Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

Doze previsões futurológicas (já que qualquer um diz qualquer coisa mesmo!)

por em 05/11/2018 | Nenhum comentário

Doze previsões futurológicas (já que qualquer um diz qualquer coisa mesmo!)

Tempos atrás, tive uma conversa muito produtiva com alguns companheiros aqui do Portal no nosso grupo secreto de WhatsApp sobre futurologia, cool hunting, e coisas deste tipo. A conversa começou porque comentei meu interesse cada vez maior por temas nesta linha, tentando antecipar tendências profissionais, rupturas sociais, etc. Apesar de já ter sido comparado àquele velhinho que sobe no caixote e grita que o fim está próximo por uma de minhas alunas, eu explico que faço isso porque sou pai de duas crianças pequenas que vão encarar, como adultos, daqui a 20-25 anos um mundo diferente. Além disso, como professor universitário, tenho o dever de tentar transformar jovens que optam pelo ensino superior em excelentes profissionais. E formação profissional exige não só conhecimentos técnicos precisos como habilidades sociais refinadas, uma vez que não vivemos isolados. Assim, nada mais natural do que eu ocupar uma boa parte do meu tempo pensando neste tipo de coisa. Eu bem poderia pegar minhas constatações, virar consultor e ganhar milhões, mas como sou bonzinho, vou compartilhar com os meus três leitores assíduos as conclusões a que cheguei.

Leia mais...

De onde ele vem? O que faz? Do que se alimenta? A maravilhosa história de Nassim Nicholas Taleb narrada por um de seus maiores fãs

por em 03/10/2018 | Nenhum comentário

De onde ele vem? O que faz? Do que se alimenta? A maravilhosa história de Nassim Nicholas Taleb narrada por um de seus maiores fãs

Polêmico. Ciclotímico. Grosseiro. Charlatão. Estes são só alguns dos adjetivos pouco amistosos que você encontra ao procurar um certo nome de origem libanesa pelas Internets mundo afora. Não discordo de nada disso. Ele é tudo isso, sim, tenho que admitir. E digo mais, existem outros atributos que podem ser dados ao indivíduo em questão: brilhante, “fora-da-curva”, magnífico, gênio. O fato é que os primeiros não invalidam os segundos, uma vez que o senhor de quase sessenta anos ao qual me refiro é, até prova em contrário, um ser humano. Nesta longa semana de pensamentos nebulosos e paixões exacerbadas, na qual prevejo que ouviremos várias vezes os dois tipos de predicados usados para diferentes pessoas, resolvi escrever um texto sobre um dos meus ídolos intelectuais. Um sujeito cujos raciocínios foram fundamentais para que eu tirasse meus antolhos e passasse a enxergar o mundo em trezentos e sessenta graus. Sim, falarei de ninguém menos do que Nassim Nicholas Taleb.

Leia mais...

Radicalismo ideológico, os chifres do Megaloceros e a cama de Procusto

por em 18/09/2018 | Nenhum comentário

Radicalismo ideológico, os chifres do Megaloceros e a cama de Procusto

No Brasil, todo ano terminado em número par tem a capacidade de mexer com as emoções de milhões de pessoas, seja pelos eventos esportivos que ocorrem na metade do ano, seja pelas disputas eleitorais que ocorrem mais para o final. Neste ano da graça de 2018, tenho certeza que o segundo grande evento tem um potencial emocional muito maior do que o embate esportivo: em outubro, teremos eleições gerais, sendo a eleição presidencial a mais visada e discutida. Se em 2014 a disputa pelo cargo de mandatário máximo de nossa gloriosa nação já foi quente no mundo internético, agora a tendência é termos temperaturas de Super Nova à medida que o candidato X ou Y disparar/encolher nas intenções de voto. Por isso, a poucos dias das eleições, resolvi escrever este pequeno ensaio, não sobre política em si, mas sobre o radicalismo de ideias que vem tomado corpo na sociedade, não só no Brasil, mas também no mundo todo. Este talvez seja o meu texto mais filosófico e viajandão até agora, portanto leia por sua conta e risco!

Leia mais...

A incrível história de um palheiro onde o Brontossauro e a galinha com dentes contemplavam o sorriso do flamingo dando vivas ao equilíbrio pontuado do polegar do panda servindo chá ao ilustre Stephen Jay Gould

por em 01/08/2018 | Nenhum comentário

A incrível história de um palheiro onde o Brontossauro e a galinha com dentes contemplavam o sorriso do flamingo dando vivas ao equilíbrio pontuado do polegar do panda servindo chá ao ilustre Stephen Jay Gould

Nesta semana temática sobre evolução, não poderia, em hipótese nenhuma, furtar-me de escrever sobre o cientista que mais influenciou a minha vida acadêmica dentro da Biologia, desde os meus tempos de calouro magrelo e espinhento dos primeiros semestres do curso. Graças a este senhor, cuja biografia deitarei ao papel em instantes, hoje mantenho abastecido este nobre espaço do Portal Deviante com textos sobre os mais variados temas, sempre enveredando, obviamente, para o lado biológico dos tópicos tratados. Ou seja, para o bem e para o mal, hoje eu escrevo minhas groselhas por aí porque tenho como objetivo de vida ser igual ao maior cientista evolutivo que o mundo já viu na segunda metade do século XX: Stephen Jay Gould.

Leia mais...