Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

Mineração e a História das Sociedades

por em 25/11/2021 em Ciência, Notícias | Nenhum comentário

Mineração e a História das Sociedades

Como se deu o inicio da mineração para o homem e uma pequena parte da evolução do conhecimento.

A história da humanidade começa a ser contada de forma escrita a partir da Idade Antiga (4.000 a.C.), porém as civilizações vêm evoluindo desde muito antes. Apesar de não haver livros contando, existem registros históricos que mostram a evolução das civilizações primitivas e sua intrínseca relação de utilização dos recursos minerais para desenvolvimento.

Desde os primórdios da civilização o ser humano já fazia ensaios sobre o uso dos minerais e rochas visando o subsequente uso desses recursos para suas atividades do cotidiano. Mesmo sem saber como classificar aquelas substâncias, o homem primitivo iniciou os processos de mineração, utilizando fragmentos de rocha tipo o quartzo, como ferramentas de corte ou ponta de lanças para caça, em uma era que ficou conhecida com Era da Pedra Lascada ou Paleolítico, período da história que ocorreu a 2,5 milhões de anos atrás.

Nesse período o uso dos recursos era mais rudimentar e objetivo, buscando viabilizar o estilo de vida nômade da civilização, baseada principalmente em instrumentos de caça e guerra para sua sobrevivência.

Após a transição cultural de nômade para residência fixa e o surgimento da agricultura, entramos no período da Pedra Polida ou Neolítico (10.000 a.C. – 3.000 a.C.). Essa mudança foi estimulada devido a processos naturais que o planeta Terra sofreu, devido à saída de um período glacial (cerca de 12.000 a.C) e em decorrência disso houve um aumento da temperatura média global, inundações, surgimento de novas terras e maior estabilidade climática e das estações do ano.

Devido a isso, nesse período, com o início de uma organização, a sociedade desenvolveu métodos de polimento de rochas que seriam usadas como um princípio de roda rudimentar para moer grãos e sementes e assim desenvolver a agricultura, ou ainda um carro de boi. Nesse mesmo período é de conhecimento das primeiras pinturas rupestres, com a utilização de pó de rocha rica em ferro, que fornece a coloração avermelhada, tão comum nessas primeiras artes. Outra utilização é do caulim, que é originado de um mineral bem friável, a caulinita, com a qual podemos desenvolver em pinturas na cor branca.

Após esse período se dá o início das primeiras fusões de minerais (metalurgia) para dar início à formação de ligas metálicas, gerando como resultado o bronze, que nada mais é do que uma liga metálica de cobre e estanho. Com essa técnica começa assim um novo período, a da Era dos Metais como ouro, cobre e prata, sendo os primeiros metais usados pelas civilizações antigas, muito facilitado pelas ocorrências de ambos como pepitas de metais nativos. A habilidade de lidar com esses metais aumenta a precisão das ferramentas e armas, facilitando as atividades relacionadas à agricultura e pecuária, além de vantagens em disputas por territórios.

Somente 7.000 anos depois o minério de ferro, como liga, começou a ser amplamente utilizado, incialmente tendo como principal fonte para ser encontrado e explorado em meteoritos, adquirindo uma importância acima do normal pela ocorrência não usual e sendo posteriormente substituído por fontes convencionais, as minas de ferro, destacando o Brasil como principal fornecedor de minério de ferro para o mundo.

Com a evolução do conhecimento geológico da humanidade, passando pelas revoluções industriais e o desenvolvimento do conhecimento científico, hoje o ser humano utiliza uma gama enorme de fontes de minerais, sejam eles para agricultura no uso como fertilizantes ou até em usos mais específicos em naves espaciais ou chips para equipamentos especiais que se utilizam de elementos raros, como neodímio e nióbio.

A área de exploração mineral sempre foi uma importante ferramenta para desenvolvimento da sociedade e isso só tende a aumentar com a busca por novas fontes de recursos minerais e evoluções tecnológicas, é por isso que as Ciências da Terra estão sempre buscando aumentar a capacidade de entendimento na pesquisa mineral e na sua busca por novas descobertas em termos de depósitos, seja com a evolução de técnicas de pesquisa, de geofísica ou geoquímica para aplicação em campo ou estudando as variações de mercado e acompanhando as mudanças na ecônomia mineral do Brasil e do mundo.

Fontes:

(https://pt.wikipedia.org/wiki/Idade_dos_Metais ).

(http://www.dnpm.gov.br/dnpm/informes/informe_mineral_2014-02.pdf ).

 


Canal Geologia Geral. Canal dedicado à divulgação científica sobre o planeta e processos geológicos.

Youtube.com/geologiageral

Instagram.com/geologiageral

Anchor.fm/geologiageral

Modo Noturno