Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

Scicast #134: A História da Comunicação Humana

por em sex 06America/Sao_Paulo maio 06America/Sao_Paulo 2016 em Destaque, Scicast | 25 comentários

Scicast #134: A História da Comunicação Humana

• • • – – – • • •

Sejam bem vindos Deviantes e Derivadas a mais um podcast cientifico multidisciplinar! Essa semana vamos enviar uma mensagem de conhecimento a você receptor!

Entenda: por que precisamos nos comunicar? Quem inventou a fala? Quem inventou a escrita? Para que a matemática? Como funciona um telegrafo? E um pombo correio? O que é um telefone? Existe uma rede de pombos ligando todos os terminais de ônibus do pais? Essas e outras questões você descobre aqui, no SciCast, sua fonte de informação, comunicação e pombos correios.

PRUUUUU

Capa134

Publicidade:

  • Quer trabalhar na agência Prótons com a Jujuba e o Silmar? Entre no link, entenda os desafios dessa empreitada, e se você acredita que se enquadra, Preencha o Formulário!
  • Chegou ao fim o Desafio Scicast, feito em parceria com a Gerando Conteúdo. Os resultados serão divulgados no dia 13 de Maio, via episódio e redes sociais, fiquem ligados!

Marie Curie Front

 

Contato Comercial:

Redes Sociais:

Aperte o pause:

 

Produção Geral: Tarik FernandesHosts: Fernando Malta e Marcelo Guaxinim. Edição: Talk’ nCastEquipe de Gravação: Roberto PenaWillian Spengler e Juliana Vilela Arte da Vitrine: Google imagens.

 

 

Comentado no Episódio:

Estão abertas as inscrições de propostas de trabalho para o II Congresso Brasileiro de Educação Ambiental Interdisciplinar (COBEAI).

How the first cable was laid across the Atlantic

Principais linhas de telégrafo em 1891

Principais linhas de telégrafo em 1891

 

  • Adriano João Silva

    o/ First? :p

  • Quem?

    ¬¬
    Hmpf…

    • Fernando Malta

      Mas nem ouviu e já tá assim, nobre Quem? =P
      Dê uma chance, rapaz!

      • Quem?

        Semana q vem abigo. Semana que vem. Abraços.

        • Fernando Malta

          Você quem perde. =)

          • Quem?

            Craro Craro.

    • Willian Spengler

      Stop That Pigeon!

  • Que amor o scicast. Sempre me acompanhando nas madrugas de insonia mortal!

    • Tarik Fernandes

      <3

  • Rey, filha de chocadeira

    Por queo silmar não participa mais dos casts??

  • Caraca, que abertura!!! Sensacional :D

  • Paulo Erbolato

    Como sempre conteúdo muito bom, mas a abertura foi av melhor que eu já vi de todos podcasts que ja ouvi, simplesmente fantástico. Parabéns a todos.

    • Fernando Malta

      Que legal, Paulo!
      O legal é que foi na hora, a gente pensou depois de uma sugestão inicial da minha esposa e foi trabalhando em cima. Adoramos fazer, também. =D

  • Rosineide Alves

    Tarik , não encontrei o mapa dos telégrafos que vc comentou no cast… Cadê o link? :(

    • Tarik Fernandes

      Obrigado por perguntar Rosineide. Aqui está uma imagem das principais linhas de telégrafo em 1891. Já é possível ter uma dimensão da “globalização” da rede, mesmo ainda no séc XIX :)

      • Tarik Fernandes

        Por curiosidade: “No Brasil, o telégrafo foi inaugurado em 11 de maio de 1852, entre a Quinta Imperial e o Quartel do Campo, no Rio de Janeiro. Em 1857 inaugurou-se a linha para Petrópolis, com 50.630 m, dos quais 14.970 m em cabo submarino. Partia da praia da Saúde, alcançava a ilha do Governador, seguia para a estação da Estrada de Ferro Mauá e daí até Petrópolis, já em fio de ferro aéreo. Os serviços somente foram franqueados ao público em agosto de 1858. Seguiram-se as construções das linhas para Cabo Frio, Rio Grande, Pelotas e Porto Alegre, as três últimas consideradas indispensáveis e urgentes, em virtude de encontrar-se o país em guerra com o Paraguai.
        Em 1847 foi inaugurado o cabo submarino para a Europa e, no mesmo ano, construídas as linhas para o norte, que alcançaram a Paraíba, em 1875, Fortaleza, em 1881 e Belém, em 1886. Em 1887, o Brasil aderia à Convenção Internacional de São Petesburgo. Em 1906 foi resolvida a ligação de Mato Grosso ao Amazonas, com vários ramais, serviço este chefiado pelo então Major Rondon, que prestaria inestimável ajuda à telegrafia brasileira.
        Pois no fim do século XIX, registrou-se a epopéia de Rondon que, mapeando o oeste do Brasil para o serviço geográfico do exército, estendeu a linha telegráfica até Cuibá e Corumbá (1891) e daí, às fronteiras da Bolívia e Paraguai. Em 1900, sua linha telegráfica alcançou o Amazonas e a região que corresponde hoje ao estado do Acre. Essa missão de integração brasileira pelas telecomunicações valeu-lhe o título de patrono das telecomunicações brasileiras.
        Também é importante salientar que antes da implantação dos primeiros radiotransmissores dos Correios brasileiros, todo o tráfego telegráfico fluía por linhas aéreas, que uniam as cidades mais desenvolvidas dos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais. Além de que antes da telefonia surgir, as cidades eram servidas pela telegrafia, que era, e para algumas regiões muito remotas ainda é, o único meio de comunicação.”

      • Rosineide Alves

        Obrigada!

  • Willian Spengler

    Alguns detalhes sobre a “bandeira branca”, publicados pela Revista Aventuras na História deste mês: ela nem sempre significou rendição, às vezes apenas trégua. A ideia da bandeira branca surgiu no século I, no Império Romano. De Roma,seu uso passou para o resto do mundo. Durante a época medieval, a cor branca indicava que alguém não estava no combate. Mensageiros andavam de branco e prisioneiros usavam uma espécie de documento com uma marca branca para indicar que estavam neutralizados. Em 1502, o simbolismo do branco chegou a Índia: o príncipe de Calicute usou uma bandeira branca para se render ao navegador Vasco da Gama. O símbolo do branco como referência da paz foi regulamentada pelas Convenções de Genebra, ela indica que o portador está desarmado e quer negociar. Usa- lá falsamente, para atrair as tropas inimigas para uma emboscada, é considerado crime de guerra.

  • Makalyester Caukim
    • Fernando Malta

      ???

  • Rodrigo Braga

    Excelente conteúdo!! Muito bom mesmo! Parabéns!

  • string nome

    Já virei fan de vocês obrigado por me tirar do tédio …

  • Guilherme Almeida

    Parabéns à toda equipe!! Esse podcast ficou sensacional!!
    Sou jornalista e lembro das minhas aulas sobre a história do rádio e da TV, principalmente no Brasil, mas nada foi tão bem explicado e didático quanto esse episódio.
    Talvez seja interessante fazer uma terceira edição falando da televisão, principalmente no Brasil. Tem várias histórias e lendas bem interessantes por ai, como a de que a equipe do Assis Chateaubriand ficou tão preocupada em fazer uma primeira transmissão grandiosa, que esqueceram de pensar no que teria no segundo dia e tiveram que fazer um bem bolado de última hora para conseguir colocar alguma coisa no ar.

  • Bárbara Oliveira

    Esse podcast é muito bom, sempre produzindo um conteúdo muito divertido :)

%d blogueiros gostam disto: