Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

Apolo 11: O Homem foi à Lua

por em 21/07/2016 em Ciência, Comunidade, Naelton Araujo | Nenhum comentário

Apolo 11: O Homem foi à Lua

Neste mês fazem 47 anos que o primeiro homem pousou na Lua e ainda hoje tem gente que acredita em teorias de conspiração de que isso é uma fraude. Vejamos como podemos desfazer estas teorias com alguns argumentos simples.

Os Soviéticos Nunca Negaram

Os americanos só foram à Lua porque havia uma forte disputa com os soviéticos denominada Corrida Espacial. Os soviéticos também queriam descer astronautas na superfície lunar mas seus protótipos Nositol 1, foguetes equivalentes aos Saturno V, explodiram antes de se tornarem operacionais. Os soviéticos já haviam pousado sondas e colocado satélites ao redor da Lua diversas vezes antes de julho de 1969. Enquanto os astronautas da Apollo 11 pisavam na Lua havia uma sonda soviética em órbita: a Lunik 15. Esta espaçonave colidiu com a Lua poucas horas antes do módulo lunar decolar. Anos depois os soviéticos continuaram pousando e orbitando a Lua sem nunca levantar dúvidas quanto à veracidade do pouso. Imagine o prazer que teriam em revelar uma farsa destas.

Esquerda: foto aérea de um Nositol N1 na plataforma de lançamento antes de explodir. Direita: Comparação entre o Saturno V e o N1, ambos tinha em torno de 111 metros.

Esquerda: foto aérea de um Nositol N1 na plataforma de lançamento antes de explodir. Direita: Comparação entre o Saturno V e o N1, ambos tinha em torno de 111 metros.

Da esquerda para a direita: Lunik 15, Lunokhod 1 e Lunokhod 2.

Da esquerda para a direita: Lunik 15, Lunokhod 1 e Lunokhod 2.

As Fotos dos Lugares de Pouso

Os Módulos Lunares (LEM) eram constituídos de dois estágios. Ao decolar deixaram um estágio de descida na superfície lunar. Estes estágios têm sido fotografados pelas sondas espaciais mais modernas diversas vezes confirmando os locais de pouso. Em algumas fotos podemos ver os rastros de pegadas dos astronautas e até os Rovers Lunares (LRV).

Veja esta matéria.

Módulo Lunar - LEM - os dois estágios destacados em cores diferentes.

Módulo Lunar – LEM – os dois estágios destacados em cores diferentes.

Alguns locais de pousa das Apollo fotogradas por sondas espaciais orbitais.

Alguns locais de pousa das Apollo fotogradas por sondas espaciais orbitais.

Detalhes obtidos por sondas espaciais do local de pouso de uma missão Apollo

Detalhes obtidos por sondas espaciais do local de pouso de uma missão Apollo

O Espelho Laser deixado na superfície lunar

As missões Apollo 11 e 14 (esta última em fevereiro de 1971) deixaram na superfície lunar refletores que permitiram medir a distâncias da Terra a Lua através de flashes de lasers enviados da Terra. Os resultados foram totalmente compatíveis com os obtidos pelos refletores a bordo do rovers soviéticos Lunokhod 1 (novembro de 1970) e Lunokhod 2 (janeiro de 1973).

Sonda Surveyor 3

Partes da sonda Surveyor 3 (lançada em abril de 1967) foram recuperadas pela missão Apoll0 12 (novembro de 1969) no “Oceano” das Tormentas.

Esquerda: Espelho refletor de Laser deixado na Lua. Direita: Astronauta Alan Bean examinando a Sonda Surveyor 3 com o módulo lunar Intrepid ao fundo.

Esquerda: Espelho refletor de Laser deixado na Lua. Direita: Astronauta Alan Bean examinando a Sonda Surveyor 3 com o módulo lunar Intrepid ao fundo.

As Rochas Trazidas da Lua

Mais de 600 kg de rochas lunares foram trazidas à Terra pelas missões Apollo (EUA) e Luna (URSS) que batem muito bem com os meteoritos atribuídos à origem lunar.  Inclusive um mineral inédito na Terra foi encontrado nestas rochas – a armalcolita (nome homenageando dos três astronautas da missão  Armstrong, Aldrin, e Collins).

Diversas rochas lunares trazidas pelas missões Apollo. A da direita e acima é chamada de Rocha Gênesis e foi trazida pela Apollo 15.

Diversas rochas lunares trazidas pelas missões Apollo. A da direita e acima é chamada de Rocha Gênesis e foi trazida pela Apollo 15.


Todos os argumentos levantados pelos conspiracionistas são risíveis: céu sem estrelas, bandeira tremulando, pegadas, sombras e etc. Entretanto as pessoas gostam de teorias mirabolantes. Bons exemplos disso vemos nestes filmes: Capricórnio One e Apollo 18.

Mais um link para colecionar evidências sobre a viagem do Homem a Lua: Wikipedia.

Vídeos sobre o tema que você não pode perder:

DETONANDO A FARSA DA IDA À LUA COM NEIL DESGRASSE TYSON

 

Modo Noturno