Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

SciCast #193: Expansão Árabe

por em 28 28America/Sao_Paulo abril 28America/Sao_Paulo 2017 em Ciência, Destaque, Scicast | 20 comentários

SciCast #193: Expansão Árabe

Sejam bem vindos Deviantes e Derivadas a mais um SciCast histórico! Essa semana vamos continuar aquele papo bacana iniciado no episodio #179: Unificação Árabe!

Essa semana entenda como esse pequeno território antes isolado e limitado por grandes potencias conseguiu se expandir e criar um território gigantesco em menos de 200 anos!

Então suba no tapete mágico do Anticinderela e venha combater o Anticalifa!

Arte da Capa:


Publicidade:


Redes Sociais:


Aperte o pause:


Expediente:

Produção Geral: Tarik FernandesHosts: Fernando Malta e Marcelo Guaxinim. Edição: Talk’ nCastEquipe de Pauta/Gravação:  Matheus Professor BarbadoWillian SpenglerRoberto PenaVitrine: Jânio Garcia


Material Complementar:

SciCast #55:Império Persa

SciCast #143: Império Bizantino

SciCast #135: Explosivos

Scicast #17: Unificação Árabe

Sugestão de literatura:

BALTA, Paul. O Islã. Porto Alegre: L&PM, 2010.

BISSIO, Beatriz. O mundo falava árabe: a civilização árabe-islâmica clássica através da obra de Ibn Khaldun e Ibn Battuta. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2012.

DEMANT, Peter. O Mundo Muçulmano. São Paulo: Contexto, 2013.

HODGSON, Marshall G. S. The Venture of Islam. University of Chicago Press, 1977.

HOURANI, Albert Habib. Uma História dos Povos Árabes. São Paulo: Companhia das Letras, 1991.

SOURDEL, Dominique. História do Povo Árabe. São Paulo: José Olympio, 2011.

LIVRO DAS MIL E UMA NOITES. Tradução de Mamede Mustafá Jarouche. São Paulo: Biblioteca Azul, 2015.

Sugestão de vídeos:

Da série “Quando o mundo falava árabe”, episódio “O Império que surgiu das areias”.

“História do Islamismo”

“Las Conquistas Arabes”

“Islã – O Império da Fé”

Da BBC, série “A Ciência e o Islã”

“Quando os mouros dominaram a Europa”

“Nós descobrimos a América antes de Colombo”

Sugestão de filmes:

“O Destino”ambientado na Córdoba do séc XII, narra uma parte da vida de Averróis, filósofo, médico e juiz, que possuía um grupo de aprendizes aos quais transmitia seus conhecimentos, além de ser um grande escritor.

“O 13º Guerreiro”

“Simbad e a Princesa”

“As Novas Viagens de Simbad”

“Simbad e o OIlho do Tigre”

“As Aventuras do Ladrão de Bagdá – A Rosa Azul”

“O Fabuloso Ladrão de Bagdá”

Sugestão de links:

A Formação do Império Árabe-Islâmico: Histórias e Interpretações 

Império Islâmico: uma unidade de fé forjada numa diversidade de culturas

Instituto da Cultura Árabe

Sugestão de games:

Age of Empires II – The African Kingdoms

Civilization V

Total War: Rome 2 – The Rise of Arabia

Civilization VI

Attila Total War – Empires of Sand DLC 

  • Salem Freitas Ribeiro Junior

    overhoster
    pode melhorar esses exageros e sem vaidade a qualidade melhora

    abraço a todos, ótimo tema

    • Fernando Malta

      Oi?

  • Gustavo

    Muito bom o episódio. Sobre a batalha de Poitiers, saberiam indicar as fontes que vocês se basearam? Está em alguma das literaturas sugeridas? Pergunto pois em todas as referências que tive contato, ela não teria sido tão efêmera e trabalho de ‘marketing’ assim… há braços!

  • Matheus Pereira Furlan

    d novo pedindo, mas dessa vez tem uma informação importante, leiam no proximo republica deviante.

    acompanhando o cast com o geacron aberto (q ultrajantemente não foi mencionado).

    e um erro, vcs falaram q “nem a russia resistiu aos mongois”, mas a russia surgiu de um fragmento do imperio mongol, em 1547 do imperio de moscow, q surgiu, por sua vez, da golden horde em 1463, que é um dos fragmentos do imperio mongol.
    (dados do geacron)

    P.S. o q eu falei q era engraçado no ultimo comentario, é o fencas falando o “pa” do pint of sience, se pausar na hora certa, fica engraçado.

    e se lerem, enfatizem essa parte: “desculpa por pegar o lugar de outros comentarios”.

  • Tauan

    Cuzcuz. Faltou citar o cuzcuz, comida de origem árabe que se como muito no Nordeste. Quando fizerem um cast sobre Portugal (no qual vão ter que falar dos árabes) seria interessante fazer uma lista desses costumes árabes que sobraram em Portugal e que, eventualmente, acabaram chegando no Brasil

  • Sobre o futuro cast do Mongóis…
    Quero comentar sobre a série “Wrath of the Khans” do Hardcore History, para ouvir antes ou depois do futuro cast. A abordagem é diferente do Scicast.
    Um episódio daquela época que não quero ouvir é a parte da destruição de Bagdá, pra mim uma das maiores tragédias e retrocessos na história da civilização.

  • Nel Adame

    Excelente episódio, quero logo um sobre Mongóis !!!!!!

  • Darley Santos

    Olha aí, um cast que deixa evidente a consideração pra lá de positiva da cultura árabe… Já pensou se o Ocidente tivesse sido construído não sobre a cristandade, mas sobre o califado? Uma outra História certamente seria escrita…

    • João O. Trindade Jr.

      Daley, mas o Ocidente foi, dependendo do ponto de vista, construído sobre o Califado. Não eram apenas os seguidores do Islã que guerreavam entre si: Cristãos, também. Na penínsuala Ibérica, vigorava um cristianismo que inclusive discutia o lado divino de Cristo. Imagine o que aconteceria, por exemplo, se não fossem os árabes, dando aquela ideia de “o inimigo” do cristianismo? Muito do que existe hoje(cruzadas, influência na cultura, língua, etc) é construída com base nessas migrações.

      • Darley Santos

        Esses jogadores de Assassin’s Creed…

        • João O. Trindade Jr.

          Totalmente possível. O que teriam sido as cruzadas sem os turcos às portas de Bizâncio? Ou as línguas neo-latinas sem a influência árabe? Costumo ensinar para meus alunos que chamamos aquele instrumento com haste de plástico e algodão nas pontas de “cotonete”, mas na lógica da evolução das línguas da península ibéricas, deveríamos chamamo de “algodonete”. De raíz germânica, “coton” vai sofrendo diversas evoluções e, acrescido do artigo árabe “Al”, vira “al-coton” até tornar-se “algodão”. O que chamamos de português simplesmente não existiria se não fosse o processo das invasões árabes, já que o Condado Portucalense, que vai dar origem a Portugal, só vai ser fundado durante de reconquista das terras Ibéricas aos Mouros.

  • Nel Adame

    Tenho que tecer um elogio em relação ao material complementar(sugestão de livros,games e livros), está cada vez maior e melhor, continuem assim !!

  • Lucas Felice Fontes

    Triste o declinio arabe

  • João O. Trindade Jr.

    Que tal um contrafactual sobre o que aconteceria se o Reino dos Visigodos não tivesse sido invadido pelos árabes, e seus reflexos na formação dos Estados europeus atuais?

  • Oi pessoal, não sei porque, mas aqui no app Podcasts do IPad não está atualizando o feed de vocês. Parou no episódio da Caatinga. Será que foi só aqui?

  • Guilherme Akio Makuda

    Olá, achei muito bom o cast, me surgiu uma dúvida, a expansão árabe influenciou o a Indonésia se tornar um país islâmico, se sim, como? Agradeço!

    • Fernando Malta

      Obrigado, Guilherme!

      E sim, de certa forma influenciou. Com o estabelecimento do império árabe ao final do primeiro milênio, eles puderam aumentar seu escopo de comércio para outras partes do mundo. Comerciantes árabes foram, de certa forma, um dos primeiros a estabelecer uma “proto-globalização” (ao menos do mundo conhecido à época), viajando desde o que é hoje Portugal até a China. E a Indonésia não ficou de fora. Os primeiros comerciantes árabes chegaram lá por volta do século VIII e a religião foi crescendo aos poucos, tornando-se religião oficial das casas reais lá pros século XII e XIII; daí foi sendo consolidada e suplantou o budismo e o hinduísmo anterior. =)

  • Thiago Melo

    A noite na Arábia e o dia também. É sempre tão quente. Que faz com que a gente se sinta tão bem.

%d blogueiros gostam disto: