Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

Fronteiras no Tempo #59 Negacionismo e Revisionismo histórico no século XXI

por em 24/08/2021 em Destaque, Fronteiras no Tempo, Podcasts | Nenhum comentário

Fronteiras no Tempo #59 Negacionismo e Revisionismo histórico no século XXI

Em tempos de tempestades torrenciais de informação e comunicação, temos que conviver diariamente com enxurradas e deslizamentos de notícias falsas, desinformação, negação das metodologias científicas e a tentativa constante de ataques a produção acadêmica no Brasil, especialmente das Ciências Humanas e Sociais. O Negacionismo e o Revisionismo Ideológico histórico estão no centro do debate político e cultural da nossa sociedade e nos últimos anos ganhou reforço e impulso. Para tratar desse tema, C. A. e Beraba recebem Marcos Napolitano (USP), historiador que tem se dedicado a entender e explicar esse fenômeno de forma aprofundada.

Esta conversa foi baseada em um texto do Marcos Napolitano presente no livro Novos combates pela Históriahttps://bit.ly/NovosCombates 

Arte da Capa


Aniversário do Fronteiras no Tempo com desconto e sorteio de livro

Para comemorar nosso aniversário de 7 anos, neste episódio estabelecemos uma parceria com a Editora Contexto que dará a você DOIS PRESENTES.

25% de desconto em livros de História da Editorahttps://www.editoracontexto.com.br/categoria/historia

Basta adicionar o código promocional Fronteiras25

É necessário clicar em “Adicionar” para ativar o desconto. O cupom estará válido até o dia 30 de setembro.

Sorteio de um exemplar do livroNovos Combates pela História

Como faço para participar?

É simples, basta você compartilhar a publicação desse episódio em uma de suas redes sociais (Instagram, Twitter ou Facebook) e marcar o Fronteiras no Tempo e a Editora Contexto. Participarão do sorteio quem realizar esse compartilhamento até o dia 7 de setembro.


Saiba Mais do nosso convidado

Marcos Napolitano

 

Departamento de História USP

Currículo Lattes

Academia.edu

Nexo Jornal

 

 

Foto: Cecília Bastos/USP Imagem

Publicidade – Financiamento Coletivo

Ajude nosso projeto! Você pode nos apoiar de duas formas:

PADRIM  – só clicar e se cadastrar (bem rápido e prático) – http://www.padrim.com.br/fronteirasnotempo

PIC PAY [https://app.picpay.com/user/fronteirasnotempo]– Baixe o aplicativo do PicPay: iOS / Android

PIX: [chave] [email protected]


Redes Sociais TwitterFacebookYoutubeInstagram


Contato [email protected]


Expediente Produção Geral e HostsC. A BerabaRecordar é ViverWillian SpenglerVitrine:  Augusto Carvalho, EdiçãoAdriano João


Como citar esse episódio

Citação ABNT

Fronteiras no Tempo #59 Negacionismo e revisionismo histórico no século XXI. Locução: Cesar Agenor F. da Silva, Marcelo de Souza e Silva, Marcos Napolitano e Willian Spengler [S.l.] Portal Deviante, 24/08/2021. Podcast. Disponível em: http://www.deviante.com.br/?p=48360&preview=true


Material Complementar – Produção do convidado

Ensaios

A guerra às estátuas e a política pública de memória. Nexo Jornal

Livros

NAPOLITANO, M.. História Contemporânea 2 – Do Entreguerras à Nova Ordem Mundial. 1. ed. São Paulo: Editora Contexto, 2020. v. 1. 159p .

NAPOLITANO, M.. História do Brasil República: da queda da Monarquia ao fim do Estado Novo. 1. ed. São Paulo: Editora Contexto, 2016. v. 1. 172p .

NAPOLITANO, M.. 1964: História do Regime Militar Brasileiro. 1. ed. São Paulo: Editora Contexto, 2014. v. 1. 365p .

Artigos Acadêmicos

NAPOLITANO, M.. Desafios para a História nas encruzilhadas da memória: entre traumas e tabus. História, Questões e Debates, v. 68, p. 18-52, 2020.

 NAPOLITANO, M.. O golpe de Estado (1964) no Brasil visto por um cinejornal soviético. Fotocinema. Revista científica de cine y fotografía, p. 29, 2020.

 NAPOLITANO, M.; MORETTIN, E. . História e Audiovisual: formação e percursos de um grupo de pesquisa. Revista Antíteses, v. 12, p. 563-578, 2019.

 NAPOLITANO, M.. Golpe de Estado: entre o nome e a coisa. Estudos Avançados, v. 33, p. 397-420, 2019.

NAPOLITANO, M.. Cartografias transatlânticas da música popular nas Américas. Revista USP, v. 123, p. 45-58, 2019.

 NAPOLITANO, M.. Latinskaya Amerika: as relações entre a União Soviética e a América Latina (1957-1962). Revista Eletrônica da ANPHLAC, v. 27, p. 379-402, 2019.

NAPOLITANO, MARCOS. La crise politique brésilienne : histoire et perspectives d?une `terre en transe? A crise política brasileira: histórico e perspectivas de uma `terra em transe? The Brazilian Political Crisis : Historical Narrative and Future of an `Entranced Earth?. BRÉSIL(S) – SCIENCES HUMAINES ET SOCIALES, v. 1, p. 1-10, 2018.

NAPOLITANO, M.. Aporias de uma dupla crise: história e memória diante de novos enquadramentos teóricos. Saeculum (UFPB), v. 39, p. 205-218, 2018.

NAPOLITANO, MARCOS. A imprensa e a construção da memória do regime militar brasileiro (1965-1985). ESTUDOS IBERO-AMERICANOS (PUCRS. IMPRESSO), v. 43, p. 346-366, 2017.

NAPOLITANO, M.. Entre o imperativo da resistência e a consciência da derrota: a literatura brasileira durante o regime militar. Literatura e Sociedade, v. 23, p. 232-243, 2017.


Madrinhas e Padrinhos

Adilson Lourenço da Silva Filho, Alexsandro de Souza Junior, Aline Lima, Anderson Garcia, Anderson Paz, André Luis Santos, Andre Trapani Costa Possignolo, Andressa Marcelino Cardoso, Artur Henrique de Andrade Cornejo, Bruno Scomparin, Carlos Alberto de Souza Palmezani, Carlos Alberto Jr., Carolina Pereira Lyon, Ceará, Charles Calisto Souza, Cláudia Bovo, Daniel Rei Coronato, Eani Marculino de Moura, Eduardo Saavedra Losada Lopes, Eliezer Ferronato, Elisnei Oliveira, Ettore Riter, Felipe Augusto Roza, Felipe Sousa Santana, Flavio Henrique Dias Saldanha, Iago Mardones, Iara Grisi, Isaura Helena, João Carlos Ariedi Filho, José Carlos dos Santos, Leticia Duarte Hartmann, Lucas Akel, Luciano Beraba, Manuel Macias, Marcos Sorrilha, Mayara Araujo dos Reis, Mayara Sanches, Moises Antiqueira, Paulo Henrique de Nunzio, Rafael, Rafael Alves de Oliveira, Rafael Igino Serafim, Rafael Machado Saldanha, Rafael Zipão, Raphael Almeida, Raphael Bruno Silva Oliveira, Renata Sanches, Rodrigo Olaio Pereira, Rodrigo Raupp,  Rodrigo Vieira Pimentel, Rubens Lima, Sr. Pinto, Wagner de Andrade Alves, Thomas Beltrame, Willian Spengler e ao padrinho anônimo

Modo Noturno