Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

Scicast #157: Açúcar

por em 7 07America/Sao_Paulo outubro 07America/Sao_Paulo 2016 em Ciência, Destaque, Scicast | 60 comentários

Scicast #157: Açúcar

Sejam bem vindos Deviantes e Derivadas a mais um SciCast!

Essa semana vamos falar de uma mercadoria que nasceu luxuosa e hoje é um produto acessível, acessível demais alguns diriam… O pó branco capaz de criar incríveis sensações, de alterar seu estado de espirito e não, não estamos falando de nada ilegal. Os SciCasters se uniram, afinal a união faz o açúcar, para falar desse incrível produto!

Quais os tipos de açúcar? Ele é realmente necessário ao ser humano? Que benefícios ele nos traz? Que malefícios? E, principalmente, um torrão ou dois senhor?

capa157

CloudRadio: Inscrição para o Programa BETA.

Sobre o Encontro Podcast:
No fim de semana (3 e 4 de dezembro) faremos um grande encontro na CCXP com muitos amigos podcasters;
Vai ser um grande bate papo e reuniremos no palco e no mesmo ambiente diversos podcasters do Brasil todo;
É a oportunidade de conhecer pessoalmente o seu podcaster preferido, fazer muita bagunça e provar que o podcast é sim, uma mídia incrivelmente forte;
Vamos encher as redes sociais com a #EncontroPodcast e fazer muito barulho, porque vai ser épico!

Publicidade:

  • Continuando a série Monsters of Science em grande estilo a Loja SciCast lança a camiseta Einstein Kiss, está esperando o quê pra pegar a sua?

IMG-20160809-WA0008

  • Ao lado de um dos mais conhecidos  cientistas da história da humanidade, temos uma das maiores e mais importante cientista na camiseta Marie Curie and the Radioactivity Experience, dentre muitos outros itens imperdíveis.

Contato Comercial:

Quer anunciar seu produto, marca ou serviço aqui no SciCast? Entre em contato:

Redes Sociais:

Aperte o pause:

Produção Geral: Tarik FernandesHosts: Fernando Malta e Marcelo Guaxinim. Edição: Talk’ nCastEquipe de Gravação/Pauta: Marcelo Rigoli, Willian Spengler e Natalia Nakamura. Arte da Vitrine:Google  imagens

 

Comentado no Episódio:

 

Sugestões de literatura:

AVANCINI, Elsa Gonçalves. Doce inferno: açúcar, guerra e escravidão no Brasil holandês (1580-1654). São Paulo: Atual, 1992.

CASCUDO, Luís da Câmara. História da Alimentação no Brasil. São Paulo: Global Editora, 2011.

FLANDRIN, Jean Louis & MONTANARI, Massimo. História da Alimentação. São Paulo: Estação Liberdade, 2003.

MELLO, Evaldo Cabral de. Olinda Restaurada – Guerra e Açúcar no Nordeste, 1630-1645. Rio de Janeiro: Forense-Universitária, 1975.

MELLO, Evaldo Cabral de. O Negócio do Brasil – Portugal, os Países Baixos e o Nordeste, 1641-1669. Rio de Janeiro: TopBooks, 1998.

ORNELLAS, Lieselotte Hoeschl. A Alimentação Através dos Tempos. Florianópolis: UFSC, 2008.

RAMOS, Fábio Pestana. No Tempo das Especiarias: o império da pimenta e do açúcar. São Paulo: Contexto, 2004.

Westwater, M. L., Fletcher, P. C., & Ziauddeen, H. (2016). Sugar addiction: the state of the science. European Journal of Nutrition, 1-15.

 

Sugestões de vídeos:

Série Cultura do Açúcar

Da série “Maravilhas Moderna”, do History Channel, episódio sobre o açúcar

História – Cultura do açúcar no Brasil e no mundo

Da série “Histórias do Brasil”, da TV Brasil, episódio intitulado “Guerra pelo Açúcar”

Manual do Mundo – Descubra a quantidade de açúcar nos refrigerantes

Para as crianças, episódio da série “De onde vem?” sobre o açúcar

Episódio “Ajudando a Espécie” (Rabbit’s Kin), do Pernalonga, com o clássico “Quantos torrões você quer?”

Episódio “Os Parentes”, do Pica Pau, com o clássico “Um mergulhinho, dois mergulhinhos…Não esbanje meu açúcar!”

Documentário Muito Além do Peso

 

Sugestões de links:

Revista de História da Biblioteca Nacional, ed. 94: “Civilização do Açúcar – da Colônia ao etanol”

Fotos com as ruínas do primeiro engenho de cana de açúcar do Brasil

Sociedade Brasileira de Diabetes

 

  • Pa-kua, popularmente conhecido como “fraude marcial”.

  • Willian Spengler

    Falha de caráter incorrigível não ter mencionado dois clássicos absolutos, atemporais, quando se fala em açúcar:

    Pernalonga – Ajudando a Espécie – “Quantos torrões você quer?”

    https://www.youtube.com/watch?v=4Cfx7FTf6OA

    Pica Pau – Os Parentes – “Um mergulhinho, dois mergulhinhos… Não esbanje o meu açúcar!”

    https://www.youtube.com/watch?v=n7RjpgHmS1Q

    • Gabriel Eiji Uema Martin

      Mas o do Pica pau foi citado.

      • Willian Spengler

        Mas eu postei o vídeo antes de ouvir o cast…. :)

        • Gabriel Eiji Uema Martin

          Conclusões precipitadas levando a erros como sempre :v

          • Willian Spengler

            Até pq se o Pica Pau tivesse comunicado à polícia, nada disso teria acontecido…

  • Jonas Ramos

    Meu Deus, vão passar o programa inteiro caluniando a Jujuba!

    • Juliana Vilela França

      mas eu sou inocente!!! XD

  • Paola

    Gente quero ver vocês na Comic Con!!! Não esqueçam de avisar pra gente qual dia e qual horário a gente vai conseguir ver vocês !! <3

    • Juliana Vilela França

      Provavelmente estaremos lá no fim de semana Paola <3

  • Yuri Real Franco

    Caramba. O que dizer deste ep que não ouvi e já considero pacas?! Suponho que, pela extrema qualidade de sempre, esteja ótimo.

    Não sei se citaram, mas #LowCarbHightFat é vida! Não precisamos do açúcar refinado pra nada!

    • +1 para um episódio sobre ciência na nutrição e os erros históricos que ainda são cometidos (gente, pode comer ovo, bacon, gordurinha da picanha, isso não engorda, nem entope as artérias ;)

      Só não me venha com pão integral! =P

      • Yuri Real Franco

        Opa!! Isso aí! E indico para convidarem o Dr. José Carlos Souto(Médico urologista e um dos profissionais mais respeitados do país na área de nutrição e saúde, querer dar carteirada, mas já dando kkk). Por favor!! Nunca te pedi nada!

      • Yuri Real Franco

        Opa!! Isso aí! E indico para convidarem o Dr. José Carlos Souto(Médico
        urologista e um dos profissionais mais respeitados do país na área de
        nutrição e saúde, sem querer dar carteirada, mas já dando kkk). Por favor!!
        Nunca te pedi nada!

        • Anthenor Júnior

          POR FAVOR!!! Pensei que fosse só eu que achasse que o SciCast não pode ignorar a zona livre de evidências que é a área da nutrição, e se não tiverem por dentro comecem pesquisando Dr. Souto que já é o melhor começo.

  • Johny W. Alves

    “Pó branco da alegria” ehheehehehehh

  • sapobrothers

    Ter ouvido o podcast com fome não foi uma boa ideia.

  • Parei de escutrar quando ouvi a palavra “diabetes” pulei até os e-mails hehehehe

    • Marcelo Rigoli

      Era Tia Bete, pode voltar e ouvir que tá tranquilo

  • Jonathan Rocha

    ótimo episódio, mas ficou umas dúvidas, no caso do seu uso antigo na medicina, nos dias de hoje ainda é recomendado, para acalmar,sempre ouço dizer para quem está nervoso tomar agua e açúcar para acalmar, nesse caso, é pseudo-medicina, homeopatia ou tem algum efeito real? e outra é sobre o consumo frequente e o sobrepeso das pessoas, tem efeito direto ou é porque coisas doces possuem também gorduras etc e esses outros ingredientes que realmente engordam as pessoas? e se você interromper o uso de açúcar mas continuar com o resto, como alguns fazem cortando açúcar da alimentação, pode emagrecer? desculpem o textão, e parabéns a todos pelo excelente cast, abraços.

    • Não, é o carboidrato que faz engordar, não a gordura (isso mesmo, não é a gordura da picanha, o bacon, o ovo, a manteiga, nem nada disso – isso tudo é saudável, até reduz o risco de acidentes cardiovasculares).

      Eu pessoalmente consumo muita gordura e pouquíssimo carboidrato, sou bem magro (e cada vez peso menos) e minhas taxas de sangue (colesterol, triglicerídeos, glicose) são excelentes (medidas mês passado, com elogio da médica).

      Para saber mais, acesse o site do Dr. Souto: lowcarb-paleo.com.

      Lá tem os artigos científicos de ensaios clínicos randomizados que mostram isso.

      Por exemplo: http://www.lowcarb-paleo.com.br/2016/08/mais-de-50-ensaios-clinicos-randomizados.html

      • Jonathan Rocha

        Entendi João, Valeu!!!!!!

      • Pedro Lucas

        como assim…? acho q vc esta redondamente enganado, viver sem carboidratos eh especialmente danoso ao corpo humano, por isso q vc deve esta magrinho, a gente gasta muito mais energia pra quebrar proteínas em glicose, quero ver como tah suas enzimas marcadoras de dano celular, tipo TGO, TGP e gamaGT… E o cara q faz pseudociência q vc tah fazendo propaganda ai, devia esta preso…

        • Mas Pedro, eu não disse para “viver sem carboidratos”. Disse que como “pouquíssimo” carboidrato. Quanto? 80 g por dia, aproximadamente (no meu caso, né).

          Agora, quando se fala em low (baixo) carb, a dieta típica é de 30 g a 50 g de carbs por dia, mas outros consideram também até 150 g como baixo. Então, não tem nada de “viver sem carboidrato”, e sim reduzir bastante (considerando que a maioria da população come muito mais que isso).

          Normalmente, é indicado essa alimentação somente por 30 dias, a depender do caso e do objetivo de cada um.

          Esses 30 dias é uma fase de adaptação do corpo, justamente para começar a tentar cortar esse vício de açúcar e perder uma boa quantidade de peso no início. Depois, vai acrescentando aos poucos, voltam as frutas, o queijo, pode até voltar um doce de vez em quando, caso queira.

          O que eu posso te mostrar não é um, mas 50 artigos mostrando a eficiência dessa dieta de baixo carboidrato no quesito emagrecer:
          http://www.lowcarb-paleo.com.br/2016/08/mais-de-50-ensaios-clinicos-randomizados.html

          No quesito emagrecer com saúde, eu não posso ficar botando vários links aqui senão o Disqus pode considerar este meu comentário como um SPAM. Mas vários artigos com ensaios clínicos randomizados estão disponíveis lá no site do lowcarb-paleo.com.

          Sobre “quebrar proteínas em glicose”, eu realmente nunca ouvi falar disso (não de exatas, sou curioso dessa área de saúde). Que eu saiba, só se quebra carboidratos em glicose.

          E realmente não conheço esses exames.

          Vc consegue achar um artigo com ensaios clínicos randomizados mostrando que comer 150 g, 50 g, 30 g de carboidratos ao longo de 30 dias é “danoso ao corpo humano”?

          E sobre fazer pseudociência, aí teria que argumentar contra os artigos publicados nas revistas de alta qualidade na área, e não contra a pessoa. Acho que nisso vc concorda, nada de ataque ad hominem.

          Sugiro então olhar os artigos divulgados lá, ter humildade em considerar que muitas coisas que você sabia podem estar erradas e argumentar contra os artigos e os resultados publicados.

          E mais: você sabia que o próprio fígado produz glicose? (procura lá no site do Dr. Souto). Mesmo se você ficar alguns dias sem comer carboidratos, o fígado irá produzir por conta própria. Essa é uma boa resposta quanto ao argumento que “precisamos de carbs para alimentar o cérebro”. Sim, e o nosso copo já produz.

          No mais, pense em povos que por séculos não tinham acesso a alta quantidade de carboidratos, como os esquimós. Como eles sobreviveram por tanto tempo comendo pouco carbiodrato?

          • Pedro Lucas

            Cara, eu poderia mostrar tbm o mesmo numero de artigos pro homeopatia em revistas renomadas, eh o consenso cientifico q eh o importante, e acredite, dessa área eu entendo bem, sou formado em biomedicina, trabalhei com analises clinas, conheço de perto oq é aceito, estudei muito, e esse assunto tbm, jah ate levei esse assunto pra sala de aula na época, o importante eh q foi esse cara ai q eu citei, então acho q naum cabe um como argumentum ad hominen quando eh verdade… e cara(prefiro naum dizer seu nome pra naum parecer pessoal), a parte de produzir por conta própria, ce deve tah falando da Gliconeogênese neh, talvez neh, uma dica, nada no corpo humano vem do nada… pois eh, dah pra ver o quanto vc e ele entendem do assunto bioquímica e o tal mapa metabólico… hahahahaha…

          • Então, consenso científico… Qual o percentual de artigos que mostram que uma dieta (estou falando aqui de redução de peso com saúde) de baixa gordura é mais aconselhável em relação a uma de baixo carboidrato? Se é consenso, é um percentual, o quê, de 70%, 80%? Vc já fez ou já viu esse levantamento?

            Na minha visão cética, para afirmar que “a maioria”, “é consenso”, “quase todo mundo”, etc, é preciso mostrar evidências. Na “bolha” que vivo, não tenho essa visão de que o consenso é que comer baixo carboidrato é uma dieta mais eficiente a longo prazo e mais saudável também.

            Se tiver evidências, mande por favor, gostaria de ler! (Não estou sendo sarcástico, eu realmente gosto de ler sobre esse assunto.)

            E se é verdade que o Souto é um falsário, por favor, argumente no blog dele seus pontos que eu quero acompanhar! Ele geralmente responde e rápido. Eu acho que falsários, ainda mais atentando contra a saúde, devem ser desmascarados, mas com evidências sempre, para não ficar o disse me disse.

            É a gliconeogênese sim. Não, não vem do nada. E? Qual a questão exatamente? Lembre-se: não estou falando em nenhum momento de viver sem carboidrato!

            Como eu disse, eu não entendo NADA de bioquímica. Não precisa rir de mim por isso. =)

            Se puder, gostaria de aproveitar seu conhecimento de glconeogênese para entender como exatamente vc diz que ele é um divulgador de pseudociência analisando esse texto aqui:
            http://www.lowcarb-paleo.com.br/2013/09/por-que-glicemia-de-jejum-pode-aumentar.html

            (Novamente, não estou sendo sarcástico! Não tenho como duvidar de sua competência e conhecimento!)

            Abraços!

          • Pedro Lucas

            começa pela matéria bioquímica… uma coisa q eu aprendi com a ciência, eh q a gente naum discuti assuntos q nós naum temos domínio, pq isso eh acreditar e naum saber…

            Oq adianta ir lah dizer algo, tantos pseudociêntistas das mais variadas áreas ainda estão aí, independente de qualquer questionamento…

            Gostou da gliconeogenese neh…!? estuda aí a bioquímica, e vc vai ver o quanto eh custoso pra fazer atp a parti duma proteína…

            E cara, blog naum serve de referência, tenta ler os princípios de bioquímica do Lehniger de Nelson e Cox, bioquímica de campbell, bioquímica básica de Anita marzzocco e por aí vai…

    • Marcelo Rigoli

      Excelente pergunta @disqus_MYYsnicMGG:disqus !
      Posso falar sobre o efeito calmante. O que acontece é que muitas vezes a privação de açúcar (que pra nós não precisa muito pois o nosso consumo basal é altíssimo) gera sintomas de abstinência. Nesses sintomas, mesmo que leves, estão esse “nervosismo” ou ansiedade e num primeiro momento suprir essa necessidade com uma boa dose de açúcar vai de fato acalmar os ânimos. Os centros de recompensa vão logo logo mandar sinais de prazer também. Aí a pessoa de fato, muitas vezes, vai ficar “de boas” depois de consumir açúcar.

  • “Um torrão ou dois, senhor”?

    Um mergulhinho! https://www.youtube.com/watch?v=n7RjpgHmS1Q

  • Will

    Galera, qual vocês acham que deve ser a próxima fotomontagem da equipe do scicast?

  • Darley Santos

    Quantas vezes já não me ocorreu essa indagação, embalada por um certa presença de espírito: ao me deparar com um produto X, seja nas prateleiras do supermercado, seja do lado de fora da vitrine, tento imaginar a história contida nela! No caso do açúcar, um história de muito sangue e suor… Obrigado por me lembrarem disso, voltei para as aulas de história da escola ^^. Legal ver o açúcar como o primeiro commoditie agrícola, é realmente um produto incrível, como pensar a vida sem açúcar gente? Rsrs. No mais, é tudo uma questão de moderação e conhecimento do que se está consumindo (refrigerante é um veneno, mas vai tentar convencer os outros…).

  • Wagner CS

    Excelente episódio. Parabéns! Gostaria apenas de apontar as funções industriais do açúcar: conservar, viciar e disfarçar o sal. Já o sal, entra pra, além de conservar, disfarçar o sabor metálico de ingredientes artificiais. Por fim, a gordura, mantém o gosto por mais tempo na boca e fornece a testura. Recomendo muitíssimo darem uma olhada nesse livro: https://www.skoob.com.br/livro/pdf/sal-acucar-gordura/445190/edicao:504426

  • Anthenor Júnior

    Faltou dizer que qnd vc come arroz, ou qlqr vetegal que contenha amido (leia-se carboidrato) vc tbm ta comendo uma colherada de arroz ali. Da uma pesquisada no índica glicêmico e comparar o do arroz com o do açucar, ele vira glicose e cai no seu sangue do mesmo jeito. Síndrome metabólica e diabetes, lá vamos o planeta terra todos atrás do Guaxinim!

    • Marcelo Rigoli

      Acho que você quis dizer “colherada de açúcar”, não? Mas tens razão! Acho que tocamos apenas superficialmente sobre as quantidades de açúcares que já vem naturalmente inclusa nos alimentos, até mesmo os não industrializados.

      • Anthenor Júnior

        Isso isso isso, eu quis dizer uma colher de açúcar. E não adianta ser integral, 1 g de fibra em 15 a 20 g de amido (qntd por 100g de arroz integral) faz diferença quase nula no índice glicêmico.

  • Fernando Pereira

    Eis que chego aqui após meses fazendo maratona! Um ufa, um uau e uma pena que acabou (mas farei maratona de novo um dia, pode crer, hehe).

    Ao começar a escutar este episódio, veio em minha mente o documentário
    “Muito além do peso” que o ilustre Tarik mencionou. Este garoto nunca
    me decepciona, não é para tanto que é o meu personagem predileto.

    Seguindo a corrente criada pelo Homem Grandão de recomendação de um episódio da Podosfera, indico o episódio 0 (O coração do mundo) da segunda temporada do Projeto Humanos, do qual me dou o prazer de transcrever uma parte aqui:

    “Eu acompanhava o perfil de uma refugiada síria vivendo no Brasil e um dia ela
    postou uma imagem. Era um mapa mundial que mostrava a Síria logo no centro. De
    lá, linhas vermelhas saíam conectando o país a todas as partes do planeta. Em
    baixo, a inscrição “Síria: o coração do mundo.” Ao olhar novamente o mapa da Síria como coração do mundo, me perguntei o que aconteceria se esse órgão estivesse
    doente? Como sua dor se espalha pelas artérias do planeta? Da onde ela veio,
    para onde ela vai? Como é este tecido de vidas costuradas pelas veias deste
    coração em dor?”

    Um abraço e beijos a todos os envolvidos neste magnífico podcast que tem mudado, com certeza, não só a minha vida, mas a vida de milhares de pessoas que
    assim como eu sentiam falta de algo para preencher um pouco de seus minutos de
    silêncio com algo que juntasse o necessário (conhecimento) e o agradável
    (humor). Obrigado, pessoal… OBRIGADO!

  • Que episódio gostoso, não esperava que o açúcar teria tanta coisa pra ser falada, adorei.

    O fanboyzismo do Tarik por beterraba nesse episódio hahaha.

    E eu achando que o maior problema do açúcar era causar diabetes e obesidade ai vocês vem e me arrasam com essas informações tensas que como apreciador de doces seria melhor nem saber.

    Obrigado pelo ótimo episódio ❤

  • Pedro Henrique

    ouvir esse cast so me deu fome, melhor ep para mim que sou gordinho <3

    • Marcelo Rigoli

      É nóis

  • Andrey Santiago

    Um bom livro que além de falar de açúcar, fala de outras comidas que moldaram a historia é o “Uma historia comestível da humanidade” de Tom Standage, é muito divertido de ler e cheio de informações, recomendo d+.

  • Ivan Buriola

    Gostaria de acrescentar algumas coisas ao episodio, como o porque de adicionar tanto açúcar nos alimentos processados? Um dos motivos (além de deixar mais gostoso) é para mascarar o sabor de alguns sais e aditivos existentes na formulação e em outros casos como o do sorvete realçar o sabor das gorduras.
    Uma curiosidade é que o açúcar invertido citado pelo Tarik, na maior parte da produção nacional a sua fabricação é usada a hidrose com acida e não enzimática (que seria muito mais barata) como no caso especifico do chocolate.

  • Daniel Hovadick

    Quando vi o título do cast a lembrança foi imediata…
    https://www.youtube.com/watch?v=h9nE2spOw_o

  • Tarik, vc disse (1:22 h) que uma das causas da diabetes tipo 2 é o consumo excessivo de carboidratos e de gorduras.

    Mas, nesse caso, a diabetes não é causada pela produção excessiva e continuamente alta de insulina, que por sua vez é produzida pelo consumo alto de carboidrato? O que tem a gordura a ver com a causa da diabetes tipo 2, já que ela não faz aumentar a produção de insulina?

    E completa dizendo que a falta de exercícios físicos também é uma das causas da diabetes. A falta de exercícios pode mesmo causar diabetes? Isso não entra na desculpa criada por empresas do ramo açucareiro, como a Coca Cola, que diz que você tem que praticar esporte para evitar obesidade e doenças relacionadas com o açúcar, justamente para desviar o fato de que a causa dessas doenças é tão somente o açúcar?

    • Pedro Lucas

      a pergunta começou bem mais saiu do eixo no fim…
      a diabetes do tipo 2, pode ser causada pela diminuição na resposta dos receptores de glicose presentes no tecido periférico(por isso a maioria esmagadora de obesos com esse problema) à insulina, levando ao fenômeno de resistência à insulina, ou seja, a insulina naum chega como deveria nas extremidades, e o meio fica cheio, por isso vc começa a fica mais resistente a insulina, naum pq vc consome muita açúcar, jah q seu pâncreas vai liberar a quantidade ideal de insulina pra guiar aquelas moléculas de glicose ao seu destino… se o mal funcionamento for do pâncreas, ai eh outra historia…

      • Então a gordura não influencia no surgimento da diabetes tipo 2?

        E a falta de exercícios, comparada com o consumo de açúcar? Posso ser sedentário, mas ter uma excelente alimentação, e mesmo assim correr o risco de ter diabetes tipo 2 pela falta de exercícios? E o contrário: posso me alimentar mal, mas ser um atleta, e mesmo assim desenvolver diabetes tipo 2? Qual dessas duas condições tem mais probabilidade de desenvolver a doença?

        Sobre a causa da diabetes tipo 2, saiu um artigo tem nem 30 dias sobre uma possível nova causa. Não tenho condições intelectuais para entendê-lo e analisá-lo. =)

        Deixo aí caso tenha interesse.

        https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/27669460

        http://www.jci.org.secure.sci-hub.cc/articles/view/81993

        • Pedro Lucas

          Naum… e nd na ciência eh dado como verdade sem antes ser replicado de modo independente… paciência…

  • Anthenor Júnior

    Acho importante dizer que a explicação sobre síndrome metabólica do Tarik ta no mínimo confusa, e ao meu ver, errada. O papel da insulina não exatamente o que foi dito, mas sim de armazenar a glicose em excesso do sangue na forma de gordura, e aí está o mecanismo de engorda que causa a explosão de obesidade atual. A gordura por outro lado não causa essa resposta da insulina, e não passa pelo mesmo mecanismo, e por isso ela não é a vilã nesse caso, e sim os carboidratos, aquele arroz q vc come todo dia. ps.: claro que a insulina tem diversos outros papéis, até desconhecidos, assim como os outros hormônios.

    • Pedro Lucas

      cara, insulina tem como uns dos principais papeis, promover o ingresso de glicose nas células, ele dah a “permeabilidade” pra glicose… e seus mecanismos naum são tão desconhecidos assim… deve tah lendo muita besteira de de Dr. Souto, um charlatão de primeira…

      • Anthenor Júnior

        Hmmm nao disse q sao todos mecanismos desconhecidos, não pegue o finalo da frase e elimine o restante. E sim, os hormonios tem tantas funcoes que cada dia descobrem uma nova, portanto a frase me parece válida. A insulina leva glicose para as celulas, ta certo, tanto as que precisam de energia quanto as adiposas, que só armazenam. Quando a gente come esse excesso de carboidratos que td mundo come, seu sangue sempre vai ter muito mais glicose que o necessário, suas células não precisam dele, e ele é depositado no tecido adiposo. Além disso glicose em excesso no sangue faz mal. Engraçado, que eu saiba charlatão ganha dinheiro enganando os outros, eu nunca dei um centavo pro Dr. Souto, mas emagreci 15 kg sem passar fome ou diminuir a quantidade de calorias, indo atrás de conhecimento na área após conhecer o mesmo. Sou só mais uma evidência anedótica que a gente emagrece muito bem sem privação de calorias, apenas regulando a quantidade relativa de macro nutrientes ingeridos dentro da quantidade de de calorias que seu corpo pede pra se saciar.
        Tudo o que o cara afirma, quando afirma, é embasado em pesquisas, ele deixa todas as fontes originais pra vc ir lá conferir, quando ele da opinião ele enfatiza que é só opinião, mesmo que embasada, e o cara ainda é obrigado a escutar que é charlatão, pobre Dr Souto, mesmo nem escutando mais o podcast dele, tive que defende-lo. :)

        • Pedro Lucas

          A cada dia descobrem oq…? Sou proficional de análises clinicas, sei muito bem oq eh valido ou naum, e artigo pro pseudociência eh mato, o q importa eh o consenso da comunidade cientifica… e vc tah plenamente errado em todas as suas considerações sobre o sangue, vc soh tah certo no quesito emagrecer, pq vc gasta muito mais energia pra produzir atp a partir de proteinas, consequentemente seus rins e figado são lesionados, mas eu soh sou biomedico, e o cara urologista, tudo q aprendi na facu tava tudo errado neh… agora, triste ver esse tipo coisa, ver uma pessoa defender cegamente algo algo tão ridículo assim… agora eu lhe pergunto, vc estuda oq acredita…?

  • Fernando Malta

    Oi Will.
    Ambas saíram da equipe no ano passado; a primeira no início do ano, a segunda no fim do ano.
    Caso queira ouvir mais da Estrela em específico, ela faz parte hoje da equipe do Dragões de Garagem e tem participado com certa frequência. :-)
    Abração!

  • Celso

    Então o nome do Zuckerbert significa Pão de Açúcar?

    As Olimpíadas foram um plano maligno do facebook? Agora tudo faz sentido!

  • Raniel Ferreira

    Tarik, você tem algum artigo científico ou link falando mais sobre a epigenética? Ouvi o assunto e me interessei. A propósito, acho que ouvi você falando “hiper glicose” em algum momento do cast. O termo “hiperglicemia” não existe?

  • Pedro Lucas

    Poxa pessoal… faltou muita química ai naum…? existe tantos tipo de açucares moleculares(glicose,frutose, sacarose, lactose), cada um mais interessante q o outro… mal mal vcs falaram dos polímeros(amido, carboidratos e etc…), historia eh legal, mas falta uma parte mais cientifica, naum q historia naum seja uma ciência, mas faltou algo mais técnico…

%d blogueiros gostam disto: