Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

Scicast #137: Por que Viajar?

por em sex 27America/Sao_Paulo maio 27America/Sao_Paulo 2016 em Destaque, Scicast | 29 comentários

Scicast #137: Por que Viajar?

Chers auditeurs, se vocês se perguntam com frequência Por que viajar? Ou mesmo nunca pararam para pensar nisso, venham conosco nessa conversa sobre os mais variados tipos de turismo/trabalho/férias/comercafédamanhãdehotel. Vamos da Patagônia ao Japão, da China à Alemanha, mas o que realmente importa são privadas touch screen, wi fi e dicas de aeroporto! Seja apenas para fazer xixi em placas, pegue sua mochila, aperte o play e viaggiamo!

Capa137

Publicidade:

  • Neste Dia dos Namorados a MaxMilhas quer incentivar as pessoas a declararem seu amor e a viverem bons momentos ao lado das pessoas que amam.
  • Qual a cidade ideal para declarar o seu amor? Muitas vezes estamos longe da pessoa que gostamos e só pensamos em ir para onde ela está, ou planejamos uma viagem romântica ao lado da pessoa amada. Não tem nada mais gostoso do que viajar junto. Por isso, porque não declarar o seu amor neste lugar? Aquela cidade que você viveu ou quer viver uma história com o seu amor? A MaxMilhas ajuda você a declarar o seu amor de norte a sul do planeta, através desse site. E se declarando, você ainda ganha R$50,00 de desconto para comprar sua passagem pela MaxMilhas.
  • A campanha vai até 12/06/2016, não perca tempo e aproveite pra curtir o dia dos namorados em um lugar bem especial!

Marie Curie Front

 

Contato Comercial:

Redes Sociais:

Aperte o pause:

 

Produção Geral: Tarik FernandesHosts: Fernando Malta e Marcelo Guaxinim. Edição: Talk’ nCastEquipe de Gravação: Marcelo Rigoli, Werther Kroling, Natalia Nakamura e Juliana VilelaArte da Vitrine:Google Imagens

 

 

Comentado no Episódio:

Impacto de atividades de outdoor em áreas naturais

PodCast O Nome Disso é Mundo

Projeto Tamar

Projeto Baleia Jubarte

Projeto Lobo-Guará

 

 

 

  • André Albuquerque

    Sucesso na vida para mim é ter muitas oportunidades de viajar.

    • Marcelo Rigoli

      Concordo plenamente!

  • Ben Gadhura

    O bom do Scifi Cast é que ele chega cedo… o ruim é o tal do teatrinho, o roteiro, a dicção do pessoal. Gente tá realmente uma merda, vamos melhorar isso ai.

  • izzynobre

    Hahahah muito boa a homenagem :D

    • Ben Gadhura

      E O PATREON?

    • Adriano João Silva

      Que massa que gostou izzy! Sucesso com o Melhor Podcast do Brasil!

  • Roman Schossig

    Tudo lixo.

    Uahaha, Brincadeira. Adoro esse podcast, e seus temas. Viajar é realmente muito bom. Sou o tipo mochileiro ocasional, que passa a primeira metade do ano lembrando da viagem que fez e a outra metade planejando a próxima. Em dado momento de minha vida me olhei no espelho e constatei que nada tinha de história para contar. Minha vida era uma eterna repetição de “casa – trabalho – casa – universidade – casa – biblioteca – mercado – casa – trabalho”. Assim, para sair dessa zona de conforto e conhecer coisas novas passei a viajar, principalmente pelo Brasil.

    Porém nem tudo são flores. O turismo no Brasil parece que não é para brasileiro, pois pagamos em dólar para conhecermos o quintal de casa. Do mesmo modo, embora o turismo de fato gere bastante empregos e dê uma boa aquecida na economia, além de proporcionar um ótimo intercâmbio cultural, ele tem seu lado nocivo para os habitantes locais: com os turistas não raro vem a criminalidade, o tráfico de drogas e até turismo sexual. Cidades pequenas do interior – principalmente nas chapadas do Brasil – recebem turistas que enxergam seu destino como um mero local para extravasar e o fazem além da conta, sem se importarem com os moradores, como se aquela vila não fosse habitada por pessoas, e sim um mero cenário. O povo local acaba tendo que engolir a indignação, pois como a cidade fica economicamente dependente do turismo, surge uma política de “o turista sempre tem razão”.

    Mas enfim, isso pode ser minimizado com nossa própria postura enquanto viajantes: junto com nossa curiosidade e disposição, devemos sempre levar juntos a humildade e respeito.

    Grande abraço a todos.
    Continuem assim!

  • Rogério Moreira Júnior

    Só vim aqui por causa do comentário do Guaxa sobre o morro da Costeira.

    Minha vó mora ali na av. Jorge Lacerda – conheço a área. #RespectGuaxa

    Abraços! Sentindo falta dos podcasts mais científicos, mas continuamos ouvindo mesmo assim!

    • MarceloGuaxinim

      morrei lá na costeira por 25 anos quase.
      Estudei no Anísio Teixeira.
      Respeito MUITO a coxxxxtera.

      Só que tua vó mora na jorge lacerda, ai é fácil, eu morava no morro na altura dos canos!

      ps: Saudades sorveteria costeira

      • Rogério Moreira Júnior

        Então, o respect era para te respeitar, não pedindo respeito – só depois eu fui reparar no duplo sentido. =/

        E, poxa, a sorveteria está lá ainda. Esse fim de semana, com o Iron man, fecharam a via expressa e todo mundo teve que passar denovo pela costeira – deu saudade dos velhos tempos.

        Abraços!

  • Infelizmente fazer viagens é muito difícil para a maioria da população que vive com 1000 reais por mês.

    • Tarik Fernandes

      Triste verdade :(

    • Marcelo Rigoli

      Infelizmente ainda é um luxo na nossa realidade.

  • Guilherme Silva

    Respondendo a solicitação do Tarik pedindo por comentários….
    Por mais piadas do guaxa e menos chatices do tarik kkkkkkkkk

    • Tarik Fernandes

      Bom, pelo menos comentou. Tsc tsc tsc :)

  • Luciano Guimaraes (Lguimaraes)

    Leio, ouço, acompanho mas estou de viagem… opa, desculpa chat errado :) … estou na
    maratona, atrasado um pouquinho, vou me explicar, não tenho outra
    forma de me expressar sobre o SCICAST que não seja: “é uma cachaça… altamente
    viciante.”, comecei pinçando alguns episódios e não consegui resisti o desafio,
    estou na maratona, zerei o contador e neste momento estou no episódio de um ano
    #53, rindo demais com o encontro de todos os casters que passaram pelo programa
    desde #01. Não vou comentar o #137 pois estou viajando em um ano atrás, devo
    ter usado a Tardis, e pegado a esquerda em Albuquerque. Mas estou acompanhando
    os lançamentos… Aliás, já vem jabá, o Miçangas está fantástico, esse
    acompanho desde #01, mas comentários vou deixar lá.

    Pessoal, abraços, e muito, muito obrigado por enriquecer meus dias, ouço, graças ao backlog grande, a todo o momento… também faço parte dos #AmigosDoPause.

    • Fernando Malta

      Obrigado pelo simpático comentário, Luciano! Continue nessa toada que uma hora você alcança o presente em sua Tardis! ;-)

    • Marcelo Rigoli

      Valeu pelo feedback cara!
      Tem um sobre o tempo que é atemporal, modéstia a parte… pode ouvir quando quiser… hahaha

  • Lucca Neves

    Adicionando ao conteúdo do Cast um video elucidativo sobre como viajar
    com seu bebê: https://www.facebook.com/LADbible/videos/2728193937227779/

    • Marcelo Rigoli

      Hahahaha!
      ~Excelentes~ dicas! Hahaha

  • Patrick Reis

    Nunca tinha tirado ferias, e a dois anos atrás resolvi fazer a viagem dos sonhos, sai do trabalho e fui viver 3 meses( tempo máximo permitido para turistas) no Japão.

    Durante esses três meses, viajei o Japão quase inteiro, participei de vários eventos, incluindo a Tokyo Game Show que seria a ultima aparição do Deus Kojima pela Konami. Pude viver, as cinzas do vulcão de Nagano, terremotos e dois tufões.

    Agora a parte triste, assim como citado no cast, quando voltei sofri uma síndrome do pânico foda, primeiro pela segurança. Lá nunca vi bandidos, andava de bicicleta de madrugada, male má via policia, e aqui eu moro em bairro barra pesada, então da para imaginar o choque cultural. Outro fator foi o barulho, eu morei em yamanashi, uma cidade tranquila cercada de hatake (plantações de arroz) e o único barulho que se ouvia fora dos grilos e sapos era o das sirenes que anunciavam as “tragédias” ambientais. Sendo assim quando voltei, qualquer barulho (tipo o tiozinho da pamonha e o do churros) me remetia as coisas não tão boas..

    Mas assumo, apesar dos pesares, para mim .. o Japão continua sendo de longe o melhor lugar para se estar/morar/viajar.

    • Marcelo Rigoli

      É, esse efeito rebote é péssimo, mas ainda vale a pena viajar!

    • Nanaka

      sinto sua dor ._. passei 10 meses no Japão, ainda não me acostumei de volta, estou sempre sentindo falta de algo como era lá.. (apesar de saber que mesmo lá nem tudo são flores). É impossível não se apaixonar pelo Japão s2

  • Thiago Arrais

    Parabéns, pessoal. Conseguiram fazer um cast excelente a partir do que era claramente um “post pago”.

    Live long and prosper!

    ?

    • Marcelo Rigoli

      Valeu pelo feedback cara!

%d blogueiros gostam disto: