Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

A inteligência artificial no limiar da consciência

por em 19/03/2020 | Nenhum comentário

A inteligência artificial no limiar da consciência

Apesar de não ser algo novo, a inteligência artificial (IA) está cada vez mais popular e vem se mostrando útil em diversas áreas do conhecimento com inúmeras aplicações. Isso deve-se, principalmente, ao nosso avanço computacional nas últimas décadas (falei melhor sobre esse avanço no meu último texto). A inteligência artificial depende de uma grande quantidade de dados para funcionar bem e ficar cada vez mais precisa, o que não era possível há 64 anos atrás, quando o termo foi cunhado por John McCarthy. Apesar de possuir várias definições diferentes, nós conhecemos relativamente bem o poder da IA e seus limites. O completo oposto ocorre com a consciência, da qual não sabemos quase nada. Há várias linhas de pesquisa que tentam explica-la, mas sempre ficamos presos a hipóteses. De qualquer forma, a academia vem se questionando se as máquinas poderão, algum dia, se tornar conscientes de si. E é aqui que entram algumas dúvidas: a consciência está ligada, de alguma forma, à inteligência? A IA teria a capacidade de adquirir uma qualidade da mente até então exclusiva a alguns seres vivos? Caso a resposta seja sim, será que elas vão dominar o mundo? Qual o perigo disso, se é que tem?

Leia mais...

Fronteiras no Tempo #46 Cavalaria Medieval

por em 17/03/2020 | Nenhum comentário

Fronteiras no Tempo #46 Cavalaria Medieval

A Cavalaria Medieval

O que foi a Cavalaria Medieval? Alvo de muitas interpretações midiáticas contemporâneas, esta classe de guerreiros está no imaginário social ocidental desde há muitos séculos, na literatura e na história, despertando curiosidade. Ser um cavaleiro implicava seguir um conjunto de normas e cultivar um conjunto de valores, algo digno daquilo a que poderíamos chamar de um herói, aquele que protege os fracos e desamparados em nome de uma causa sempre tida como justa. Para que vocês possam entender os significados destes personagens ontem e hoje, neste mês em que #oPodcastÉdelas, o Fronteiras no Tempo traz como convidada a professora Doutora Cláudia Bovo (UFTM), especialista em contos de cavalaria medievais.

Neste episódio:

Descubra o que foi a cavalaria medieval e conheça os debates que os historiadores travaram a respeito desta classe guerreira. Entenda suas origens e composição social, como se tornaram guerreiros e nobres bem antes do período medieval. Conheça a relação da cavalaria com as cruzadas e com a Igreja. Entenda o papel social e político que desempenharam naqueles séculos e como isso ajudou a deixá-los em altas posições sociais. Reflita conosco sobre como os cavaleiros se transformaram em personagens importantes dos mais populares contos e romances medievais, com protagonismo mesmo séculos depois. Por fim, ouça nosso debate e se surpreenda com a força da imagem que o cavaleiro carrega ainda hoje e o quanto é importante conhecermos esta história para nos deixarmos enganar por quem quer usar essa figura para fins políticos torpes.

 

 

Acesse o site da campanha: http://opodcastedelas.com.br/campanha/
#OPodcastÉDelas2020
Leia mais...

Spin 843 – Linguística Forense: preparação de testemunhas

por em 16/03/2020 | Nenhum comentário

Spin 843 – Linguística Forense: preparação de testemunhas

Bom dia! e bem-vindas e bem-vindos a mais um Spin de notícias, o seu giro diário de informações científicas… em escala subatômica. Aqui é a Debbie Cabral e esse Spin saiu em 4 Coronian no calendário Dekatrian ou who cares no calendário da régua torta. Nele, continuamos a falar de linguística forense e voltamos com o comprimido efervescente de gramática.

No programa de hoje:

– Perguntas guiadas e precisão das testemunhas

– No comprimido efervescente de gramática, regência

Leia mais...

Os humanos ficaram imunes à evolução?

por em 13/03/2020 | Nenhum comentário

Os humanos ficaram imunes à evolução?

Há 350 mil anos — resultado do processo evolutivo dos primatas — surgia, no chifre da África, o Homo sapiens. Há 300 mil anos, o Homo sapiens já havia se espalhado por todo o continente africano. Mais tarde, há 100 mil anos, já estavam habitando o leste do Mediterrâneo e há 80 mil anos já chegavam à China. A velocidade de expansão do Homo sapiens é muito impressionante e isso se dá, principalmente, pela grande capacidade de adaptação da espécie em diferentes biomas. Atualmente, o Homo sapiens está presente no mundo todo, com mais de 7,5 bilhões de indivíduos espalhados em cada cantinho do globo terrestre. A questão é: será que nós evoluímos de lá pra cá? Com todo o avanço das habilidades humanas ao longo do tempo, será que ficamos imunes à evolução?

Leia mais...
Modo Noturno