Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

Scicast #110: Crise Humanitária

por em sex 20America/Sao_Paulo nov 20America/Sao_Paulo 2015 em Destaque, Scicast | 28 comentários

Scicast #110: Crise Humanitária

A primavera é árabe, mas a noite é dos solteiros! Não, péra. Isso tá bem errado… Essa semana está mais difícil escrever que na semana passada (N. do E.: Pare com as drogas!).

A primavera árabe criou a expectativa de um verão que nunca veio… Ao invés disso… Inverno Sírio…
Print

 

Publicidade:

 

Contato Comercial:

 

Redes Sociais:

Aperte o pause:

 

Produção Geral/Edição: Silmar Geremia. Equipe: Marcelo GuaxinimTarik Fernandes, Matheus Silveira e Fernando MaltaConvidados Especiais: Filipe FigueiredoArte da Vitrine: Associated Press.

 

Comentados no Episódio

 

Videos:

  • Why Syria? –  vídeo em espanhol explicando rapidamente a importância da região onde a Síria se encontra, e porquê tantos impérios e países tentam controlar essa região.
  • #WHYSYRIA A Crise na Síria em Mapas

Textos:

Guaxa no MDM:

Podcast MdM #339 Quando foi que a ficção científica EXPRUDIU SUA CABEÇA (no sentido correto e não no idiota)?

  • Andrey Santiago

    Otimo tema! Caiu bem em mão agora com essas noticias de terrorismo e imigração (deixando claro que quase todos os imigrantes são pessoas inocentes fugindo da guerra).

  • A piada do “cuidado, PDF” só faz sentido para quem lê o MeioBit há tempos :)

  • O áudio desse ep é intencionalmente abafado?

    • SciCastPodcast

      Normal aqui, a percepção pode variar dependendo do modelo de fone ou de onde você ouve, como no carro por exemplo.

  • Bruno S. Alencar

    Todo Mundo Odeia o Estado Islãmico.

    • seo Vèrner de la Mayonèse

      Uma frase tão curta com tanta ignorância concentrada.
      É um paradoxo da vida humana na Terra.

  • sherlock lestat

    TODO mundo INSISTE nessa história de “fronteiras artificiais isso, fronteiras artificiais aquilo…” dando sempre a entender que a CULPA ou “A” razão(ou uma “DAS” principais razões) pra esses conflitos todos é “DOS CAPITALISTAS MALVADOS”. Então por favor, me expliquem uma coisa:em TODO o planeta(tirando Africa e Oriente Médio) PESSOAS das mais diversas nacionalidades, etnias, religiões, raças, classes sociais, sexo, culturas, etc CONVIVEM PERFEITAMENTE ENTRE SI DENTRO DE FRONTEIRAS ARTIFICIAIS(um país é uma fronteira artificial, um estado é, um município é…) então ou me deem FATOS(e não discursos ideológicos) de que “A” culpa pelo caos no oriente médio e Africa é das nações ocidentais capitalistas cristãs, porque a meu ver, elas tem uma PARCELA de culpa mas não a TOTALIDADE ou MAIORIDADE por ela. Insistir nisso e NEGAR que o Islamismo(e as religiões) são aí sim “A” causa disso tudo é ou ingenuidade(cegueira ideológica) ou má fé.

    Sobre os refugiados, obviamente não dá pra deixar eles ‘a le vonté’ é preciso AJUDÁ-LOS SIM mas no sentido de DEVOLVER e tornar o país de origem deles habitável e seguro novamente, mas tendo em mente que SE a culpa pelo que está acontecendo na Siria É dos EUA-Europa essa “CULPA” é DOS LÍDERES(políticos, empresários) desses países e NÃO do POVO desses países. Assim como você ser forçado a abandonar sua casa, seu país, por causa de uma guerra que não é sua é ERRADO e você não tem culpa disso, também é ERRADO ter o seu lar OCUPADO por imigrantes, você ter que PAGAR pra sustentá-los, você ter que mandar seus filhos pra MORREREM pra devolver o lar desses imigrantes etc(quem discorda, favor enviar email passando seus dados pras embaixadas européias, pois tenho certeza que elas vão pagar as passagens e enviar os imigrantes pra sua casa, faça sua parte!).

    Todo mundo fala que “é uma minoria”, bom, pra mim, minoria é menos de 5%. Alguém me explica como que 5% DOMINA os outros 95% assim de boa? “Ah, os EUA e a Europa armou esses 5%” hummm, OK… PROVAS? SE for verdade, então os LÍDERES desses países tem que serem julgados e condenados por isso e PRA ONTEM os NOVOS líderes então que começem a mandar grana e armas pros 95% pra que ELES lutem e recuperem o seu país. “Ah mas os 95% não se entendem entre si, vivem brigando, etc” Ah é isso então… beleza…se ELES não se entendem e não conseguem se unir pra nada, então de quem na veradade é a culpa por tudo isso? Dos EUA e da Europa é que não é se for esse o caso. No CORAÇÃO da religião dessa galera, destruir e matar quem não é da religião é um fundamento básico. Ouvi dizer(não tenho fontes então pode ser só história, se alguém puder confirmar agradeço) que numa pesquisa feita na Inglaterra entre os muçulmanos morando lá perguntaram se as pessoas que criticam o Islã(uma idéia) ou desenham Maomé deveriam ser PUNIDAS e PROIBIDAS de fazer isso, 65% disseram que SIM, ou seja, 2 em cada 3(isso não é uma minoria) islãmicos morando NA INGLATERRA querem IMPOR sua vontade sobre os demais sendo que nesse caso ELES são os visitantes. Povo bonzinho esse né? Imagina os islâmicos “nativos”… O mundo inteiro no geral está razoavelmente em paz e na dele mas “por coincidência” onde o Islã predomina, o pessoal vive se matando(por que será?)

    Que os líderes de alguns países e corporações desejam que guerras continuem existindo por N razões(lucro, lucro, poder, lucro) eu não tenho dúvida alguma MAS, colocar a culpa por TUDO neles, aí eu discordo COMPLETAMENTE. Esses líderes e corporações podem querer que essa galera se mate, cause o terror, etc á vontade… mas se os Islâmicos(e os povos desses países) REALMENTE quiserem a paz e respeitar ao próximo, não há NADA que esses líderes malvados possam fazer pra impedir isso. Falta SIM, vontade dessa galera parar de brigar por causa de religião e poder. Mas é mais fácil colocar a culpa em quem está lá de boa vivendo em paz(seria inveja?)

    Ps: espero em momento algum ter dado a entender que sou extremista A(morte a todos os islâmicos) nem extremista B(morte aos capitalistas cristãos). Ambos estão errados(é claro) mas AMBOS tem sim argumentos válidos aqui e ali(basta um pouco de empatia) e a solução pra isso não é algo SIMPLES. Não existe resposta simples pra esse problema. PESSOALMENTE eu acho que cada individuo deveria ter a liberdade de ir e vir MUNDIALMENTE, os países continuariam existindo, as leis de cada um, etc tudo como é hoje apenas com a inlusão dessa liberdade irrestrita de ir e vir MAIS a RESPONSABILIDADE e o DEVER de você é claro, ter que respeitar e obedecer ás leis do país ao qual você escolhesse ir. Mas isso é o que EU acho, por enquanto respeito o mundo como é hoje, com suas leis e regras de imigração(discordo, mas respeito). Elas foram criadas e existem por alguns motivos, cabe a nós(o povo) decidirmos se está ou não na hora de “mudar as regras do jogo”. Quem sabe daqui a 20 anos isso não se torne uma realidade? Eu quero acreditar que sim mas primeiro essa “treta” do terrorismo precisa chegar a um fim.

    • davi koscianski vidal

      Adendo: houve uma pesquisa, sim, mas não apenas na Inglaterra. Foi a nível mundial mesmo. Se eu achar depois, eu posto.

  • Nathalia M. dos Santos

    Não tem como odiar uma gente que é tão vítima quanto os que tomam sustos com atentados.

  • Nathalia M. dos Santos

    É inimaginável viver como refém em seu próprio país!

  • inuyashagui

    Olá Scicasters! Infelizmente estou sem tempo pra nada, mas por causa do Lucas Bahamut, estou aqui novamente. Tema muito importante. Vamos ouvir.

    P.S: Silmar e Jujuba, acho que o Lucas merece uma comissãozinha aí… podem pagar em balas mesmo.

    • SciCastPodcast

      Não temos como pagar o que o Lucas faz nem com todas as balas do mundo :)

  • Haduken de Jesus

    Começa com preconceito, as pessoas tendem a culpar alguém pelas mazelas politicas e econômicas que os afinges, então havia os judeus* com sua cultura e religião atípicas, o Homem no poder não o entendia, afinal eles eram diferentes.

    Numa época onde os nativos do continente passavam por uma crise, fome e miséria, os judeus* prosperavam. Então o Homem se enfurecia., como pode o imigrante possuir aquilo que eu almejo, vir para minhas terras e querer dividir o que e meu. Mas o judeu* já estava ali, seu pai nascera ali, seu avo nascera ali, seu comercio e mão de obra foram bem vindos em tempos de bonança. tempos que já não mais os são.

    “Vamos tomar de volta o que e nosso” pensou o Homem. “Vamos expulsa-los daqui”.

    A propaganda de cunho racista foi estruturada, “eles não são como nos”, “nos não podemos mais manter o bem estar de todos”, então quem deve pagar? “eles”. quem merece paz e prosperidade? “nos”, “eles”, “nos”, “nos”, “eles”. assim o povo foi manipulado, manipulado para pensar “neles” não como seus vizinhos, como seus colegas de trabalho, não, “eles” são o câncer que adoece nossas nações.

    “Vamos restringir seus direitos”, “vamos segrega los”,

    “vamos leva los a viver em guetos”,

    “sim” todos respondem “são apenas judeus*”.

    “Vamos tomar-lhes suas posses”,

    “Vamos invadir suas casa”,

    “Vamos começar uma guerra”.

    “Sim o povo respondeu”

    e como esta historia acaba? não lembro, não me importo, todas os avatares com a capa nas cores da frança me mostraram quem e o inimigo.

    Je suis Paris

    *só para constatar o obvio: troque judeus por árabe deste texto, situação pré 2 guerra pela situação atual dos cidadães franceses de origem árabes e todos imigrantes que atravessam suas fronteiras fugindo do ISIS.

    **os maiores prejudicados pelo ISIS são de origem africana/oriente médio, acredite quando europeus brancos de classe media são feridos/mortes em atentados terroristas, o estardalhaço da mídia e o furor das redes sociais não e mero acaso.

  • DidragonX

    Um fodendo Podcast o desta semana .Muito divertido, informativo e sem dúvida um dos melhores que já ouvi. Pena que o final ficou triste, depressivo e (para mim) estragou a experiencia um pouco :|

  • André Luiz

    Infelizmente a Europa vai pagar com a própria identidade todo este papo politicamente correto de abrace o seu refugiado, quero ver conviver com refugiados até eles trancarem a sua rua e impor a sharia, tacar pedra na sua filha e proibir bares…
    Essa galera não quer se integrar, simples.

    Adeus Europa

  • Ateu Satanista

    Apesar da seriedade do tema o Guaxinim foi lá no mdm aprender a pular corguinho

  • mstrey

    não sei se eu perdi algo durante o episódio, mas se ninguém apoia o ISIS, me ficaram duas dúvidas:
    1) quem vende armas pro ISIS?
    2) quem compra o petróleo dos poços das terras que eles invadiram?

    • Tarik Fernandes

      Nenhum Estado apoia o ISIS abertamente.

      Parte do armamento que eles utilizam foi roubado do exército iraquiano (inclusive tanques). Outra parte vem das armas enviadas pelos EUA para os “rebeldes moderados” na Síria. E uma terceira parte é comprada com financiamento de potências do G20, como disse o Putin; impostos cobrados da população iraquiana e síria (nas áreas onde eles dominam); dinheiro de resgates de pessoas sequestradas; comércio de obras de arte e mulheres; saques a bancos; financiamento direto da Arábia Saudita (membro do G20), Catar, Kuwait e Emirados Árabes.

      O petróleo (eles tem 12 campos de exploração e refinarias no Iraque e na Síria) “dizem” que é “lavado” pela Arábia Saudita e Turquia. E a receita com isso é superior a 2 milhões de dólares por DIA. “Dizem” inclusive que o próprio Assad compra petróleo deles também.

      Abraço.

      • mstrey

        Ou seja, os senhores da guerra não possuem o menor interesse em acabar com o grupo, pois vários grandes saem ganhando com a manutenção das atividades deles.

  • davi koscianski vidal

    “Ahhh o discurso é o mesmo dos protestantes”
    O discurso pode até ser o mesmo, mas eu não lembro de ter visto cristãos/ateus se explodindo por isso até agora. A única coisa envolvendo “cristãos” e “terroristas” no mesmo contexto que eu me lembro foram de mulçumanos decapitando cristãos…

    Mas vocês são mais especialistas que eu: quando houve o último ataque terrorista com motivos religiosos de grupos cristãos?

  • Maycon Carneiro

    alguem por favor me diz qual é a musica de violino q toca alí por 1:30 de programa

  • Rodrigo Menezes

    IRA? Conhecendo a história das Irlandas dá para ver como os católicos eram discriminados pelos protestantes. E como Inglaterra era protestante a coisa ficava feia para o pessoal das Irlandas. Ex: Muitas empresas não contratavam trabalhadores católicos.

    “Historically, employment in the Northern Irish economy was highly segregated in favour of Protestants, particularly at senior levels of the public sector, in certain then important sectors of the economy, such as shipbuilding and heavy engineering, and strategically important areas such as the police.[7] Emigration to seek employment was therefore significantly more prevalent among the Catholic population. As a result, Northern Ireland’s demography shifted further in favour of Protestants leaving their ascendancy seemingly impregnable by the late 1950s.”

    https://en.wikipedia.org/wiki/Segregation_in_Northern_Ireland#Employment

    Coisas que presenciei na Irlanda em 2013:
    No questionário de admissão do funcionário perguntava “Qual sua religião” e isto era para a empresa ter estatísticas e poder provar que não praticava discriminação religiosa.

    Na época que fui visitar a Irlanda do Norte, estava rolando um atrito religioso e me recomendaram me declarar como sem religião ou ateu.

    Aqui no Brasil estão rolando muitos ataques a terreiros de umbanda, com direito a criança levando pedrada. Não são ataques comparáveis aos dos terroristas, mas estão crescendo muito.

    • davi koscianski vidal

      Touché!! Não lembrava do IRA.

      • Rodrigo Menezes

        A historia das Irlandas é bem triste e sofrida, mas aqui temos pouco contato e com isso não sabemos quase nada.

        Eu aprendi muita coisa, nos três meses que estudei em Dublim. Os professores mais velhos acabam sempre contando um pouco de historia durante as aulas de Inglês.

  • Inoue

    Cara,na minha opinião isso é tudo por culpa do petróleo,a religião só é usada como desculpa.

    Vida longa e prospera.

  • Malcomtux

    Ouvindo atrasado aqui deixo só uma correçãozinha: Abraão e Sem são duas figuras judaico-cristãs distintas, Abraão é o patriarca de árabes e hebreus e era descendente de Sem, filho de Noé, de onde vem o termo Semita.

  • Vitor Urubatan

    Caraca excelente o inicio!

  • Pergunta: AONDE TEM CIÊNCIA AI?
    Ps: não conta ciências históricas (vcs não tem especialista residente)
    Ps2: ciências políticas não é valido também, pois não tem no grupo principal alguém da área
    Xbox 360 (não tive PS3): Caralho 1:51Hrs??? no máximo no inicio vcs tinham 2 períodos de 45 minutos (cada um por semana)
    PS4 (que comprarei, acho): Sério desisti de vocês, por mudarem tanto o tema que era desde o episódio 4 (cansei)

%d blogueiros gostam disto: