Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

Malditos comedores de carne deverão ser os primeiros colonizadores de Marte

por em 29/01/2016 em Ciência, Destaque | 1 comentário

Malditos comedores de carne deverão ser os primeiros colonizadores de Marte

Se você é uma pessoa bem regrada, e por isso vai dormir cedo todos os dias e acorda bem cedo também, eu tenho uma má noticia para você (ou não, dependendo do ponto de vista) você não será escolhido para colonizar marte.

Nós possuímos em nossos corpos relógios internos capazes de dizer ao nosso corpo que hora dormir, produzir certos hormônios e realizar outros processos que se repetem diariamente, pessoas que costumam ficar acordados até bem tarde possuem um relógio biológico mais lento, e como o dia em Marte é 37 minutos a mais longo que na Terra, essas pessoas terão maior facilidade em se ajustar ao ciclo marciano.

Uma equipe de cientistas da Holanda, Alemanha e da Universidade de Manchester no Reino Unido estudaram ratos em que a variação de um gene, acelerou o ciclo deles de 24 para 20 horas. O estudo descobriu que ratos cujo relógio interno tinha um ciclo inferior a 24 horas não sobrevivem muito bem. Para esses ratos era como se todo dia fosse ajustado o horário de verão (o que não é uma coisa muito divertida), consequentemente, eles morreram depois de algumas gerações.

Será que vai ter Dois hambúrgueres. Alface, queijo, molho especial, Cebola, Picles Num pão com gergelim?

Será que vai ter Dois hambúrgueres, alface, queijo, molho especial, Cebola, Picles, Num pão com gergelim?

Tá, mas a comida vai ser self-service, né?

Não, as coisas não são bem assim, veganos, pessoas com restrições alimentares extremas como intolerância ao glúten ou à lactose (eu não queria ir mesmo) não poderão ir plantar batatas em Marte.

Acontece que os cientistas da NASA, planejam alimentar os colonos com o mesmo cardápio que alimentam os astronautas na Estação Espacial Internacional, que não leva em conta mimos alimentares.

Levar provisões para pessoas com restrições alimentares significaria ter que planejar todo um novo cardápio, fazer baterias de testes para verificar se esses novos alimentos permanecerão “frescos” e “saborosos” no espaço (e que algo assim não vá acontecer), além de ter que fazer acomodações especiais para essas pessoas. Resumindo, seria muito caro, e como essa viajem já tem se mostrado demasiadamente cara, eu não contaria com isso.

Então se você acorda cedo, ou se você não come qualquer coisa, talvez seja melhor ter outros planos em mente.

Fontes:

Popular Science

The Telegraph

Modo Noturno