes de desmatamento em larga escala. Precisamos então entender melhor quem está desmatando e como.

Spoiler: não são os pequenos agricultores em assentamentos rurais, nem os indígenas os responsáveis pelo aumento da taxa de desmatamento na Amazônia. E por incrível que pareça, ao contrário das acusações do presidente e das imagens da nossa capa – divulgadas com exclusividade na Folha de São Paulo, risos –, nem o Leonardo DiCaprio “tacou fogo na Amazônia” (!).

Leia mais...
Modo Noturno