Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

Fronteiras no Tempo #31: Revolta da Vacina

por em 04/07/2018 em Destaque, Fronteiras no Tempo, Notícias, Podcasts | Nenhum comentário

Fronteiras no Tempo #31: Revolta da Vacina

Pegue sua carteira de vacinação, dispa-se das ideias preconcebidas sobre o passado e  embarque com os historiadores C. A e Beraba em mais um episódio do Fronteiras no Tempo que busca entender como e por que um dos principais conflitos políticos e sociais ocorreu, no início do século XX, na cidade do Rio de Janeiro, a Revolta da Vacina.

No episódio:

Descubra quais as conexões que podem ser estabelecidas entre o fim da escravidão e a revolta, entenda como eram as concepções de República no período, compreenda como se dava a relação entre o poder público e a população e como o conflito se desenrolou dia a dia e surpreenda-se ao descobrir que o medo de tomar a  vacina foi um motivo ínfimo comparado ao real problema enfrentado em 1904 na, então, capital do Brasil.

Arte da Capa


Publicidade

Ajude nosso projeto crescer cada vez mais. Seja nossa Madrinha ou Padrinho.

www.padrim.com.br/fronteirasnotempo 


Participação do Beraba em outros Podcasts

MeiaEntradaCast #75 – Tropa de Elite

Contrafactual #80: E se o Brasil não tivesse ganho a Copa de 70?


Mencionado no episódio

Fronteiras no Tempo #8 – Guerra de Canudos

Fronteiras no Tempo #3 – Crime e Castigo na História

Spin de Notícias #205: 09 Faian 2018 (30/05/2018) Vacinas e Revoltas


Redes Sociais

TwitterFacebookYoutubeGoogle+


Contato

WhatsApp: 13 99204-0533

E-mail: [email protected]


Expediente

Produção Geral e HostsC. A Beraba, Recordar é ViverWillian SpenglerVitrine:  Augusto CarvalhoEdiçãoTalk’nCast


Material Complementar

Livros e artigos

CARVALHO, José Murillo de. Os bestializados: o Rio de Janeiro e a República que não foi. São Paulo: Companhia das Letras, 1987.

CARVALHO, José Murilo de. A formação das almas: o imaginário republicano no Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 1990.

FERREIRA, J. F. DELGADO, L. A. N  (org.) O Brasil Republicano: o tempo de liberalismo excludente.  v.1. Rio de Janeiro: Civ. Brasileira, 2003.

LOPES, Myriam Bahia. O Rio em Movimento: quadros médicos e(m) história 1890-1920. Rio de Janeiro: Fiocruz, 2000. 136p.

PORTO, Mayla Yara. Uma revolta popular contra a vacinação. Cienc. Cult., São Paulo,  v. 55, n. 1, p. 53-54,  Jan. 2003 . Available from <http://cienciaecultura.bvs.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0009-67252003000100032&lng=en&nrm=iso>. acesso  26 Maio 2018.

SEVCENKO, Nicolau. A revolta da vacina mentes insanas em corpos rebeldes. São Paulo: Brasiliense, 1984.

SEVCENKO, Nicolau. História da Vida Privada no Brasil: República: da Bélle Époque à Era do Rádio. V. 3. São Paulo: Cia das Letras, 1997.

SCHWARCZ, L. M. STARLING, H. Brasil: uma biografia. São Paulo: Cia das Letras, 2015.

Link

Revista da Vacina – lista de referências sobre o tema e o período – http://www.ccms.saude.gov.br/revolta/bibliografia.html

Para ver no Youtube

Revolta da Vacina dir. Eduardo Vilela Thielen, Casa de Oswaldo Cruz (COC/Fiocruz), Rio de Janeiro, Brasil, 1994.


Trilha Sonora do Episódio

Elegy – Wayne Jones – creative commons
Batuque – Mesquita
Aquele Abraço – Tim Maia
Happy – Pharrell Wiliams
O Mundo é um Moinho – Cartola
Odeon – Ernesto Nazareth
Ma Blushin Roise – Al Jolson
Carinhoso – Pixinguinha
Atraente – Chiquinha Gonzaga
Brasileirinho – Waldir Azevedo
Ô Abre Alas – Chiquinha Gonzaga
Amor Perdido – Pattápio Silva
Brejeiro / Apanhei-Te Cavaquinho – Desconhecido
Tristeza do Jeca – Patrício Teixeira
Casinha Pequenina – Carlos Galhardo
Asa Branca – Luiz Gonzaga
Palpite Infeliz – Aracy de Almeida
Tempo de Amor – Vinicius de de Moraes e Baden Powell
Disparada – Jair Rodrigues
Maxixe – Chiquinha Gonzaga
The Charleston – Arthur Gibbs
Ontem ao Luar – Paraguassu
The Entertainer – Scott Joplin
Barracão – Elizeth Cardoso Jacob
Boom Boom – John Lee Hooker
Blue Jeans Blues – Melvin Taylor
Blackwood – The Delta Saints
Mama África – Chico César


Madrinhas e Padrinhos

Anderson Garcia, Andressa Marcelino, Artur Cornejo, Caio César, Caio Sérgio, Eani Marculino, Eduardo Lopes, Eduardo Veras, Ettore Riter, Fábio Henrique Medeiros, Iara Grisi, Manuel Macias, Marcela Paparelli, Marcos Sorrilha, Maria Clara Valença, Rafael Saldanha, Rafael Igino Serafim, Rafael Oliveira, Raul L. Borges, Renata Sanches, Victor Silva de Paula, Wagner Andrade, Willian Scaquett, Willian Spengler, Yuri Morales e 2 Padrinhos anônimos ;-)