Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

Uma viagem na escuridão

por em 31/01/2022 | Nenhum comentário

Uma viagem na escuridão

Ah, as reuniões em família. Neste fim de ano escutei, como é infelizmente comum, alguns parentes casualmente fazendo um discurso transfóbico e homofóbico.

Além de ficar indignada e irritada, eu fiquei intrigada. A pergunta que ocupou meus pensamentos foi “Para que trazer esse assunto só para atacar? Qual o motivo desse ódio? O que eles ganham com isso?”

Leia mais...

O Mangá Que Chegou Tarde Demais

por em 28/01/2022 | Nenhum comentário

O Mangá Que Chegou Tarde Demais

Texto de Ágata Sofia

Eu tenho um arrependimento na vida: A minha adolescência.

Ela foi completamente blasé (sem sal, chata). Eu tinha pouquíssimos amigos, mal saia de casa para eventos, era totalmente reclusa e passava a maior parte enfurnada no quarto jogando videogames. Não houve nenhum grande evento que marcasse ela, como me foi vendido nos filmes clichês que eu assistia, e nem teve um grande descobrimento. Meu primeiro beijo foi aos vinte e quatro anos, e eu não me sentia confortável em começar relacionamentos que não fossem amizades superficiais. Não me entenda mal, eu QUERIA as coisas clichês que os filmes me vendiam.

Eu só… não conseguia.

Leia mais...

Transpondo as vivências trans em poesia

por em 27/01/2022 | Nenhum comentário

Transpondo as vivências trans em poesia

Texto de Allan F. R. Penoni

Imagine a situação: quando outras pessoas descrevem você, elas sempre usam as palavras erradas. A sua vida toda você viveu isso e, apesar da certeza de que aquelas palavras estão erradas, algumas vezes você nem mesmo sabe quais são as palavras certas. Você até chega a pensar que talvez tenha algum problema, porque não existem palavras que expliquem quem você é, como você se enxerga e se sente. O que você faria nessa situação?

Leia mais...

Beco da Bike #131: Vovó da bike

por em 26/01/2022 | Nenhum comentário

Beco da Bike #131: Vovó da bike

Depois de um breve hiato, voltamos com esse episódio mais que inspirador. Hoje o Chicó (@chicoh1981) bateu um papo com a querida Beth Maia, mais conhecida como @vovo_da_bike.

Aos 72 anos a “Vovó da Bike” mostra que não tem essa de ficar no sofá. De canoagem, passando por vôlei adaptado e hidrobike, Beth Maia pedala diariamente em média de 20km, animada e feliz, cheia de energia e beleza. Vem ouvir a “Vovó da Bike” falar de suas inspirações, preconceitos, sonhos e família. É um episódio pra ouvir junto de quem você ama. 😃

Inspire-se. E compartilhe este episódio com outras pessoas, porque só vai dar certo! 😉

Leia mais...

O direito de ser tratado pelo nome

por em 26/01/2022 | Nenhum comentário

O direito de ser tratado pelo nome

Falar no direito de ser tratado pelo próprio nome pode parecer algo estranho para uma pessoa cisgênero, ou seja, para uma pessoa que se identifica com o sexo biológico. Porém, esse é um tema muito sério e muito importante para a comunidade trans. Afinal, se um homem nasceu com o sexo biológico feminino e lhe foi atribuído um nome de mulher, esse nome só servirá para lembrá-lo de uma persona com a qual ele não se identifica.

Isso faz parte de um ramo do direito chamado de direitos da personalidade, e, nesse sentido, diz respeito não apenas ao direito de ser tratado pelo chamado nome pelo qual a pessoa se reconhece (nome social), mas também de fazer constar esse nome em registros públicos e privados. 

Leia mais...

O que há, pois, num (pro)nome?

por em 25/01/2022 | Nenhum comentário

O que há, pois, num (pro)nome?

Mudanças costumam causar certo rebuliço. Mas quando o assunto é a língua, isso não deveria ser assim tão polêmico. No texto de hoje eu quero conversar sobre as constantes mudanças da língua, o preconceito social que motiva o rebuliço, a importância de respeitarmos o pronome das pessoas trans e como podemos ajudar a normalizar essa prática.

Leia mais...
Modo Noturno