Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

A páscoa, o chocolate e a pandemia

por em 05/04/2021 | Nenhum comentário

A páscoa, o chocolate e a pandemia

A páscoa é um dos feriados preferidos de brasileiros de todas as idades, sendo eles cristãos ou não. Por meio da comemoração, trocamos e comemos chocolate e outros doces, na forma de bombons ou ovos de páscoa; além, é claro, de uma refeição pra lá de farta, sentados à mesa com nossos parentes e amigos mais queridos.

Leia mais...

História e cultura alimentar: Luz, câmera, refeição!

por em 22/01/2021 | Nenhum comentário

História e cultura alimentar: Luz, câmera, refeição!

Já repararam o quanto a comida, assim como diversos elementos cinematográficos – paleta de cores, música de fundo e o discurso em cena – exerce um efeito sobre os sentimentos daquele que observa uma obra audiovisual? Em capítulos de novelas e séries é comum observarmos o quanto uma mesa bem farta (ou mesmo a falta de refeição) é capaz de demonstrar apreensões que dificilmente seriam passados para o observador de outra forma.

Leia mais...

Top 10 | Cultura Alimentar 2020

por em 08/12/2020 | Nenhum comentário

Top 10 | Cultura Alimentar 2020

E finalmente 2020 está chegando ao fim! O ano se provou um dos maiores desafios do século logo no início, quando fomos bombardeados por notícias estranhas e sombrias praticamente o tempo todo. Foram tantas informações que de vez em quando nem conseguimos nos lembrar direito de tudo o que já aconteceu até agora! No cenário alimentar não poderia ser diferente…

Leia mais...

História e cultura alimentar: Afinal, é bolacha ou biscoito?

por em 09/11/2020 | Nenhum comentário

História e cultura alimentar: Afinal, é bolacha ou biscoito?

Estudar cultura alimentar é muito interessante, mas também difícil em alguns pontos. Entre as grandes dificuldades da disciplina, o que mais tem se destacado para mim é saber definir até que ponto algo “é de uma cultura” ou “é de fora”, exótico. Os indivíduos de determinados espaços geográficos usam estratégias diferentes para saber delimitar como uma característica é considerada de fora ou não, porém o “grau de pertencimento” destes símbolos varia dependendo de pessoa para pessoa.

Por meio deste texto, pretendo mostrar até que ponto estas definições são importantes para que os grupos reconheçam suas próprias características culinárias como únicas, e qual tem sido o papel da indústria alimentícia na imposição de valores gerais. Por que as pessoas se irritam ao chamarmos um biscoito de bolacha, ou vice versa? E afinal, é bolacha ou biscoito o jeito certo de falar?

Leia mais...
Modo Noturno