Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

MeiaLuaCast #245: Crash Bandicoot

por em 08/08/2019 | Nenhum comentário

MeiaLuaCast #245: Crash Bandicoot

Em 1994, após anos de disputa polarizada entre SEGA e Nintendo no mercado de jogos a Sony chegou com seu PlayStation, mas as duas marcas anteriores eram bastante reconhecidas e tinham um mascote famoso cada, algo que nos primeiros anos incomodava.

Foi apenas ao final de 1996 que essa situação parecia resolvida.

Desenvolvido pela então desconhecida Naughty Dog, Crash Bandicoot chegava para ser a cara amigável da plataforma, mas assim como o próprio console havia muitas diferenças na abordagem.

Neste programa exploramos grande parte do caminho da franquia desde o início até o lançamento de Crash Team Racing Nitro Fueled recentemente.

Leia mais...

MeiaLuaCast #244: Dungeon Crawler

por em 26/07/2019 | Nenhum comentário

MeiaLuaCast #244: Dungeon Crawler

A busca por tesouros e glorias foi motivação para muitas jornadas no mundo real e se estendeu para o mundo fantástico da imaginação e eventualmente chegou aos video games.

Explorar novos mundos, adentrar cavernas e calabouços escuros, enfrentar e vencer batalhas com ladrões e monstros para ao final conquistar fama e tesouros é o que incentiva e motiva jogadores a abraçarem os jogos do estilo Dungeon Crawler.

Conversamos sobre os principais títulos que estabeleceram esse subgênero dos jogos eletrônicos e indicamos títulos dos mais variados espectros neste programa.

Leia mais...

Games no Lab: Acidentes nucleares, heróis da vida real, mutantes e Rússia sendo Rússia

por em 26/07/2019 | Nenhum comentário

Games no Lab: Acidentes nucleares, heróis da vida real, mutantes e Rússia sendo Rússia

Estava eu envolto em meus pensamentos, desenterrando games esquecidos que poderiam gerar um texto para esta coluna, quando, vendo todo o burburinho da internet sobre a nova série da HBO, Chernobyl, me lembrei de um game que usou esse acidente como pano de fundo para sua história e está prestes a ganhar uma sequência. Lançado em 2007 exclusivamente para PCs e desenvolvido pela GSC Game World, o game fez um relativo sucesso na época graças à propaganda boca a boca daqueles que o jogaram. Então, aproveitando o hype da série (Chernobyl), vamos conhecer um ótimo game com essa temática e aproveitaremos para entender um pouco sobre esse acidente e como ele ainda afeta a vidas de muitas pessoas e animais do local. Portanto pegue seu medidor Geiger e vamos juntos conhecer S.T.A.L.K.E.R.: Shadow of Chernobyl.

Leia mais...

MeiaLuaCast #243: Steamworld

por em 11/07/2019 | Nenhum comentário

MeiaLuaCast #243: Steamworld

Steamworld é uma série de jogos da desenvolvedora sueca Image and Form que utiliza sua ambientacao retro-futurista para contar a estória de um mundo dominado por robôs movidos à vapor.

Com seu primeiro título lançado para o Nintendo DSi em 2010 tendo sido bem aceito pela crítica e uma tentativa frustrada de entrar no mercado de jogos de celular com outra franquia a empresa voltou seus esforços para o mundo de Steamworld e fez mais 4 jogos de sucesso variando em seus estilos.

A franquia traz jogos de qualidade bastante alta e que conquistam o jogador com mundo e personagens bastante carismáticos e jogabilidade divertida.

Leia mais...

MeiaLuaCast #242: The Elder Scrolls Online

por em 04/07/2019 | Nenhum comentário

MeiaLuaCast #242: The Elder Scrolls Online

A Bethesda vem lançando jogos da série Elder Scrolls há muitos anos e após o grande sucesso de Skyrim resolveu embarcar na onda dos MMO e explorar mais o mundo dessa franquia.

The Elder Scrolls Online aproveita o passado conturbado de Tamriel para soltar a mão do jogador e permitir que ele experiencie o mundo de uma forma única.

Acompanhe nossa conversa que apresenta esse MMO e tenta explicar as grandes diferenças dele para os demais do estilo e tentamos passar a empolgação para que você também embarque nessa corrida pelo Trono de Rubi.

Leia mais...

Games no Lab: Cinto de utilidades, explosivos, rapel, raios-X e… Eu sou o Batman.

por em 04/07/2019 | Nenhum comentário

Games no Lab: Cinto de utilidades, explosivos, rapel, raios-X e… Eu sou o Batman.

Por um bom tempo, jogos baseados em super heróis não foram o que indústria de games tinha de melhor. Não que não existiam games bons, os dois Spiderman do PS1 comprovam isso, mas, se por um lado tínhamos esses games, por outro tínhamos coisas como o infame Superman para N64 e o Aquaman para Game Cube. Porém o cenário mudou em 2009 quando a Rocksteady, uma empresa nova que tinha apenas um game em seu currrículo (Urban Chaos: Riot Response, um FPS que eu recomendo jogarem), nos presenteou com Batman: Arkham Asylum. Arkham Asylum. O game inovou com seu sistema de combate fluido e tático que nos passava a sensação de estar na pele do Morcegão, além de uma ótima história levemente baseada em um quadrinho de mesmo nome.

Leia mais...
Modo Noturno