Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

Barbudos do mundo, uni-vos: barba pode funcionar como antibiótico (com algumas reflexões sobre a germofobia)

por em 12/02/2016 | 2 comentários

Barbudos do mundo, uni-vos: barba pode funcionar como antibiótico (com algumas reflexões sobre a germofobia)

Vamos por partes: um estudo conduzido por uma equipe do Centro de Cirurgia e Saúde Pública do Brigham and Women’s Hospital, sediado em Boston, descobriu que dentre os funcionários do hospital, aqueles que usavam barba foram menos propensos a serem colonizados por Staphylococcus aureus simples ou os resistentes à meticilina (os infamemente conhecidíssimos MRSAs). Embora os autores deixem claro que o estudo tem limitações de amostragem, pouco controle de fatores externos e que as taxas totais de colonização por bactérias não diferiram muito entre os funcionários com e sem barba, o principal achado foi que certos tipos de bactéria (como as citadas acima) tiveram uma prevalência menor naqueles trabalhadores com rostos não escanhoados.

Leia mais...

Ao vencedor, as batatas: cientistas tentam cultivar batatas peruanas em Marte

por em 08/02/2016 | 1 comentário

Ao vencedor, as batatas: cientistas tentam cultivar batatas peruanas em Marte

 

Talvez seja só uma grande coincidência, mas passados alguns meses do filme estrelado por Matt Damon, pesquisadores da NASA uniram-se com cientistas do Centro Internacional de La Papa (CIP; ou em bom português, Centro Internacional da Batata), sediado no Peru, e estão conduzindo uma série de experimentos para testar se e quais tipos de batatas podem ser realmente cultivadas em Marte como fonte de alimento para os futuros colonizadores do planeta vermelho.

Leia mais...

Para que serve o mosquito? Para te fazer queimar na fogueira das vaidades

por em 04/02/2016 | 2 comentários

Para que serve o mosquito? Para te fazer queimar na fogueira das vaidades

Em épocas de notícias alarmantes e muitas vezes sensacionalistas (ou não?) sobre zika vírus, febre chikungunya e a já conhecidíssima dengue, um pequeno ser tem se destacado como estrela principal. É pequeno, barulhento e por onde passa sua presença se torna simplesmente impossível de ignorar. Tipo uma sub-celebridade querendo reaver seus 15 minutos de fama.

Qualquer um que já tenha acampado, pescado ou simplesmente esquecido a janela aberta antes de dormir em ambientes tropicais ou em estações quentes do ano sabe de quem estou falando. Sim, ele, o famigerado mosquito. E, garanto para vocês, que nem o mais radical dos ambientalistas escapa de já ter pensado, mesmo que secretamente: “Porra! Mas para que servem mesmo esses malditos insetos?!”

Leia mais...
Modo Noturno