Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

Saiba porque a Microsoft está jogando seus servidores no mar

por em 04/02/2016 em Tecnologia | 3 comentários

Saiba porque a Microsoft está jogando seus servidores no mar

Água e computadores são coisas que geralmente não se dão muito bem. Apesar disso, a Microsoft está querendo despejar os seus servidores no fundo do mar.

Acontece que servidores de internet consomem muita energia, para se ter uma ideia, só nos Estados Unidos eles gastam por ano o equivalente a 34 usinas de carvão, sendo que quase metade dessa energia é destinada apenas para refrigerá-los.

Por isso a Microsoft vêm estudando a possibilidade de lançá-los nas profundezas do oceano, dessa forma eles seriam naturalmente resfriados pela temperatura da água, o que representaria uma economia absurda de energia.

O “Projeto Natick”, como vêm sendo chamado, já desenvolveu um protótipo chamado de Leona Philpot, em homenagem à personagem da franquia Halo. Leona consiste em um conjunto de computadores selados em um contêiner pressurizado com nitrogênio. Inúmeros sensores foram instalados para monitorar umidade, pressão e outras variáveis.

Batismo do Leona Philpot

Batismo do Leona Philpot

Ele foi lançado ao mar ano passado, permanecendo por um período ininterrupto de 105 dias. Agora, a companhia pretende aperfeiçoar ainda mais esses servidores de forma que se tornem viáveis comercialmente.

Fontes

Project Natick

Popular science

Modo Noturno