Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

SciCast #215: Homeopatia

por em sex 08America/Sao_Paulo set 08America/Sao_Paulo 2017 em Destaque, Scicast | 50 comentários

SciCast #215: Homeopatia

Calma! Não é um áudio em branco! Realmente nos comprometemos a mostrar estudos e opiniões embasadas para extrair o que de fato a ciência sabe ou não sobre a Homeopatia. Qual é a sua história? Por que ela é usada na medicina humana e veterinária? Conversamos ainda sobre como a ciência é feita e de onde vem a credibilidade de grandes revistas científicas. E, claro, sempre com boas doses de humor diluídas em profundo conteúdo científico ;)

*Este episódio, assim como tantos outros projetos vindouros, só foi possível por conta do Patronato do SciCast. Se você quiser mais episódios assim, contribua conosco!*

Arte da Capa:


Publicidade: 

 


Redes Sociais:


Expediente:

Produção Geral: Tarik FernandesHosts: Fernando Malta e Marcelo GuaxinimEdição: Talk’ nCastEquipe de Pauta/Gravação: Beny, Crhis, Thaís e Laerte .Vitrine: Jânio Garcia (Portfólio • Instagram)


Material Complementar:

Evaluating the UK House of Commons science and technology committee’s position on the implausible effectiveness of homeopathic treatments

The research evidence base for homeopathy: a fresh assessment of the literature

Grupo 10:23 e o suicídio em massa

Memória da água

Human basophil degranulation triggered by very dilute antiserum against IgE

Mechanical agitation of very dilute antiserum against IgE has no effect on basophil staining properties

Homeopathy: what does the “best” evidence tell us?

Classical Homeopathic Treatment of Chronic Headaches

Homeopathic arnica therapy in patients receiving knee surgery: Results of three randomised double-blind trials

Efficacy of homeopathic therapy in cancer treatment

Associação Médica Homeopática Brasileira

Ultramolecular homeopathy has no observable clinical effects. A randomized, double-blind, placebo-controlled proving trial of Belladonna 30C

Dossiê especial – Evidências Científicas da Homeopatia

Farmacopeia Homeopática Brasileira

Folheto Homeopatia no SUS

Wikipedia – Homeopathy

Similia Similibus Curentur: notação histórica da medicina homeopática, 1997

O Relatório Flexner: Para o Bem e Para o Mal

O próprio relatório de Flexner intitulado: Medical Education in the United States and Canada

The Curious Case of Charles Darwin and Homeopathy

Paradigm Shift: How Expert Opinions Keep Changing on Life, the Universe, and everything

Human basophil degranulation triggered by very dilute antiserum against IgE

Mechanical agitation of very dilute antiserum against IgE has no effect on basophil staining properties.

High dilutions of antimony modulate cytokines production and macrophage – Leishmania (L.) amazonensis interaction in vitro

 

Plantão médico homeopático (sátira)

TED com James Randi  falando sobre homeopatia

 

  • Marlyni Zens

    <3

  • YorkshireTea

    Pessoal, o nome do The Great Randi é James Randi. É com R mesmo. Agora, vou beber um pouquinho do xixi de D. Pedro e escutar o programa.

    • Fernando Malta

      Consertado. Valeu. ;-)

  • YorkshireTea

    Será que, se diluírem polônio 210 umas 100 vezes, sobra alguma coisa capaz de iluminar o(a) coitado(a) que acredita que homeopatia funciona? O(A) infeliz que for preparar a água com açúcar polonesa certamente vai morrer.

  • YorkshireTea

    Scicast COM o James Randi! Se vocês o convidarem é capaz dele até topar.

  • Matheus Pereira Furlan

    se homeopatia funcionasse, o cara desse video n estaria num bar tomando cerveja homeopatica falando q “as vezes conseguimos salvar rrcos com mais dinheiro que bom censo de doenças simples, mas casos graves são mais dificeis”

    https://www.youtube.com/watch?v=gRxk-UuQUqc

  • Matheus Pereira Furlan

    Look on Down From The Bridge, é a musica q eu ouvi logo antes desse ep do scicast na lista de reprodução do windows.

  • Fernando Nomellini

    Eu acredito tanto na homeopatia que anualmente faço à AMHB Associação Médica Homeopática Brasileira uma doação no valor de R$ 0,0000001

    • Barbosa

      Não está diluída o suficiente. Rsrs

  • Todê Zistino

    Homeopatia não é a ciência que estuda a patada dos homens?
    Nego quando tá visado só se finge de Banana. :-)

  • Rodrigo Martins

    Não estou conseguindo baixar o episódio, é algum problema com o link?

    • Todê Zistino

      Não sei… deve ser manutenção ou algo assim… Ontem eu baixei de boa. Hoje não. :(

    • Fernando Malta

      Já voltou ao ar. ;-)

  • ricardobomfim

    Eu vejo resultado prático da homeopatia no tratamento de doença crônica da milha filha de 4 anos. Por algumas vezes suspendi o tratamento, fui para a alopatia e os sintomas reapareceram.
    Não sei explicar o mecanismo pelo qual água e bolinha de açúcar tem resolvido o problema e vejam, já fui em inúmeros médicos (alopatas) que receitaram os mais diversos medicamentos… todos produziram o mesmo resultado.
    Minha opinião sobre o tema ainda está em formação… Penso que o fato de a ciência ainda não ter descoberto o mecanismo pelo qual tal resultado se dá (ou até mesmo negar o resultado), não quer dizer que aquilo não existe.
    O método científico, sobretudo no campo da saúde, é essencialmente empírico.
    Antes de Newton o pensamento era um… antes de Einstein era outro…
    Embora o desdém da galera tenha sido geral no podcast… vamos continuar estudando e ver onde isto vai dar!

    • Fernando Malta

      Ricardo, legal que esteja funcionando pra sua filha. No final do dia, é o que importa.
      Contudo, a ciência nega, sim, o resultado da homeopatia como foi descrito bem nesse episódio. O que não houve ainda foi uma comprovação científica que possa explicar (ou mesmo que ateste) o funcionamento – lembrando que o ônus da prova recai a quem quer provar o ponto.
      Isso, claro, como disse, não quer dizer que é impossível que um dia haja uma descoberta nova que vá atestar o funcionamento dos mecanismos homeopáticos ou algo do gênero. Mas, com o conhecimento que temos hoje, é certo que a homeopatia e seus princípios não é científica. E foi isso que quisemos explorar no cast.
      Obrigado por seu comentário. =)

      • ricardobomfim

        Grande Malta!
        Concordo contigo, mas há um fator a se considerar e que afeta o mainstream da ciência hoje: as fontes de financiamento para pesquisa no campo da saúde (no mundo) são essencialmente privadas (obviamente há investimento público, mas o lobby é todo da iniciativa privada).
        Veja como as empresas investem nos congressos (pra não falar nas pesquisas)… e, de certa maneira, se não dirigem a produção de conhecimento… a influencia fortemente. Lembra deste post: “Indústria escondeu relação do açúcar com doença cardíaca”??
        Pensar em algo que produz algum resultado tomando como matéria prima substâncias que podem ser diluídas nas proporções da homeopatia.. é simplesmente insustentável do ponto de vista econômico.
        É fácil matar a ideia da homeopatia porque há a questão do princípio controverso em que ela se baseia, mas (como mencionado no cast) tem custado tempo e dinheiro… (esse troço vem sobrevivendo aí há mais de trocentos anos)…
        É uma discussão sem fim… e se assemelha com aquela da industria do petróleo VS fontes alternativas…
        Enfim… sou super fã de vocês, mando um grande abraço a todos e obrigado por nos fazer repensar!
        Ahhh… posso fazer um pedido? Seria legal um cast que debatesse essa questão do financiamento das pesquisas… (como acompanho vocês há cerca de um ano não me recordo de já ter ouvido algo semelhante)….

        • Fernando Malta

          Oi Ricardo, ainda que seja inegável o papel do financiamento da pesquisa naquilo que a indústria quer que seja pesquisado, acho um argumento bastante frágil de defesa da homeopatia. Na verdade, fosse isso verdade, o argumento seria contrário ao que defendeu: ante o uso pífio de matéria-prima, qualquer empresa que quisesse explorar a sério a homeopatia teria uma margem de lucro inacreditável, eu custo sendo basicamente logística e propaganda, dado que matéria-prima e desenvolvimento de pesquisa são quase inexistentes. Em outras palavras, você como industrial prefere vender uma garrafa de água a, sei lá, R$2 ou uma garrafa de homeopatia (que é QUASE QUE EXCLUSIVAMENTE água) por, sei lá, R$ 50? (E não entro nem no mérito da regulação estatal do preço de remédios)
          Sobre seu pedido, falamos um bocado disso no SciCast Debate que falamos sobre a situação da ciência no Brasil. ;-)
          Abração!

          • reborn

            Fernando, vou dar uma informação que sou vou postar pq é impossivel alguem do meu ramo me reconhecer aqui.
            Mas o que vc disse é 100% verdade,
            a margem de lucro de farmacias de manipulação homeopatica é algo astronomico, veja bem, 1lt de materia prima comprado por 50 reais, é vendido, dependendo do que o vendedor quer por para ela ser, ‘homeopatia para sono’ 30 reais ou ‘homeopatia para curar cancer’ 100 reais. e gasta duas, no maximo 10 GOTAS! dependendo da “concentração” da diluição que vai ser feita, isso no metodo CH que é o mais comum, em 30ml ou 60ml de agua destilada.
            entao fazendo a conta, sem incluir mao de obra, estrutura, e equipamento, eles usam uma maquina para chacoalhar o vidrinho n vezes.
            para esse exemplo daria 50 /1000 = 0,05 centavos o ml
            uma gota é aproximadamente 0,03ml então 0,03 * 0,0 = 0,0015 centavos por gota.
            o custo com materia prima é zero basicamente só se gasta com a agua destilada, que pasmem, alguns utilizam até whisk.
            é um nivel de exploração que duvido que exista outra forma de charlatanismo tão lucrativa.
            Mas né, o que importa é o idiota, digo consumidor, se sentir bem né.
            O negocio hoje em dia está tão avançado, que até a Drogavet, uma franquia gigante de farmacia de manipulação animal, vende HOMEOPATIA PARA CACHORRO, e tem lucros absurdos tambem.
            Imagine, homeopatia para animal, para ele não assustar com fogos, para ele ter tranquilidade para ir no veterinario, para ele não fazer as necessidades dentro de casa, etc… tem de todo tipo.
            As vezes antes de dormir eu fico pensando nessas coisas, como estamos ganhando dinheiro enganando as pessoas. mas elas compram felizes, devo ficar feliz por vender né ?Bom mas não é tudo má fé, a maioria dos profissionais que manipulam homeopatia de fato acredita que isso funciona, não é nada diferente de um pastor que reza pelos seus fiéis.
            O ser humano precisa desses mecanismos de fé para viver bem eu acho.

          • reborn

            uma consulta com o homepata varia de 140 a 160
            https://www.drogavet.com.br/geral/homeopatia-para-o-seu-bicho/

            para ele receitar seja qual for a homeopatia de 20 a 500 reais.
            os medicos e prescritores ganham % pelas receitas que as farmacias de manipulação vendem, é uma MAFIA,
            as farmacias as clians e os medicos, todos ganham, o medico recebe % das receitas que seus pacientes compram nas framacias de manipulação que ele tem conluio.
            isso é imoral, mas todos fazem isso. homeopatia não faz mal, nem bem, então se o idiota, digo consumidor, quer is la gastar o dinheiro dele com isso. que seja né, não acho que deva ser proibido, cada um acredita no que quiser, mas acho que a informação de que isso tudo não serve para nada alem de fazer o consumidor ganhar dinheiro, devia ser mais espalhada.

          • ricardobomfim

            Na verdade o argumento que citei é o inverso do entendimento que teve… Se é tão simples reproduzir o medicamento homeopático ele não se sustenta economicamente. Você compra um vidro e reproduz ele por toda sua vida, apenas diluindo. Isto não é possível com a medicação tradicional…
            Sobre valores de consulta e percentual que os médicos ganham com indicação de farmácia…. esta não é uma prática exclusiva da homeopatia, mas do meio médico no geral.. Quem nunca teve que esperar um tempo a mais pra ser consultado porque o médico tava lá papeando com o vendedor do laboratório?

          • Fernando Malta

            Você conhece alguém que fica diluindo (mais ainda) homeopatia pra que ela não acabe? Ou conhece algum relato disso?

          • ricardobomfim

            Estamos no Brasil Malta… ahahahah!! Pode ter certeza que alguém faz isto! ahahha
            Digo mais… não é exatamente isto que as farmácias de manipulação fazem?…
            O mesmo ocorre com produtos de limpeza genéricos.. tem gente que faz em casa e vende… Tem gente que dilui shampoo em água pra render mais…

            Esse tipo de procedimento é tão simples e copiável que não existe mistério! Você só precisa de ter a base… ou seja o princípio ativo que você compra uma vez na farmácia… daí pra frente… é só diluir eternamente…

            Conforme comentado no Cast… se houvesse medicação (ou se ela fosse efetiva) para doenças mais graves… e a eficácia fosse cientificamente comprovada… a homeopatia poderia sim representar um risco econômico sério a industria farmacêutica tradicional. Mas, voltando ao mundo real, isto não é o que se dá.
            No meu caso especifico tem funcionado, mas… minha primeira ação foi a alopatia… e depois de muitos meses sem resultado e uma quantidade absurda de remedios sendo ministrados a uma criança… resolvi tentar outra coisa… que deu certo (por enquanto, reforço).

            Muito legal o bate papo! Um abraço a todos!

          • Fernando Malta

            Ricardo, você tem razão. Realmente isso poderia quebrar a indústria farmacêutica, fosse assim (e não levando em conta, claro, regulação governamental, que é um pressuposto para medicamentos0
            Contudo, a homeopatia parte de uma base tão anti-científica que é difícil estabelecer parâmetros econômicos. Enfim, como disse na minha primeira resposta, o que importa é sua filha estar melhorando – se é pela homeopatia ou se é por tantas, tantas outras causas, aí são outros quinhentos.

          • jonathas_sampaio

            O que acho legal dessa conversa, é que remete o que eu custei a entender no método cientifico, que é: o default é falso. Ainda bem que funcionou na sua filha, mas pode ser que alguma variável bemmmm escondida esteja “manipulando” o resultado. Esse isolamento de fatores e variáveis que complica o diagnostico.

            EX: Já vi gente que reclamava de “intestino preso”, que começou a tomar um chá 4 vezes ao dia, e que teve o problema resolvido, não pelo chá, mas pq a pessoa não bebia água.

            Pode ser que com esse “novo mundo” de Machine Learning, poderemos colocar diversas variáveis e testarmos de uma forma mais ampla.

            Pode ser um bom tema para o Scicast hein? Machine Learning na Ciência/Medicina.

  • Gyselle P. Teixeira Correia Li

    Por um momento achei que seria igual ao de astrologia kkkk

  • André Simões

    Ei pessoal do SciCast,bom,tenho 15 anos e AMO ciência. Esse amor foi criado pelo meu pai(que fez geografia na USP, a cerca de 300 anos atrás) e por vocês,nerdologia,pirulla entre outros. Eu parabenizo vocês por (no meio de uma nova idade das trevas) lutarem contra a ignorância . Muito obrigado por tudo <3

    • Juliana Vilela França

      Obrigada pelo carinho André, espero que a gente te ajude a curtir cada vez mais a ciência <3

    • Francisco Thiago de Almeida

      300 anos atrás? Certeza que ele não era professor de história?

  • Luciano Faria Abel

    fiquei com uma dúvida. Os fitoterápicos, aqueles remedios que usam de principios ativos naturais, chás medicinais, etc. Me pareceu que vcs botaram tudo no balaio da homeopatia. |Tipo eu sei que chás medicinais muitas vezes podem cair no principío do placebo, mas quando eu tomo um chá pra asia, eu não diluo ele em 300.000 litros de agua, eu fervo e tomo e funciona, sempre. Ma sos fitoterápicos que me preocuparam pq tem médicos q receitam isso, se isso entra no principio da homeopatia, fico preocupado. Pram mim homeopata tinha que ser preso por charlatanismo, dizer pra um pai tratar seu filho de 3 anos asmático com homeopatia é mais do que irresponsável, é criminoso. Tenho um amigo que quase perdeu o filho por causa disso, processou o médico e não deu em nada pq nesse pais maluco homeopatia é um tratamento válido, isso me da muita raiva… ufa, desculpem o desabafo.

    • Thais Boccia

      Olá Luciano! Os fitoterápicos são complicados, pq imagina se você toma um chá que tem o princípio ativo que ajuda na azia. Você pode dizer que não funciona só pq é um chá? Por isso cada caso tem que ser visto isoladamente!
      Obrigada pela desabafo heheh

    • Crhisllane Vasconcelos

      Olá Luciano, continuando a te responder aqui. Não colocamos tudo no mesmo balaio, tratamos no cast sobre a homeopatia mesmo. A fitoterapia tem como base produtos como plantas, e não utilizam as diluições que falamos no cast. E, me resguardando aqui, não estou afirmando que a fitoterápicos funcionam ou não, ou que são seguros ou não. Somente trazendo que são princípios bem diferentes, e que a fitoterapia não foi tratada no cast.

  • ALS

    Parabéns pelo episódio! Muito completo e informativo!
    Na verdade a Homeopatia funciona! Mas não pelo fato que as pessoas dizem que funciona!

    Seria aliás muito interessante em estudos clínicos fase 2 e 3 colocar (e mencionar para o paciente) que ao invés dele ser randomizado em grupo experimental ou placebo ser colocado em um grupo experimental ou homeopatico e ver como isso afeta os resultados. Seria bem interessante para separar o possível tamanho do efeito sobre a variável dependente de interesse do “sei que é homeopatia”. Isso já acabaria de vez com o argumento e finalmente abririam-se vagas para uma pesquisa séria da qual eu mesmo tenho muito interesse em estudar que é a ciência do placebo.

    =)

  • Andre Soares

    Ótimo cast… Mas muito triste e estranho não ouvir o Silmar =(

  • Marcelo Paz

    Podiam ter chamado o André do ceticismo.net, que trata do tema faz um tempão e já participou do scicast paratrásmente.

    • Zé Barreto

      Com seu pedantismo peculiar? Não, melhor que fique bem longe mesmo.

    • Fernando Malta

      A gente deixou de abordar algum assunto ou algum tema, Marcelo?

  • Guilherme

    Surpreendentemente me deparei com uma reportagem sobre uma fazenda, na qual o gado é tratado apenas com homeopatia, um dos orgulhos da fazendo de produção orgânica.

    http://g1.globo.com/economia/agronegocios/globo-rural/noticia/2017/09/zelito-viana-produz-organicos-por-influencia-do-filho-marcos-palmeira.html

  • André G

    Vim aqui relatar que comprei um produto homeopático enquanto escutava o episódio, hahaha
    Estou fazendo intercâmbio na Austrália e essa semana minha família está vindo me visitar, minha irmã pediu para comprar um remédio para dormir chamado Melatonin que não é vendido no Brasil ou é só com receita. Fui na farmácia e o farmacêutico disse que eu não poderia comprar o que mostrei na foto, mas seria possível comprar um com uma concentração menor, comprei esse e ao ler a embalagem estava escrito Homopatic, mas aí eu já tinha saído da farmácia.
    Segue a foto do “remédio”.

    • Thais Boccia

      Hhahaha que momento mais propício!

  • Barbosa

    Conheci o cast faz alguns meses. Gosto da forma como vocês conseguem falar de assuntos científicos de forma bem descontraída. É muito importante a atuação dos senhores para divulgação da Ciência num país que esta é normalmente subvalorizada e deixada de lado.

    Em outras palavras: VOCÊS SÃO FODAS!!!

    Um grande abraço a todos.

    P.S. A propósito, apoio a idéia do Guaxa de um cast sobre o Randi.

  • Darley Santos

    A homeopatia tem tanto fundamento científico quanto a astrologia ou qualquer outra forma de superstição, e como tal, é muito sujeita a mistificação, como a exemplo das prescrições vagas e generalistas que podem ser direcionadas para qualquer pessoa; enfim, na ausência de fundamento científico, só possui validade subjetiva.

    A homeopatia não resiste a testes científicos, no entanto ela possui uma perigosa presunção científica (um simples efeito natural pode ser perfeitamente confundido com o pretenso efeito homeopático)… São males insidiosos: “se não faz bem, mal também não faz”, uma suposta inocuidade que se prova falsa, e até trágica, quando se tenta aplicar a homeopatia a casos graves de saúde (quando pacientes deixam de recorrer à medicina tradicional/convencional cientificamente comprovada para apelar para a homeopatia, isso pode levar a uma piora do quadro mórbido, podendo levar até a morte).

    A problemática das publicações de homeopatia, ou como a liberdade de expressão acaba por permitir a disseminação do erro e desinformação: a publicação de um estudo homeopático em uma revista especializada em homeopatia, grande coisa! Uma publicação por si só não tem mérito científico. Há revistas especializadas em qualquer coisa mundo afora, mas isso não as torna cientificamente verdadeiras (periódicos ufológicos são um bom exemplo). O problema é o próprio conceito de homeopatia, que é falso, o que torna as revistas especializadas em homeopatia automaticamente publicações de baixa qualidade.

    Não entendi nada… Quanto mais diluída uma substância, mais potente ela se torna? Minha razão ficou diluída… Ou então eu estou numa oposição obstinada à lógica, fica parecendo.

  • Marcelo Silva

    Adorei o episódio e faço uma sugestão de tema para um próximo: Escola Sem partido. Também não tem base científica alguma, mas tem cada vez mais gente acreditando que esse é um caminho para a educação brasileira melhorar! hahaha (risos nervosos).

    • Darley Santos

      Hunm… E o contrário, Escola Com Partido, seria (é) melhor? Não sei…

  • Rodrigo Braga

    Alguém tomou café e lavou o copo.
    Depois eu tomei água nesse mesmo copo. Posso afirmar que tomei café homeopático?

  • Lennon Biancato Ruhnke

    Acreditem, chega me dar taquicardia só de pensar que tem gente que acredita nisso ainda. Uma pena que a ciência, que realmente é divertida, é substituida por essas baboseiras na vida real.

  • GR

    Vcs pretendem falar sobre quiropraxia???

  • João Paulo

    Olha, ótimo Cast. :D

    Conheço um casal cujo filho causa muitos problemas na escola e a Psicóloga junto com a Psiquiatra estão trantando com Medicação Homeopática. O que conforme foi dito abaixo por alguém, me parece uma forma complicada de tentar resolver um problema baseado em algum distúrbio de comportamento.

  • Erisvaldo Souza Andrade

    Amigos gostaria de colaborar com duas observações:
    A referência a homeopatia”tia cotinh

    • Fernando Malta

      Oi Erisvaldo, obrigado pelo comentário!

      Antes de qualquer coisa, lembro o que falamos no início do episódio: essa era uma visão científica sobre a homeopatia. Ao fim do episódio, inclusive, cito que se a pessoa quisesse continuar tomando era uma escolha dela Mas todas as opiniões ali emitidas foram com base no entendimento científico sobre o funcionamento e a lógica dos princípios homeopáticos.

      Sobre a interpretação científica, a conclusão é, sim, que o homeopata ou ignora os princípios científicos ou que os conhece e ainda assim exerce a profissão. Sobre o segundo me isento de responder; mas sobre o primeiro não é um juízo de valor sobre a pessoa como um todo, mas, sim, sobre suas escolhas profissionais à luz da ciência. Se ela está confortável com isso, não cabe a nós julgar sua escolha de vida, apenas atestar a ausência de base científica de sua profissão/prática. Oras, como disse no início do episódio, minha mãe era homeopata e me dava remédios quando pequeno e isso de forma alguma diminuiu meu amor ou consideração por ela. :-)

      Agora, discordo radicalmente de sua última frase. Não houve qualquer preconceito durante o programa. Tudo o que falamos foi pautado exclusivamente em bases científicas, no que de mais recente as pesquisas colocam sobre o tema. Fizemos, como de praxe, um trabalho árduo de verificação acadêmica para que não nos pautássemos de achismos, mas do que, hoje, se pode afirmar sem dogmas sobre o tema. E justamente por isso não chamamos um praticante para o debate: porque a ciência não é feita do contraditório jornalístico onde se deve ouvir os dois lados quando um desses lados foge de premissas científicas. E é esse o caso. Como demonstramos, não há qualquer evidência científica do funcionamento da homeopatia e seus princípios. Chamar um praticante seria, aí sim, trabalhar com dogmas e preconceitos não-científicos que serviriam apenas para que este pudesse justificar sua crença.

      De qualquer forma, agradeço o contato e fico à disposição para continuarmos a conversar sobre o tema e/ou sobre nossas escolhas editoriais pro programa. ;-)

      Grande abraço!

  • Diego Nepomuceno Teixeira

    Muito bom o Podcast, senti falta de falarem sobre os Florais, que nesse caso possuem uma ligação com as práticas de homeopatia, porém tem um viés mais místico.

%d blogueiros gostam disto: