Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

Fronteiras no Tempo: Historicidade #31 Ferrovia e Desenvolvimento na 1ª República

por em 14/07/2020 em Destaque, Fronteiras no Tempo, Notícias, Podcasts | Nenhum comentário

Fronteiras no Tempo: Historicidade #31 Ferrovia e Desenvolvimento na 1ª República

Em nossa memória coletiva o primeiro período republicano do país é lembrado de forma chapada, sem muitas cores e matizes, cuja vida econômica e a política se resume a simplificação da chamada fase do “café com leite”. Perguntamos: como podemos dar movimento, cor e vida a esse período pensando-o a partir do seu interior? As elites das outras regiões dos Estados Unidos do Brasil aceitaram de forma passiva ao crescimento dos paulistas? E como as ferrovias contribuíram nesse processo? Para responder essa e a outras perguntas recebemos o professor doutor Paulo Roberto de Oliveira (UFOP) no mês de aniversário de 6 anos do Fronteiras no Tempo.

Nesta entrevista:

Entenda como as elites de Goiás, um dos Estados com maior território no país do período, compôs suas alianças com os paulistas. Conheça quais eram as rivalidades e interesses que envolviam a tão cobiçada região central do Brasil e as disputas por hegemonia no mercado interno. Reflita sobre os processos históricos que contribuíram na construção do país nos dias de hoje e compreenda um pouco mais sobre o como se escreve a história.

Arte da Capa


Publicidade

Ajude nosso projeto! Você pode nos apoiar de duas formas:

PADRIM  – só clicar e se cadastrar (bem rápido e prático)

PIC PAY – Baixe o aplicativo do PicPay: iOS / Android


Saiba mais da nosso convidado

 

 

 

 

 

 

 

 

Currículo Lattes


Produção do convidado

OLIVEIRA, P. R. Entre rios e trilhos: as possibilidades de integração econômica de Goiás na Primeira República. CURITIBA – PR: Editora Prismas, 2017

OLIVEIRA, P. R. Rosa e Gabriel entre o litoral e o interior do Brasil na Primeira República. Nova Economia (UFMG). , v.29, p.651 – 675, 2019.


Indicações bibliográficas sobre o tema abordado

CANO, Wilson. Raízes da concentração industrial em São Paulo. Campinas: UNICAMP, 2007.

CHAUL, Nasr Fayad. Caminhos de Goiás: da construção da decadência aos limites da modernidade. Goiânia: UFG, 1997.

FURTADO, Celso. Formação econômica do Brasil. Brasília, DF: UNB, 1963.

MELLO, João  Manuel. O capitalismo tardio. Contribuição à revisão crítica da formação e do desenvolvimento da economia brasileira. São Paulo: Brasiliense, 1998.

MOTTA, José Flávio. Agonia ou robustez? Reflexões acerca da História Econômica brasileira. Revista de Economia. PUC São Paulo, n. 1, 2009.

SAES, Flávio Azevedo Marques de. As ferrovias de São Paulo (1870-1914). São Paulo: HUCITEC,1981.


Expediente 

Arte da vitrine: Augusto Carvalho; Edição:  Talk’nCastRoteiro e apresentação:  C. A Beraba.


Como citar esse episódio

Citação ABNT

Fronteiras no Tempo: Historicidade #31 Ferrovias e Desenvolvimento na Primeira República. Locução: Cesar Agenor Fernandes da Silva, Paulo Roberto de Oliveira, Marcelo de Souza Silva.  [S.l.] Portal Deviante, 14/07/2020. Podcast. Disponível: http://www.deviante.com.br/?p=40298&preview=true&aiEnableCheckShortcode=true


Redes Sociais TwitterFacebookYoutubeInstagram, SPOTIFY, 


Contato E-mail: [email protected]


Madrinhas e Padrinhos Alexandre Strapação Guedes Vianna, Alexsandro de Souza Junior, Anderson O Garcia,  André Luis Santos, Andre Trapani Costa Possignolo, Andréa Silva, Andressa Marcelino Cardoso, Artur Henrique de Andrade Cornejo, Carlos Alberto de Souza Palmezani, Carlos Alberto Jr., Carolina Pereira Lyon, Ceará, Cláudia Bovo, Eani Marculino de Moura, Eduardo Saavedra Losada Lopes, Elisnei Oliveira, Ettore Riter, Felipe Augusto Roza, Felipe Sousa Santana, Flavio Henrique Dias Saldanha, Iago Mardones, Iara Grisi, Isaura Helena, João Carlos Ariedi Filho, José Carlos dos Santos, Leticia Duarte Hartmann, Lucas Akel, Luciano Beraba, Manuel Macias, Marcos Sorrilha, Mayara Araujo dos Reis, Moises Antiqueira, Paulo Henrique de Nunzio, Rafael, Rafael Alves de Oliveira, Rafael Igino Serafim, Rafael Machado Saldanha, Raphael Almeida, Raphael Bruno Silva Oliveira, Renata Sanches, Rodrigo Raupp, Rodrigo Vieira Pimentel, Rubens Lima, Sr. Pinto, Wagner de Andrade Alves, Willian Scaquett, Willian Spengler e ao padrinho anônimo

Modo Noturno