Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

Postagens mais recentes

Beco da Bike #62: BRM300 Rio das Ostras – Audax Rio

por em 22/05/2019 | Nenhum comentário

Como se faz para participar de uma prova de ciclismo (Audax / Randonneur) de 300km? Nesse episódio, os atletas Francisco “Chicó” Almeida, Renato Brandino, Douglas Corbellari, Valdir Camargo e Werther Krohling contam suas experiências no BRM300 que aconteceu no dia 04 de maio de 2019. Como cada um se preparou? Teve frio, sono e cansaço? Como foi o trajeto? E durante a prova, deu tudo certo? Vamos falar de navegação? Tudo isso e muito mais com apenas um play de distância.

Você quer comprar uma camisa do Beco da Bike? Então acesse o https://cicloviva.com.br e veja qual o modelo pra você, pro crush, pra filhota, pro moleque, maridão, esposa ou para presentear o resto da família.

$$$ PADRIM DO BECO DA BIKE $$$

Como vocês podem nos ajudar com o Padrim? Dar a volta ao mundo pedalando, levar o Werther para o Audax 1200 em 2019, fazer o Felipe parar de produzir trabalho forçado e ajudar o Pena no seu projeto de bicicleta voadora.

Padrim.com.br/becodabike

Você também pode ajudar nosso projeto a partir do Paypal. Escolha uma opção abaixo e ajude a espalhar a palavra do Beco.

Opções de pagamento



_________________________

Redes Sociais do Beco da Bike

Facebook; Instagram; Strava; Telegram; Twitter; YouTube

_________________________

Quer ajudar o coleguinha de bike e ainda ficar com o coração quentinho? Clica na imagem abaixo e participe do Bazar do Coração

_________________________

Assine o Feed do Beco

Fale conosco: [email protected]

_________________________

Equipe Beco da Bike: Werther Krohling, Felipe Reis, Roberto “Pena” Spinelli, Danilo Simonetti, Phil Steffen, Silvana Perez, Ligia Bellotti e Aline Canteiro.

Artes da capa e vitrine: Werther Krohling – acervo pessoal

Comentado no episódio

Leia mais...

O que podemos aprender com os “Gurus de Redes Sociais”?

por em 21/05/2019 | Nenhum comentário

Recentemente o Professor André Azevedo escreveu um artigo[1] bastante intrigante sobre a influência daquilo que ele denomina “gurus de redes sociais” na vida de crianças e adolescentes. Em uma clara resposta àqueles que defendem o Escola Sem Partido, Azevedo aponta para o fato de que, atualmente, os professores têem muito pouca influência sobre seus alunos, mal conseguindo conquistar a atenção dos mesmos em sala de aula e, consequentemente, muito distantes de exercer algum poder de doutrinação sobre eles. Ao mesmo tempo, ainda segundo o artigo, os jovens no Brasil “gastam”, em média, 9 horas por dia navegando na internet, sem um controle mais rigoroso dos pais e expostos a conteúdos “tóxicos” e “anticientíficos”.

Leia mais...
Modo Noturno