Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

Ciência no mundo comum e a divulgação científica

por em 15/06/2022 | Nenhum comentário

Ciência no mundo comum e a divulgação científica

Pensar o conhecimento científico e formal hoje deveria sempre significar pensá-los no mundo. Não fora dele, nem longe de quem vive nele, como se fossem certezas absolutas, ou verdades divinas, mas a partir de problemas reais das pessoas que vivem no mundo, e para essas mesmas pessoas.

Quem sabe, justamente porque por muito tempo esse conhecimento circulou apenas nos corredores das universidades e nos laboratórios, sendo restrito àqueles letrados e especialistas, é que o discurso da ciência, e aqueles conhecimentos ditos óbvios, não mais permeiam a vida das pessoas no meio comum.

Leia mais...

Educação pública: entenda porque a escola faz sentido para quem gosta de ciência e democracia

por em 28/03/2022 | Nenhum comentário

Educação pública: entenda porque a escola faz sentido para quem gosta de ciência e democracia

A educação pública, mais próxima do que podemos pensar nos termos da atualidade, surgiu num contexto revolucionário, na França do século XVIII. Foi naquele momento de otimismo iluminista que algumas pessoas decidiram viver sob uma nova organização política e projetaram-na para o futuro das novas gerações. Os franceses, ao proclamarem a república democrática, também fizeram grandes apostas. Apostaram, por exemplo, que o esclarecimento de um povo pudesse garantir melhor qualidade para sua convivência em âmbito público.

Leia mais...

Fascismo e ciberespaço

por em 07/10/2021 | Nenhum comentário

Fascismo e ciberespaço

A temática do fascismo na atualidade tem assumido um tom quase obsessivo, tamanha é a desconfiança e o medo de que “Auschwitz se repita”, para usar uma expressão de Theodor Adorno. Tanto o fascismo italiano de Benito Mussolini, como o nazismo antissemita de Adolf Hitler, ocorreram ao longo de três décadas e, ainda que tenham sido derrubados em suas formas estatais correspondentes, ambos estão longe de ser fenômenos superados. Isso porque o fascismo não é apenas um fenômeno político específico daquelas sociedades que, em meio a suas crises, foram seduzidas a uma estrutura política totalitária. Mais que isso, é uma tendência eterna inerente às estruturas da razão do ser humano, como uma espécie de tentação que sempre esteve presente, desde os primórdios da humanidade e podem ser evidenciados na atualidade.

Leia mais...

Viagem no tempo e o paradoxo do conhecimento

por em 02/09/2021 | Nenhum comentário

Viagem no tempo e o paradoxo do conhecimento

A possibilidade de viajar no tempo, tanto para o passado quanto para o futuro, sempre foi uma grande conjectura.  Então estamos aqui pensando no território do “e se”. Mas só pensamos nisso pois estamos vivendo na lacuna que há entre o passado e o futuro, chamada de presente. É o espaço do existir e do pensar em que estamos que nos permite pensar o passado e o futuro, porém, se quiséssemos sair desse ponto que permite a projeção ao infinito – seja em direção ao que já foi ou ao que ainda não aconteceu –, não estaríamos mais sobre efeito nenhum do passado nem do futuro. Logo, estaríamos num âmbito metafisico, espaço reservado aos deuses, quem sabe, longe do real e desligados do mundo da vida.

Leia mais...
Modo Noturno