Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

Adeus, Airbus a380

por em 19/03/2019 em Notícias, Tecnologia | Nenhum comentário

Adeus, Airbus a380

A Airbus anunciou o fim da produção do maior avião, o Airbus a380. Muitos lamentarão o seu fim, principalmente os moradores de Lévignac que correm para suas janelas quando seis caminhões articulados, carregando as asas, a fuselagem e outras peças da aeronave se espremem na pitoresca cidade francesa a caminho da fábrica de montagem da Airbus nas proximidades de Toulouse.

Para a maioria dos aviões da Airbus, essas peças vêm de fábricas na França, Alemanha, Espanha e Reino Unido por meio de um avião de transporte. No entanto, as partes do a380 são grandes demais para serem transportadas por qualquer avião. Em vez disso elas são levadas pelo Mar e por um rio, uma jornada que a Airbus chama de Itinerário de Transporte Extragrande. E as ruas de Lévignac são tão estreitas que fazer com que esses caminhões passassem pela cidade exigiu um estudo de viabilidade da Airbus e do governo francês.

Isso é apenas para construir a coisa, voar exige toda uma reestruturação do aeroporto. Levar as pessoas para dentro e para fora do avião requer pontes de embarque duplas (indo para níveis diferentes). Alguns aeroportos tinham que ampliar as vias de taxiamento e mover a sinalização ao redor.

Resumindo, o A380 sempre foi uma máquina complicada, uma façanha de engenharia, tanto aeronáutica quanto logística. Isso porque tudo no avião é enorme. Ele possui 72,6 metros de comprimento e 79,8 metros de envergadura. São sete andares de altura. Contém 4 milhões de peças e 220 janelas de cabine. Em sua configuração padrão de 3 classes, tem capacidade para 517 pessoas. Você pode acomodar 11 pessoas em uma única linha.

Impressionante, no entanto, não significa sucesso. Os números de vendas do avião foram tão sombrios quanto suas especificações são impressionantes. Em 2015, a Airbus recebeu pedidos para apenas dois A380.

A empresa construirá os dois últimos a380 em 2021 e então os moradores de Lévignac verão pela última vez o comboio com suas partes.

 

Fonte

Wired

Modo Noturno