Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

E se houvesse uma presidência global? (Contrafactual #129)

por em 27/05/2019 | Nenhum comentário

E se houvesse uma presidência global?  (Contrafactual #129)

Contra uma ameaça nunca antes vista na história da humanidade nos unimos e elegemos um(a) presidente (a) do mundo! Mas, que ameaça seria essa? Como se daria essa eleição? Quais as consequências disso?

*Este programa, assim como tantos outros projetos vindouros, só foi possível por conta do Patronato do SciCast. Se você quiser mais episódios assim, contribua conosco!*

Leia mais...

Por que o planeta vermelho se chama marte? (SciKids #17)

por em 26/05/2019 | Nenhum comentário

Por que o planeta vermelho se chama marte? (SciKids #17)

Diante do sucesso do nosso episódio especial do Dia das Crianças, resolvemos criar mais um spin-off do SciCast! Agora respondendo as perguntas mais interessantes, inesperadas e fofas dos nossos pequenos cientistas.

E se você tem um mini cientista em casa pode nos mandar suas mais intrigantes perguntas pelo [email protected]

E, lembrando, que cada nova loucura dessa, cada novo spin-off, depende diretamente do patronato do SciCast. Seja Patrono. Confira os links nesse post ;)

Perguntas do episódio:

“Em que ano todos os cientistas vão levar os humanos para marte ?” Pergunta do Miguel de 7 anos

“Por que o planeta vermelho se chama marte” Pergunta do Kelvin de 10 anos, lida pelo Miguel

“Por que o sol é tão quente?” Pergunta do Benjamin de 7 anos

Leia mais...

Como aumentar o uso de transporte público? – 5 Faian (Spin #562 – 26/05/19)

por em 26/05/2019 | Nenhum comentário

Como aumentar o uso de transporte público? – 5 Faian (Spin #562 – 26/05/19)

Sejam bem-vindos ao quingentésimo sexagésimo segundo Spin de Notícias, o seu giro diário de informações científicas… em escala sub-atômica.

E nesse Spin de Notícias falaremos sobre… Engenharia de Transportes!

*Este episódio, assim como tantos outros projetos vindouros, só foi possível por conta do Patronato do SciCast. Se você quiser mais episódios assim, contribua conosco!*

Leia mais...

Como os nossos músculos nos fazem movimentar? – 4 Faian (Spin #561 – 25/05/19)

por em 25/05/2019 | Nenhum comentário

Como os nossos músculos nos fazem movimentar? – 4 Faian (Spin #561 – 25/05/19)

Sejam bem-vindos ao quingentésimo sexagésimo primeiro Spin de Notícias, o seu giro diário de informações científicas… em escala sub-atômica.

E nesse Spin de Notícias falaremos sobre… Educação Física!

*Este episódio, assim como tantos outros projetos vindouros, só foi possível por conta do Patronato do SciCast. Se você quiser mais episódios assim, contribua conosco!*

Leia mais...

10 coisas que precisamos saber sobre Ciclones Tropicais – 3 Faian (Spin #560 – 24/05/19)

por em 24/05/2019 | Nenhum comentário

10 coisas que precisamos saber sobre Ciclones Tropicais – 3 Faian (Spin #560 – 24/05/19)

Sejam bem-vindos ao quingentésimo sexagésimo Spin de Notícias, o seu giro diário de informações científicas… em escala sub-atômica.

E nesse Spin de Notícias falaremos sobre… Meteorologia!

*Este episódio, assim como tantos outros projetos vindouros, só foi possível por conta do Patronato do SciCast. Se você quiser mais episódios assim, contribua conosco!*

Leia mais...

Mata Atlântica (SciCast #320)

por em 24/05/2019 | Nenhum comentário

Mata Atlântica (SciCast #320)

No contexto das florestas tropicais, a Mata Atlântica é um exemplo da eficiência destruidora da espécie humana. Há cerca de 65 milhões de anos, as angiospermas, que dominam as florestas tropicais, chegaram ao dossel e, nos últimos 50 milhões de anos, a diversificada teia de vida da Mata Atlântica tem evoluído sem a pressão de grandes transtornos geológicos. Contudo, a chegada do homem às planícies sul-americanas há cerca de 13 mil anos inicia um processo de interferência sem precedentes, mais devastador do que as próprias “catástrofes” geológicas. Um dos resultados mais imediatos, aventa-se, foi a onda de extinção da megafauna.

 

Na seqüência, avança o homem sobre a floresta, criando distúrbios que, de certa forma, se diluíam na efervescência de formas de vida e na magnífica favorabilidade das condições desse último período interglacial. Isso ajudou a construir o mito do “bom selvagem”. Essa condição mais uma vez é abruptamente rompida com uma nova leva de colonizadores. Aportando suas naus numa costa ampla e exuberante, o colonizador europeu logo colocou a desserviço da floresta toda a sua tecnologia. A eficiência foi tamanha que em cinco séculos “manejando” a Mata Atlântica, com o providencial apoio da metalurgia, o invasor europeu conseguiu subverter a lógica natural e num ambiente com todos os requisitos necessários para a exuberância, reduziu tudo a “paisagem” e a “espaço”.

Texto de João de Deus Medeiros, do Departamento de Botânica (CCB-UFSC)

Leia mais...
Modo Noturno