Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

Fronteiras no Tempo: Historicidade #15 Relações Internacionais no tempo dos farrapos

por em 06/11/2018 em Destaque, Fronteiras no Tempo, Podcasts | Nenhum comentário

Fronteiras no Tempo: Historicidade #15 Relações Internacionais no tempo dos farrapos

No terceiro episódio da segunda temporada do Historicidade, o programa de entrevista do Fronteiras no Tempo: um podcast de história, recebemos o internacionalista Daniel Rei Coronato para bater um papo sobre suas pesquisas, que se voltaram para as questões que envolviam as fronteiras brasileiras  durante a Guerra dos Farrapos/Revolução Farroupilha e as relações diplomáticas com a região do Prata.

Conversamos também sobre as tensões entre o poder local e o central no Império e como a região meridional, que abre e delimita diferentes portas e conexões entre os países do chamado cone sul, foi fundamental para a consolidação da unidade territorial brasileira.

Arte da Capa


Publicidade

Ajude nosso projeto crescer cada vez mais. Seja nossa Madrinha ou Padrinho.

www.padrim.com.br/fronteirasnotempo 


Saiba mais do nosso convidado

Daniel Rei Coronato

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Currículo Lattes 

Academia.edu 

e-mail: [email protected] ou [email protected]

Facebook


Produção

Grupo de pesquisa (NEAI – Núcleo de Estudos e Análises Internacionais): https://neai-unesp.org/

CORONATO, Daniel Rei. Visões da Diplomacia Brasileira no Prata: Os ofícios do governo do Rio Grande do Sul.  Cadernos do CHDD, n.31 – “Visões da Diplomacia Brasileira no Prata: Os ofícios do governo do Rio Grande do Sul”. Disponível em: http://funag.gov.br/chdd/index.php/cadernos-do-chdd?id=281

CORONATO, Daniel Rei. A política externa das últimas décadas do Império Brasileiro (1870-1889). Revista Eletrônica da ANPHLAC, v. XIII, p. 113-132, 2014. Disponível em: http://revistas.fflch.usp.br/anphlac/article/view/1427


Indicações Bibliográficas sobre o tema abordado (comentadas)

A Construção da Ordem: a elite imperial; II Teatro de Sombras: a política imperial – José Murilo de Carvalho (Um dos estudos clássicos sobre a formação do Estado imperial)

A diplomacia brasileira no Prata: injúrias, motivos e pretextos : (1863-1865) – Maria Luisa Nabinger de Almeida (Muito interessante para entender a dinâmica da diplomacia brasileira na região do Prata)

 A espada de Dâmocles: o exército, a guerra do Paraguai e a crise do Império – Wilma Peres Costa (Essenciais no entendimento das conexões entre o exército, a construção nacional e a política externa; Caxias é figura essencial em todas essas dimensões)

As “califórnias” do Chico Pedro – S.C. Franco (Trata das ações do barão de  Jacuí e suas invasões ao território oriental. Um dos principais assuntos durante o período que antecedeu a Guerra contra Oribe e Rosas na fronteira meridional)

Duque de Caxias: o homem por trás do monumento – Adriana Barreto de Souza; O Exército na consolidação do Império: um estudo histórico sobre a política militar conservadora  – Adriana Barreto de Souza

FARINATTI, L. A. E. Confins meridionais: famílias de elite e sociedade agrária na Fronteira Sul do Brasil (1825-1865). Tese de Doutorado. Rio de Janeiro: Universidade Federal do Rio de Janeiro, 2007

FARINATTI, L. A. E.; VARGAS, J. M. Elites regionais, guerra e compadrio: a família Ribeiro de Almeida e suas redes de relações (Rio Grande do Sul, c. 1816-c. 1844). Topoi, Rio de Janeiro, v. 15, n. 29, p. 389-413, 2014. (Ambos muito interessantes para entender o papel do elemento oligárquico e o peso da questão fronteiriça)

La Guerra de la Triple Alianza. Volumen I. Causas e inicios del mayor conflicto de América del Sur – Thomas L. Whigham (Para quem quiser se aprofundar nas raízes históricas e geopolítica da Guerra do Paraguai)

Maldita Guerra – Francisco Doratioto (Obra obrigatória para o entendimento da Guerra do Paraguai)

O expansionismo brasileiro e a formação dos Estados na Bacia do Prata: Argentina, Uruguai e Paraguai (da colonização à Guerra da Tríplice Aliança) – Muniz Bandeira (Imprescindível para uma visão ampla)

O Horizonte da Província: a República Rio-grandense e os caudilhos do Rio da Prata – Cesar Augusto Barcelos Guazzelli (Obra importante para entender o mosaico de atores e interesses na região)

O pacto imperial: origens do federalismo no Brasil – Miriam Dolhnikoff (Contrasta a visão do José Murilo de Carvalho. Uma das interpretações mais instigantes sobre a temática da formação do Brasil)

O parlamento brasileiro e as relações exteriores (1826-1889) – Amado Cervo (Clássico obrigatório. Ótimo para entender as tendências e doutrinas em política externa no parlamento brasileiro)

O Rio da Prata e a consolidação do Estado Imperial – Gabriela Nunes Ferreira (Um dos mais importantes trabalhos sobre a relação do Brasil com a região platina)

Raízes sócio-econômicas da Guerra dos Farrapos: um capítulo da história do Brasil do século XIX – Leitman (Clássico sobre a guerra civil rio-grandense)


Expediente 

Arte da vitrineAugusto CarvalhoEdição:  Talk’nCastRoteiro e apresentaçãoC. A. Gravado no estúdio de rádio da Universidade Católica de Santos


Redes Sociais

TwitterFacebookYoutubeGoogle+


Contato

WhatsApp: 13 99204-0533

E-mail: [email protected] 


Madrinhas e Padrinhos

Alexandre Strapação Guedes Vianna, Alexsandro de Souza Junior, Anderson O Garcia, Andréa Silva, Andressa Marcelino Cardoso, Artur Cornejo, Barbara Marques, Caio César Damasceno da Silva, Caio Sérgio Damasceno da Silva, Carlos Alberto Jr., Danilo Alves Cassonato, Eani Marculino de Moura, Eduardo Saavedra Losada Lopes, Ettore Riter, Fabio Henrique S. de Medeiros, Felipe Augusto Roza, Iara Grisi, Jonatas Pinto Lima, José Carlos dos Santos, Lucas Akel, Manuel Macias, Marcos Sorrilha, Mayara Araujo dos Reis, Paulo Henrique De Nunzio, Rachel Magro, Rafael Alves de Oliveira, Rafael Igino Serafim, Rafael Machado Saldanha, Raphael Almeida, Raul Landim Borges, Renata Sanches, Rodrigo Vieira Pimentel, Rômulo Chagas, Sr. Pinto, Tiago Gonçalves, Victor Silva de Paula, Wagner de Andrade Alves, Willian Scaquett, Willian Spengler e Yuri Morales e ao padrinho anônimo