Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

Contrafactual #26: E se Voldemort tivesse escolhido Neville?

por em seg 05America/Sao_Paulo jun 05America/Sao_Paulo 2017 em Contrafactual, Destaque | 20 comentários

Contrafactual #26: E se Voldemort tivesse escolhido Neville?

Para o delírio do nosso querido Host, entramos num novo caminho com contrafactual de mundos fictícios, começando pelo universo Harry Potter. E para subverter de vez, universo Neville, afinal Aquele-que-não-podemos-citar o escolheu. Qual seria o impacto na amizade dos personagens principais? Qual seria a importância do Harry (ZZZzzzZZzzz)? A Herbologia seria a salvação de todos? Qual seria a personalidade do Neville e como ele encararia tudo isso?

*Este programa, assim como tantos outros projetos vindouros, só foi possível por conta do Patronato do SciCast. Se você quiser mais episódios assim, contribua conosco!*


Arte da Capa:

 


Publicidade:


Redes Sociais:


Aperte o pause:


Expediente:

Produção Geral: Tarik FernandesHost: Fernando Malta. Edição: Felipe ReisVitrine: Edu Balbino

Equipe de Gravação:

  • Caiado

    #caiadoouvindomaisumcast

  • Fábio Peres

    O sacrifício da mãe do Harry não se deve a origem trouxa dela?
    Não imagino uma bruxa de puro sangue fazendo isso…
    No máximo ela lutaria até a morte ou fugiria e buscaria vingança…
    Na minha reles opinião, é claro.
    Ótimo cat!!

    • Fernando Malta

      Qual a correlação da origem trouxa e o sacrifício? õ.o

      • Marcos Rocha

        Estou me fazendo a mesma pergunta, é o mesmo que afirmar que a Senhora Wesley não seria capaz de se sacrificar por causa de um filho

  • Carlos Silva Junior

    Nome: Carlos Silva Junior
    33 anos – Engenheiro Eletricista/Consultor CRM – Rio de Janeiro/RJ

    Saudações Contrafactuantes.
    gostei do programa de hoje, porém não concordei com alguns pontos e segue como eu acho que seria se não fosse… Ps. não li os livros apenas assisti os filmes…

    1) Acho que o Neville seria um grande Bruxo desde criança. Acho que a vovó Longbotton ensinaria ele desde novo para estar preparado para uma possível volta do Bruxo das trevas.

    2) Acho sim que o Harry e Neville se conheceriam de antes do colégio e acho que até poderiam ser amigos, porém acho que o Harry não faria bulling com o Neville (por ser melhor nos feitiços e coisa e tal). Na minha interpretação da história, boa parte dos feitos HP se devem a ter parte da alma do Voldemort dentro dele (que se agarrou a ele naquela noite). Sem a alma de Voldemort dentro do HP ele seria um garoto “comum” (e acho até que sua varinha seria outra).

    3) Concordo que Neville compartilharia as coisas com Dumbledore, porém nesse cenário Dumbledore entraria na câmara secreta e derrotaria o basilístico/o diário de Tom Riddle. Dessa forma, a Espada de Grifinória não seria “fortalecida” com o veneno do Basilistico e não seria possível destruir as demais Horcruxes com a espada. Quem é seu Deus Agora?!

    • Fernando Malta

      Sobre o 3, nós não estávamos falando da Câmara Secreta, Carlos, mas das tarefas do primeiro livro/filme em “A Pedra Filosofal”. Dumbeldore chegaria, impediria Quirrell (e Voldemort) e fim das histórias. :-P

    • Ricardo Sedano

      Acho que o Neville já levaria a Horcrux para o Dumbledore na hora que encontrasse ao invés de ficar brincando com ela como o Harry fez. Com isso, o dumbledore descobriria das Horcrux antes e saberia muito melhor como lidar com ela e do que se tratavam os ataques na escola XD

  • Fernando Henrique Rosa

    Adorei a trilha sonora :)

    • Marcos Rocha

      Avantasia, não tem como ser ruim

  • Victor Teruya

    Se chamaria Neville e não Harry Potter? DHUSAHDUIAS Q podre

  • Lucas A C gomes

    Salve Deviantes,

    Gostei do episódio mas discordo com o host que a série acabaria no primeiro livro já que o Quirrel também foi derrotado no livro original e isso não teve nenhum impacto na série.

    Ao invés disso venho propor um cenário ligeiramente diferente, e se Harry tivesse entrado na câmara da pedra Filosofal ao invés de Neville? aAinal ele tinha muito mais desejo de aventura que o garoto o que justificaria que ele ficasse até o final na busca pela pedra.

    Neste cenário, Harry conseguiria a pedra de qualquer forma já que ele não a desejava realmente, mas seria morto por Quill já que não dispunha da mesma proteção que tem nos livros originais, assim Voldemort já seria ressuscitado no primeiro livro com a pedra filosofal! Deixando a série assim muito mais interessante (é claro que sendo revivido dessa forma a proteção de Neville contra ele seria muito mais fraca).

    • Fernando Malta

      Oi Lucas, obrigado pelo comentário. É o host escrevendo. :-)

      O Quirrel foi derrotado, sim, mas Voldemort conseguiu escapar. Dumbledore muito provavelmente não mataria Quirrel, mas o aprisionaria e, junto a ele, o espectro de Voldemort. Fim da história. Ou uma continuação BEM diferente, como Voldemort conseguindo deixar o corpo de Quirrel no próximo livro; uma missão dos Comensais para resgatá-lo; algo do gênero. =P

      • Lucas A C gomes

        Mesmo que o Voldemort fosse preso devemos lembrar que isso não influenciaria em nada o plot do segundo livro, já que é uma Hórcrux individual que acaba “possuindo a Gina”(não sei se é a melhor expressão para o que aconteceu).

        É possível inclusive que nessa linha alternativa, considerando que o Harry morreria(mesmo considerando o ponto do Ricardo e o Harry nunca conseguisse a pedra ele ainda morreria no duelo com o Quirrel, que seria capturado por Dumbledore a seguir), que a Gina e o Neville acabassem tendo um caso, já que ela ficaria extremamente sensibilizada com a morte de seu amor e o Neville talvez lhe oferecesse um “ombro amigo”, lembrando que a Gina e o Neville vão juntos no Baile de Inverno no quarto livro(meio por falta de opção no caso dela, mas isso significa que a Gina ao menos não o rejeita totalmente, adicionando isso a uma fama absurda do Neville nesse novo universo, quem sabe…), fazendo com que ele se envolvesse ativamente nos acontecimentos do segundo livro, que talvez se desenrolassem de forma parecida com o que aconteceu na história original(ou possivelmente o Neville contasse com a ajuda de Dumbledore novamente para resolver tudo, deixando as coisas mais sem graça).

        Já o terceiro livro fica difícil de imaginar sem o Sirius, eu tinha pensado em algo envolvendo o Snape saindo de Azkaban mas… vou deixar pra continuar essa fanfic outra hora kkkkk.

        Mas fiquem a vontade de continuar essa estoria por mim.

    • Ricardo Sedano

      O ponto para mim dessa teoria é que o Harry só sabia sobre o espelho o ojesed por que era onde podia ver os pais e pq o Dumbledore explicou o que era, dada a condição de Harry.
      Nessa linha temporal, será que Dumbledore seria tão complacente com o estudante fora da cama? E mais que isso, não tendo crescido solitário e maltratado na casa dos tios, será que ele veria os pais e ficaria tão encantado pelo espelho para ir recorrentemente, e provocando esse encontro?
      Principalmente, considerando a provavel personalidade construida no cast, será que ele quando se deparasse com o Lord das trevas naquela situação teria como maior desejo ter a a pedra filosofal para protege-la ao invés de derrotar Voldmort ou então a fama e o sucesso de conseguir isso?
      Não acho que o Harry conseguiria a pedra…

  • Marcos Rocha

    Já Gostei quando começou a tocar Avantasia já de cara, parabéns kkkkkk

  • Ricardo Sedano

    Obrigado por postarem o contra factual 20 e alguma coisa no feed do scicast! assim descobri que o programa estava sendo lançado em um feed diferente e eu esperando no feed do scicast havia um bom tempo!

    Ainda estou não estou ouvindo os outros mas até agora esse é o meu favorito, tanto por harry potter ser o meu livro favorito quanto por ter sido o primeiro de ficção que ouvi (ainda não vi se tem outros) e é bem legal ver os desdobramentos da história.

    O melhor do programa foi saber que não sou só eu que acho o Harry um baita de um babaca durante a maior parte do tempo/dos livros. Não me sinto mais sozinho nesse mundo quanto a isso hahahahahaha

  • Antes de ouvir, digo que tenho uma certa: Harry Potter não seria Harry Potter.
    Neville teve uma chance de se tornar quem foi no final da série porque ele teve uma família que apoiasse e incentivasse ele, e posteriormente amigos que deram força e exemplo. O Harry teria o que? Imagine acontecendo com os pais dele o que aconteceu com os do Neville, e depois ele indo viver com a tia? Nunca seria um bruxo nessas condições.

  • Todê Zistino

    Amei esse podcast. Me fez pensar diferente e ver que dá pra assistir um filme baseado em algum livro por que são histórias complementares. E me ajudou a passar uma aula insuportavelmente tediosa de física.

    Só uma pergunta: E se a profecia fosse diferente e não tivesse sido nem o Potter e nem o Neville o escolhido e sim a Hermione?

    • Fernando Malta

      …nossa, seria mais improvável, né? Digo, à época do seu nascimento, nem bruxa ela sabia que era, dado que a “confirmação” da magia em trouxas só vem com uns 8, 9 anos. Mas poderíamos, apesar disso, elucubrar algo do gênero… só que levaria outro episódio. ;-)

      • Todê Zistino

        A questão não é “e se”? Já temos a vertente Neville… Mas não temos a vertente e se a doida tava ainda mais louca e a entidade resolveu trolar o tio Vold?

%d blogueiros gostam disto: