Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

Scicast #179: Unificação Árabe

por em sex 10America/Sao_Paulo fev 10America/Sao_Paulo 2017 em Destaque, Scicast | 22 comentários

Scicast #179: Unificação Árabe

Salaam Aleikum, queridos ouvintes! Voltamos ao Oriente para falarmos sobre a unificação dos povos árabes. Como se organizavam os grupamentos humanos que deram origem aos povos árabes? Como surgiu o Islã, sua influência política e uma breve história do Profeta. Peguem seus camelos e botem o cd d’O Clone para tocar (depois do episódio, claro!)


Arte da Capa:

 


Publicidade:

  • Continuando a série Monsters of Science em grande estilo a Loja SciCast lança a camiseta Einstein Kiss, está esperando o quê pra pegar a sua?

IMG-20160809-WA0008

  • Ao lado de um dos mais conhecidos  cientistas da história da humanidade, temos uma das maiores e mais importante cientista na camiseta Marie Curie and the Radioactivity Experience, dentre muitos outros itens imperdíveis.

Avisos Paroquiais:

 


Contato Comercial:

Quer anunciar seu produto, marca ou serviço aqui no SciCast? Entre em contato:


Redes Sociais:


Aperte o pause:


Expediente:

Produção Geral: Tarik FernandesHosts: Fernando Malta e Marcelo Guaxinim. Edição: Talk’ nCastEquipe de Gravação/Pauta: Matheus Professor BarbadoWillian SpenglerRoberto Pena e Dany MadridArte da Vitrine:


Material Complementar:

SciCast #55 – Império Persa

SciCast #143 – Império Bizantino

Sugestões de literatura:

  • ADHGIRNI, Samy. Os Iranianos. São Paulo: Contexto, 2014.
  • ARMSTRONG, Karen. O Islã. Rio de Janeiro: Objetiva, 2001.
  • ARMSTRONG, Karen. Maomé, uma biografia do profeta. São Paulo: Companhia das Letras, 1991.
  • HOURANI, Albert Habib. Uma História dos Povos Árabes. São Paulo: Companhia das Letras, 1991.
  • VERNET, Juan. As Origens do Islã. São Paulo: Globo, 2004.
  • LIVRO DAS MIL E UMA NOITES. Tradução de Mamede Mustafá Jarouche. São Paulo: Biblioteca Azul, 2015.
  • O ALCORÃO. Tradução de Mansour Challita. Rio de Janeiro: Record, 2002.

Sugestões de vídeos:

Sugestões de filmes:

Sugestões de links:

Sugestões de games:

  • Márcio José Pedroso Dias

    Caros Scicasters.

    Excelente episódio. Nós como brasileiros e cristãos ainda vemos o mundo muçulmano como algo distante e exótico. Parabéns pela iniciativa de trazer um pouco de informação para os ouvintes.

    Como complemento, recomendo ouvir a segunda temporada do Projeto Humanos, de portal Anticast, de Ivan Mizanzuk. Explica muito do mundo muçulmano, da Guerra na Síria e da crise de refugiados. É uma pequena maratona de 13 episódios, mas duvido alguem vai se cansar.

    E se prepare para chorar igual criancinha no 14o episódio “Querido Adam”.

    http://anticast.com.br/2016/03/projetohumanos/projeto-humanos-11-o-peso-do-veu-s02e01/
    http://anticast.com.br/2016/03/projetohumanos/projeto-humanos-12-sharia-lei-islamica-s02e02/
    http://anticast.com.br/2016/03/projetohumanos/projeto-humanos-13-uma-jihad-s02e03/
    http://anticast.com.br/2016/03/projetohumanos/projeto-humanos-14-melhor-ordem-s02e04/
    http://anticast.com.br/2016/04/projetohumanos/projeto-humanos-15-o-interrogador-s02e05/
    http://anticast.com.br/2016/04/projetohumanos/projeto-humanos-16-caca-ao-terrorista-s02e06/
    http://anticast.com.br/2016/04/projetohumanos/projeto-humanos-17-uma-primavera-no-egito-s02e07/
    http://anticast.com.br/2016/04/projetohumanos/projeto-humanos-18-duas-vidas-sirias-s02e08/
    http://anticast.com.br/2016/05/projetohumanos/projeto-humanos-19-o-inverno-arabe-s02e09/
    http://anticast.com.br/2016/05/projetohumanos/projeto-humanos-20-ser-refugiado-s02e10-2/
    http://anticast.com.br/2016/08/projetohumanos/projeto-humanos-21-passaporte-para-o-inferno-s02e11/
    http://anticast.com.br/2016/09/projetohumanos/projeto-humanos-22-dias-de-inferno-na-siria-s02e12/
    http://anticast.com.br/2016/09/projetohumanos/projeto-humanos-23-fugas-e-lutas-s02e13/
    http://anticast.com.br/2016/09/projetohumanos/projeto-humanos-24-querido-adam-s02e14/

    • leoniscarlotis

      Lembrei na hora desta temporada do projeto humanos com esse ep. do scicast também!

    • Dany Madrid

      Excellent!

  • اشتريت الجمل التي لديها الكثير من انتفاخ البطن

    • Zé Barreto

      Coitado do camelo…

  • Josyane Carla
    • Oi Thiago. Não foi uma canelada não: o calendário judaico é Solar e Lunar (alguns chamam de lunisolar). O ano é baseado no ciclo solar, os meses na lua. Diferente do calendário Islâmico que é apenas lunar. Eu pensei em explicar isso no cast, mas achei q apenas iria tirar o foco do que estava sendo dito na hora.

  • Adriano Neves

    conheci o scicast a poucas semanas, vcs me faz rir nos momentos dificeis q estou passando (desempregado) vou aprender a programar pra me recoloca no mercado de trabalho e depois desistir e vira surfista kkkkk

    abraço vcs me acompanha na minha corrida diaria e deixa ela menos chata.

    beijos e abraços.

  • Prezados Scicasters,

    Gosto muitíssimo do trabalho de vocês e constantemente indico episódios do scicast para meus alunos. Entretanto há algum tempo surgiu um pequeno problema. Até alguns meses atrás havia uma aba no lado direito do site que nos permitia achar todos os episódios anteriores do podcast (que são um verdadeiro tesouro). Infelizmente esta aba foi retirada e hoje é muito difícil navegar de forma rápida e objetiva para episódios anteriores, especialmente se estamos procurando por um assunto específico. Por favor, se possível for, recoloquem a aba e aliviem nossa dor (pra rimar, hehe).

    Um forte abraço!
    .

  • Thiago de Melo Costa

    Muito interessante o cast,

    Só uma “canelada” o calendário judaico também é lunar e não solar como dito no cast.

    Quando citaram das proximidades Entre as religiões faltou falar que o cristianismo surgiu como uma divisão dentro do judaísmo e os islamistas se veeem também como descendentes de Abraão porém não da origem de Isaque, mas de Ismael, por isso muitas das proximidades.

    Houveram também algumas citações a cristianismo que há muitos historiadores que defendem de forma diferente e quase como mitos, como a Bíblia “criada” nos anos 300, quando ela foi oficializada com escritos que já eram aceitos desde o ano 100,mas por uma religião de escravos, servos e perseguidos e por isso não organizada e oficializado até então. A criação do Jesus Deus, quando não só ele se dizia Deus, como seus contemporâneos entendiam isso, se chamar de “Eu Sou” é mais do que suficiente para se dizer Deus,os evangelhos e cartas Paulina’s também já dão essa conotação da divindade de Jesus, e isso muito antes da oficialização do cristinismo.

    Gostaria de um cast sobre Bibliologia ou história do cristianismo,mas seria legal com historiadores, sérios também, mas cristãos e que poderiam ajudar o cast com outras correntes.

    Assim como nesse episódio seria legal se tivesse algum historiador árabe, ou muçulmano como convidado

    Parabéns obrigado pelo ótimo trabalho

  • Darley Santos

    Muito interessante conhecer essa parte da História, que muito nos diz nos dias de hoje, neh?! Ou não? Bom, apesar de serem todas religiões abraâmicas, as três irmãs são totalmente diferentes em suas verdades mais profundas e dogmas, apesar de comungarem de certos aspectos básicos monoteístas. Confesso um sentimento que tive escutando, pode ser uma coisa totalmente babaca: achei bem desconexo e alheio falarem do islamismo sem mencionar o terrorismo islâmico; tentei pensar, “não, esse não é o foco, só estão falando das origens da religião” e talz, mas mesmo assim ficou aquele incômodo… Pois, salvo loucos isolados, acho difícil imaginar grupos de terroristas judeus ou cristãos, mas terroristas muçulmanos já se tornou uma coisa tão típica e afim do islamismo e com bom respaldo nas palavras do profeta… O Islamismo é um religião de paz, não só para os seus mas para a humanidade??

    • Oi Darley. Terrorismo, intolerância e violência não é nem um pouco exclusivo da religião islâmica. A história é recheada por movimentos desse tipo sob demais religiões. Vou citar alguns rapidamente:
      Zelotes – movimento terrorista judeu do séc I (o texto inicial do cast de Terrorismo é justamente de um relato das ações deste grupo)
      Cruzados – movimento católico dos séc XI-XIII que perpretou muita barbárie em nome da religião.
      Inquisição – movimento católico que inicia no séc XII e vai até o séc XIX, que fazia atrocidades em nome de sua religião para perseguir supostos praticantes de bruxaria.
      Ku Klux Klan – movimento protestante do séc. XIX que fazia toda sorte de terrorismo contra negros, judeus e católicos
      Quando entramos no séc. XX daí tem uma infinitude de movimentos terroristas. Para não alongar muito vou citar só alguns aqui:
      Sikrikim: Judeus ortodoxos
      Kach and Kahane Chai: Judeus
      Brit HaKanaim: Judeus ortodoxos
      Gush Emunim Underground: Judeus
      Grupos Anti-Balaka: cristãos

      • Darley Santos

        Realmente não sei se todos esses grupos judeus ou cristãos são comparáveis ao terrorismo islâmico… A Nova História parece explicar e dar um outro peso pra eventos como a Inquisição – qual a exata parcela de culpa dos cristãos católicos na contabilidade de mortos? Dizem que “bem pouco”, parece que 1 ou 3%! E o conceito de guerra defensiva na questão dos Cruzados? Não pensava os Zelotes como terroristas, mas como um grupo nacionalista de luta armada contra o império romano. A Ku Klux Klan… é simplesmente uma aberração! Acho que não dá pra nivelar tudo numa coisa só, e o terrorismo islâmico possui características peculiares e representa uma ameaça contra toda a civilização ocidental. Só acho.

        • Antonio Amaral

          Pense que o primeiro atentado terrorista moderno (ou seja que se dedicava a atacar civis e criar um clima de medo na população), foi o Atentado a bomba no hotel King David em Jerusalém pelos judeus sionistas do Irgún.
          E AI?

          • Darley Santos

            Você quis dizer que também há fanáticos judeus? Ora, há pessoas fanáticas em todos os lugares. Mas ainda acho, e somente acho, que não são comparáveis… A motivação do terrorismo islâmico, bem como seu modus operandi, o tornam único e difícil de ser comparado. Mas o politicamente correto está forçando a barra como sempre querendo impor a auto-censura de se falar certas coisas, pois bem… Não dá pra nivelar coisas qualitativamente diferentes, e coloca-las numa mesma fôrma…

          • Carlito Alves

            Acho que e só aquele preconceitozinho dentro da gente que ta falando mais alto em você mas não se preocupe somos bombardeados de informações ruins sobre os islâmicos a anos isso junto com a falta de conhecimento sobre a religião deles e a região realmente nos faz achar isso mesmo mas como eu aprendi com o tempo não são nada diferentes de nos.

  • Bruno Fernandes

    Eu tenho uma reclamação a fazer! Eu sou patrono do SciCast há ano(s?) e na leitura de patronos do SciCast vocês só lêem meu nome sem fazer nenhuma brincadeira. Eu poderia facilmente ser parente do Tarik Fernandes. Como vocês vão saber se não perguntarem?

    • Fernando Malta

      Hahahahahah, farei QUESTÃO de pontuar isso na próxima leitura, primo-de-terceiro-grau do Tarik! ;-)

    • Dany Madrid

      Confira a próxima leitura de e-mail <3

  • Manuel Macias

    Conheci o scicast há algum tempo, mas só comecei a ouvir o podcast essa semana (férias do trabalho). Esse episódio foi excluído? Percebi que o episódio de agricultura tbm não se encontra lá.

    Onde eu posso saber mais informações sobre essas coisas? Vocês avisam os motivos de exclusão?

    • Fernando Malta

      Oi Manuel, era erro no site mesmo. Já estão lá pra você ouvir no site. ;-)
      Obrigado por avisar!

  • Guilherme D’Aragão

    Senti falta de um ponto de vista econômico disso tudo. Qualidade do cast impecável, mas acho que só teriam a ganhar adotando uma visão mais palpável como economia.

%d blogueiros gostam disto: