Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

É verdade que a Lua afeta nosso comportamento?

por em 11/05/2016 em Ciência | 1 comentário

É verdade que a Lua afeta nosso comportamento?

As crianças são como lobisomens? Estudos mostram os padrões de sono das crianças ao longo dos ciclos lunares

 

Sempre cercada por uma aura de mistério, a Lua e sua possível influência sobre o comportamento humano tem sido objeto de fascínio ancestral e especulação mítica durante séculos. Apesar da lua cheia não transformar pessoas em lobisomens, algumas pessoas a acusam de causar uma má noite de sono ou criar alterações físicas e mentais. Mas há alguma ciência por trás desses mitos?

Para estabelecer se as fases lunares de alguma forma afetam os seres humanos, um grupo internacional de pesquisadores realizou um estudo com crianças, para ver se os seus padrões de sono eram alterados ou se havia diferenças em suas atividades diárias. Os resultados foram publicados no “Frontiers in Pediatrics”.

“Nós consideramos que a realização desta pesquisa com crianças seria particularmente mais relevante porque eles são mais suscetíveis à mudanças de comportamento do que os adultos e as suas necessidades de sono são maiores do que as dos adultos”, disse o Dr. Jean-Philippe Chaput, do “Eastern Ontario Research Institute”.

O estudo foi realizado com um total de 5812 crianças de cinco continentes. As crianças vieram de uma ampla gama de níveis econômicos e socioculturais, e foram consideradas variáveis como idade, sexo, escolaridade dos pais, o dia de medição, IMC, duração do sono, nível de atividade física e tempo de sedentarismo total.

A coleta de dados ocorreu ao longo de 28 meses, o que é equivalente ao mesmo número de ciclos lunares. Estes foram então subdivididos em três fases lunares: lua cheia, meia-lua e lua nova. Os resultados obtidos no estudo revelaram que, em geral, a duração do sono noturno no período da lua cheia diminui uma média de 5 minutos em relação à lua nova. Não foram verificadas outras alterações de comportamento ou atividades.

“Nosso estudo fornece evidências convincentes de que a lua não parece influenciar o comportamento das pessoas. A única descoberta significativa foi uma alteração do sono de 1% na lua cheia, e isso pode, em parte, ser explicado pelo tamanho de nossa amostra (…)”, disse Chaput. A implicação clínica de uma diminuição de 5 minutos de sono durante a lua cheia não representa uma ameaça considerável para a saúde.

“No geral, acho que não deveríamos nos preocupar com a lua cheia. Nossos comportamentos são largamente influenciados por muitos outros fatores como genes, educação, renda e aspectos psicossociais, em vez de por forças gravitacionais”, concluiu.

Embora os resultados deste estudo sejam conclusivos, a controvérsia sobre a Lua poderia resultar em mais pesquisas para determinar se nossa biologia é, de alguma forma, sincronizada com o ciclo lunar ou se a lua cheia tem uma influência maior em pessoas que sofrem transtornos mentais ou doenças físicas.

“Folclore e até mesmo certos casos de cultura popular sugerem que os problemas de saúde mental ou comportamentos dos seres humanos e animais são afetados por fases lunares. Se há ciência por trás do mito ou não, o mistério da Lua continuará a fascinar civilizações nos próximos anos”, ele disse.

 

Fonte: ScienceDaily

Modo Noturno