Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

O Deserto da Realidade (Parte 2)

por em 04/11/2019 | Nenhum comentário

O Deserto da Realidade (Parte 2)

A crise no sistema de representação política e a democratização do acesso às tecnologias da informação podem ter causado um descolamento do campo político com a política, como observou Pierre Rosanvallon e apresentado por nós na primeira parte de nosso texto. Além disso, tal quadro pode ter contribuído para o surgimento de novas demandas políticas que levam a uma necessária reconfiguração da própria noção de cidadania no ocidente. Tais questões podem estar no centro de uma explicação sobre o descontentamento das pessoas em relação aos rumos da humanidade quando, segundo diversos estudos, vivemos o melhor momento de nossa espécie sobre a Terra. Parece que os seres humanos recusam a aceitar um mundo melhor, como no filme The Matrix.

Leia mais...

Ad Astra – Eu assisti

por em 31/10/2019 | Nenhum comentário

Ad Astra – Eu assisti

Ad Astra – Rumo às Estrelas  – dirigido por James Gray (que também foi co-autor do roteiro). Estrelado por Brad Pitt (que também fez parte da equipe de produção).

“Ad Astra per Aspera” é uma expressão em latim bem conhecida no meio astronômico (amador e profissional). Pode ser traduzido como: por ásperos caminhos se alcança as estrelas. Tem o significado de chegar à glória por caminhos árduos ou alcançar o triunfo (a imortalidade) através de dificuldades. Tem sido o lema de diversas entidades (governamentais, educacionais, militares etc) entre elas a Real Força Aérea britânica (RAF). O termos já foi, inclusive, título de filme e livro de ficção científica russos (filme de 1981 Richard Viktorov baseado no livro de Kir Bulychov). Bastou dar uma olhada rápida na resenha do filme para ver que não tem nada a ver com o filme atual

Leia mais...

O Deserto da Realidade (Parte 1)

por em 28/10/2019 | Nenhum comentário

O Deserto da Realidade (Parte 1)
There’s something wrong with the world today
I don’t know what it is
Something’s wrong with our eyes
(Aerosmith, Living on the edge)

 

Uma das cenas icônicas de The Matrix é aquela em que o Agente Smith (Hugo Weaving) finalmente consegue aprisionar um dos líderes da resistência humana: Morpheus (Laurence Fishburne). Acorrentado a uma cadeira e sobre efeitos de medicação, o herói resiste bravamente a um interrogatório que objetivava extrair a chave de entrada para Zion, a fortaleza dos rebeldes. Tratava-se do momento auge da trama, quando o vilão consegue enfim desvendar os planos de seu rival.

Leia mais...

O Museu de História Natural de Londres: Um Templo Para a Evolução

por em 25/10/2019 | Nenhum comentário

O Museu de História Natural de Londres: Um Templo Para a Evolução

Quando decidi dedicar algumas semanas a conhecer o Reino Unido, sabia que encontraria pela frente um país com uma história de grandes feitos – e grandes nomes- no campo da ciência. Tinha noção de que a cidade de Londres abrigava marcos históricos, como os túmulos de Isaac Newton e Charles Darwin, assim como um aclamado Museu de Ciência. Nada disso, no entanto, pôde me preparar para o impacto que senti quando, desavisado, me deparei com o Museu de História Natural de Londres.

Leia mais...

A Era da Internet das Coisas

por em 24/10/2019 | Nenhum comentário

A Era da Internet das Coisas

Apesar da popularização recente da Internet das Coisas, o conceito não é tão novo assim. O termo ‘Internet das Coisas’ foi oficializado em 1999, mas antes disso já havia trabalhos nesse sentido. O primeiro trabalho realizado é de 1982, da Carnegie Mellon University. O projeto foi de um grupo de programadores e o que eles fizeram foi bem simples: conectaram uma máquina de refrigerante na internet e, com isso, ela era capaz de expor o seu inventário e se as bebidas estavam geladas ou não. Nessa época, a internet era uma das únicas tecnologias disponíveis para fazer comunicação entre dispositivos. Hoje, há uma quantidade muito maior de tecnologias disponíveis para integrar a IoT (Internet of Things). Entre eles, temos: códigos de barras, códigos QR, comunicação de rede sem fio, sistemas microeletromecânicos (MEMS), sistemas embarcados, automação (incluindo a automação de prédios e residências), redes de sensores sem fio, GPS, sistemas de controles e outros. Com essa convergência de tantas tecnologias, a IoT possibilitou diversas aplicações e abriu muitos caminhos.

Leia mais...
Modo Noturno