Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

Scicast #41: Terapias Genéticas

por em sex 08America/Sao_Paulo ago 08America/Sao_Paulo 2014 em Destaque, Scicast | Nenhum comentário

Scicast #41: Terapias Genéticas

Muito é falado sobre a terapia gênica mas muitas dúvidas ainda permeiam o assunto. A terapia gênica é uma técnica que vem sendo estudada há anos, porém as aplicações imediatas ainda estão longe de se tornarem reais, pois como toda técnica nova ela ainda precisa ser aperfeiçoada. É compreensível então a pressa para que essas técnicas sejam disponibilizadas logo. Entretanto, antes de podermos melhorar o genoma humano devemos entender como fazer isso e todas as consequências envolvidas.

Esta semana, Caroline Freire e Átila Iamarino dão continuidade ao tema da Genômica e nos guiam em uma interessante aula sobre as terapias genéticas. Acompanhe os alunos não menos que esforçados Silmar, Ronaldo e Bryan em seus esforços para entender as implicações científicas e éticas que esta importante evolução nos campos da medicina e da biologia trarão.

Foto da Arte: Pablo Rigamonti.

Recadinhos:

Cinema

  • Eu Sou a Lenda (I Am Legend, 2007): em 2009, um vírus modificado do sarampo, originalmente criado para curar o câncer, se mutou para uma forma letal, que rapidamente infectou humanos e algumas espécies de animais. No final desse ano, 90% da população do planeta havia morrido. Mais de 9% foi infectada, mas não morreu, porém se degeneraram para um estado de agressividade extrema, e começaram a reagir com dor à radiação UV, forçando-os a se esconderem em prédios e outros lugares escuros durante o dia. Menos de 1% permaneceram completamente imunes ao vírus, mas eram caçados e mortos pelos infectados, ou cometiam suicídio, deviso ao isolamento. O filme encarna a pele d do Tenente-Coronel do Exército Americano, Robert Neville, que fica em Nova Iorque, pensando ser o último ser humano saudável no mundo.
  • Planeta dos Macacos: A Origem (Rise of the Planet of the Apes, 2011): Will Rodman é um cientista em uma empresa de biotecnologia chamada Gen-Sys, que está testando em chimpanzés uma droga baseada em vírus, chamada ALZ-112, para achar uma cura para doenças que afetam o cérebro, como o Mal de Alzheimer. A droga é dada para a chimpanzé, chamada de Olhos Brilhantes, e aumenta muito sua inteligência, mas ela enlouquece, foge de sua gaiola, e é morta. O patrão de Will, Steven Jacobs, interrompe o projeto e ordena que o cuidador dos chimpanzés, Robert Franklin, aplique a eutanásia nos chimpanzés. Depois de fazer isso, Franklin descobre que Olhos Brilhantes recentemente havia dado à luz, e convence Will a salvar o a vida do bebê chimpanzé, que o leva para casa temporariamente. O pai de Will, que está sofrendo de Alzheimer, chama o chimpanzé de Caesar. Will descobre que o chimpanzé herdou a grande inteligência de sua mãe (o vírus passou para Ceasar no útero) e decide criá-lo, observando seu comportamento na esperança de poder reiniciar o projeto. Enquanto isso, a condição do pai de Will se deteriora, e Will usa o vírus ALZ-112 para tratá-lo, o que o deixa melhor do que antes da doença.
  • Capitão América: o Primeiro Vingador (Captain America: The First Avenger, 2011): em março de 1942, Steve Rogers é rejeitado pelo exército americano para lutar na Segunda Guerra Mundial, por vários problemas físicos e mentais. Em uma feira de exibição de tecnologias do futuro, Rogers tenta novamente se alistar sem sucesso. Depois de ouvir a conversa de Rogers com Bucky Barnes sobre querer ajudar no esforço de guerra, o Dr. Abraham Erskine decide permitir o alistamento. Ele é recrutado como parte de um experimento de “supersoldados”, sob comando do Dr. Erskine e Howard Stark. Rogers é submetido ao tratamento de supersoldado, que é a injeção de um soro especial (que deixa a capacidade física do receptor no pico do seu potencial, melhor até que atletas olímpicos) e a radiação de “vita-raios”. Rogers emerge do experimento mais alto e musculoso, e começa a lutar contra os nazistas, que se apoderaram do tesseract, um objeto místico com poderes incalculáveis, e pretendem usá-lo como combustível para várias invenções que prometem mudar o rumo da guerra.
  • X-Men: O Confronto Final (X-Men: The Last Stand, 2006): uma empresa farmacêutica anuncia que desenvolveu uma vacina que suprime o gene-X (que dá aos mutantes seus poderes e os faz serem diferentes dos humanos), oferecendo uma cura a qualquer mutante que queira. Embora alguns mutantes estejam interessados nessa cura, incluindo a integrante dos X-Men Vampira, muitos outros estão horrorizados pelo anúncio. Em resposta à notícia, o adversário dos X-Men Magneto levanta um exército, avisando aos seus seguidores que a cura será usada para erradicar todos os poderes mutantes à força.
  • Stargate Atlantis (2004 – 2009): Stargate Atlantis segue as atuais aventuras de John Sheppard e sua equipe formada de militares e civis que representam os interesses de vários governos da Terra, e viajam para planetas distantes. Eles usam um dispositivo conhecido como um Stargate, que lhes permite viajar pelo universo por um túnel de energia instantaneamente de startgate em stargate, que está hospedado na cidade de Atlântida no planeta Lantea. A cidade foi construída há milhões de anos por uma civilização avançada que aparentemente queria povoar a galaxia: os Ancients. Cinco a dez milhões de anos atrás, devido a uma praga na Galáxia Via Láctea, eles foram forçados a fugir para a Galaxia Pegasus, e lá eles semearam vida em centenas de mundos, tal como haviam feito na Via Láctea. Depois de encontrar um inimigo poderoso conhecido como os Wraith e estar em guerra com eles por mais de cem anos, em última instância perderam, os Ancients foram forçados a submergir a sua mais evoluida cidade, no fundo do oceano, que, no universo Stargate, tem como fonte o mito grego da cidade perdida de Atlântida. A terapia genética assume um papel de destaque na série, na qual um certo tipo de tecnologia alienígena pode ser usada somente se o indivíduo tem um certo gene, que pode ser dado aos membros da equipe através da terapia genética, envolvendo um retrovírus de rato.

Literatura

  • Next (Michael Crichton): a história do livro se passa no mundo atual, onde o governo e investidores privados gastam bilhões de dólares todos os anos em pesquisa genética. O livro segue vários personagens, incluindo animais transgênicos, nas suas buscas por sobrevivência em um mundo dominado por pesquisa genética, ganância corporativa, e intervenção legal. Crichton explora os problemas legais em volta da pesquisa genética, e questiona o controle que o tribunal pode exercer sobre os indivíduos. A BioGen é uma empresa líder em pesquisa genética envolvida em um processo com Frank Burnet, um sobrevivente de câncer cujas células foram tomadas sem o seu conhecimento (devido à reação incomummente positiva do seu corpo ao tratamento). A empresa afirma que eles compraram os direitos às células e que Frank não tem mais direito de lucrar da venda delas. Depois do tribunal decidir em favor da BioGen, Frank desaparece e a empresa declara que possui os direitos sobre a linhagem celular de Burnet, incluindo as células da filha e do neto de Frank. Então a BioGen decide colher as células de Alex e Jamie Burnet com ou sem o consentimento deles, o que faz Alex fugir com seu filho.

Games

  • Série de Jogos Metal Gear Solid (1998 – 2014): em Metal Gear Solid, depois de se rebelarem contra o governo dos EUA, a FOXHOUND e a Next-Gen Special Forces, duas unidades de black ops do exército americano, comandadas por Liquid Snake, se apoderaram do sistema avançado de armas Metal Gear REX, uma plataforma gigante de armas robóticas capaz de lançar mísseis nucleares em qualquer lugar do planeta. Sob a ameaça de represália nuclear em 24 horas, essas divisões exigiam o corpo de Big Boss, o maior soldado que já existiu (que também era o fundador da FOXHOUND), para através de terapia genética criarem um exército de super-soldados. A Next-Gen Special Forces, também conhecidos como Exército Genoma ou Soldados do Genoma, tiveram todos os seus soldados geneticamente modificados, e na FOXHOUND, somente a elite da divisão sofreu o mesmo processo.
  • Bioshock (2007): o jogo se passa em 1960, na cidade submarina de Rapture. A cidade foi planejada e construída nos anos 40 pelo magnata Andrew Ryan, que tinha o objetivo de criar uma utopia para florescer a elite da sociedade, longe do controle governamental. O progresso científico se expandiu rapidamente, incluindo a descoberta do plasmídio ADAM (uma forma crua de células-tronco, retiradas de um tipo de lesma do mar); o ADAM permitia a seus usuários a alteração do DNA, dando a eles super-poderes como telecinese e pirocinese. Apesar da aparente utopia, a desigualdade social cresceu, e Frank Fontaine, ex-gângster e homem de negócios, tentou derrubar Ryan. Para isso, ele criou uma indústria de plasmídios baratos, produzindo ADAM em massa e implantando as lesmas em meninas órfãs, chamadas de “Little Sisters”. Fontaine usou seu exército de Little Sisters para atacar Ryan, mas morreu em batalha, e seu exército ficou em poder do magnata. Depois disso, uma segunda figura chamada Atlas se levantou para lutar pelos pobres, atacando as fábricas de Little Sisters. Para contra-atacar, Ryan criou “Big Daddies”, humanos melhorados geneticamente e enxertados em roupas de mergulho gigantes, condicionados psicologicamente a proteger as Little Sisters.
%d blogueiros gostam disto: