Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

SciCast #205: Elementos Químicos

por em sex 30America/Sao_Paulo jun 30America/Sao_Paulo 2017 em Destaque, Scicast | 18 comentários

SciCast #205: Elementos Químicos

Sejam bem vindos Deviantes e Derivadas a mais um SciCast cheio de elementos perigosos que fazem aquela química bacana que vocês tanto amam!

Do Hidrogênio ao Adamantium, essa semana vamos falar de elementos químicos! Como podemos organiza-los, como novos elementos foram “criados”, e principalmente, como chegar no Miçangium!

*Este episódio, assim como tantos outros projetos vindouros, só foi possível por conta do Patronato do SciCast. Se você quiser mais episódios assim, contribua conosco!*

Arte da Capa:


Redes Sociais:


Saldão da Loja do SciCast – corram!


Expediente:

Produção Geral: Tarik FernandesHosts: Fernando Malta e Marcelo GuaxinimEdição: Talk’ nCastEquipe de Pauta/Gravação: Willian Spengler, Augusto César e Iuri de Barros. Vitrine: Jânio Garcia (Portfólio • Instagram)


Material Complementar:

  • Eric Souza

    Olá, Deviantes!
    Eu não consegui entender alguns pontos.

    Vocês mencionaram que eram conhecidos inicialmente 60 elementos. E disseram que eles sabiam a massa atômica desses objetos. As minhas perguntas são:

    1. Como eles tinham esse conhecimento?

    2. Como é possível fazer a contagem do número específico de prótons, nêutrons e elétrons de um átomo?

    3. Uma lata de alumínio; gás hélio ; ferro no sangue; cálcio nos ossos; flúor no creme dental. Como examinar essas coisas e dizer que há esse determinado elemento alí?

    • GRID 3D VFX

      Cromatografia consegue fazer isso, se eu não me engano é um método semelhante pra saber do que são compostos planetas distantes

      • Iuri

        Cromatografia é uma técnica de separação, acredito que esteja pensando em espectroscopia.

    • Iuri

      Sou o Iuri que participou do cast, vou tentar responder suas perguntas aqui:

      1. Já existia a ideia do que hoje chamamos de estequiometria, e também tinham o conhecimento de que volumes iguais de gases a mesma pressão e temperatura tinha o mesmo número de moléculas (Principio de Avogadro). Com esses conhecimentos estimavam as massas atômicas com boa precisão. Alguns erros aconteceram, em função de não se conhecer as formulas moleculares precisamente, mas foi assim que começou.

      2. A descoberta do núcleo atômico, com prótons e nêutrons se deu com a descoberta dos raios catódicos, e estudando como os átomos reagiam a serem “bombardeados” com determinadas radiações descobriram proporcionalidades com o número de prótons e nêutrons presentes no núcleo.

      3. Todos os elementos podem ser identificados com marchas analíticas envolvendo reações químicas sucessivas (técnicas clássicas de química analítica). Empregando instrumentos analíticos poderia usar fluorescência de raios X para determinar a composição de uma liga metálica, como a lata de alumínio; o caso do hélio é interessante, ele foi detectado primeiro no sol e só depois foi encontrado aqui na Terra, essa detecção foi realizada analisando o espectro luminoso que o sol emite; A maioria dos exames de sangue que ocorrem corriqueiramente em laboratórios de analise clinica são feitos com técnicas eletroanalíticas; o cálcio nos ossos podemos voltar a fluorescência de raios X; o fluor no creme dental pode ser detectado e quantificado por meios eletroanalíticos.
      Uma forma que poderia identificar todos os elementos seria ICP-MS (plasma indutivo acoplado com detector de espectrometria de massas), mas algumas das amostras necessitariam de certo tratamento prévio (ex: digestão)

      • Eric Souza

        Valeu!!

  • Diego Madeira

    BElas
    SIrigaitas
    GEmeas e
    ASsanhadas
    SuBornaram o
    TEnente
    POlonês

    :)

  • Soymara Ribas

    Antes de ouvir já posso falar que amei o tema.

  • Nel Adame

    Já gostei só pelas referências a Fullmetal Alchemist !!!

  • Maldrax

    A vírgula de Full Metal ficou muito boa. Exceto pelo fato da dublagem ter errado e traduzido silicon como silicone…

  • Rodrigo Braga

    Olha o Guaxa reciclando a abertura do cast de Química 2 ;)
    Ficou faltando dizer quem veio antes, se foi o Capitão Planeta ou foi o Sidney Magal (“São cinco elementos apunhalando o coração: o fogo, a terra, a água, o ar e a paixão”).

    • Iuri

      Eu perdi o “time” para essa informação no cast… mas Empédocles (490 – 430 a.c.) filosofo grego pré socrático pensava nos 4 elementos (fogo, água, terra e ar) formando toda matéria. Ele propôs que uma força unia esses elementos para formar os demais, e chamava essa força de amor!

  • Rodrigo Braga

    Curiosidade para acrescentar: o nome “potássio” vem de “potassium”, que por sua vez vem “potash”, palavra inglesa para designar genericamente sal de potássio e que vem de “pot ash”, literalmente “cinzas do pote”, já que esse sal era obtido a partir das cinzas resultantes da queima de plantas e dissolvido em água em um pote.
    A letra K remete a “kalium”, palavra latinizada do árabe “alkali” (que também resultou em “álcali” e “alcalino”), que significa “cinzas de planta”.

  • Rodrigo Braga

    Um mnemônica para a família do cobre-prata-ouro é “CU que AGuenta AUmenta”. Aprendi no cursinho e passo hoje para meus alunos, não para eles decorarem (concordo com o Augusto sobre não precisar decorar a tabela), mas quando o aluno está quase dormindo e ouve uma frase dessa, rola uma euforia e o aluno até desperta!

    • Augusto

      Realmente Rodrigo, não precisamos decorar a tabela. Uma parte do meu TCC foi baseado em maneiras de se ensinar o uso da tabela e decorar foi o jeito que apresentou os piores resultados.

  • Ana Da Rocha Kurata

    Ganhei o/
    *Dancinha da vitória*

  • Darley Santos

    Apesar de terem lembrado que entre química e física não existe toda essa divisão, pois tal divisão é apenas artificial, devo dizer que química nunca me desceu… igual matemática… curiosamente sempre mantive vivo o interesse por física… vai entender…

  • Matheus Pereira Furlan

    cade a tabela em espiral q vcs falaram no ep?

  • Cova Tenebrosa

    Caros senhores,

    Sei que estou um pouco atrasado , mas ouvi este programa recentemente e em algum momento (desculpe, mas não consegui localizar depois) um dos convidados comentou sobre a existẽncia teórica dos elementos das linhas 8 e 9 da tabela periódica. Poderia me fornecer alguma referência ou me indicar onde encontrar esta informação?
    Sou Físico e apaixonado por este assunto e confesso que nunca tinha ouvido/lido sobre este assunto antes.

%d blogueiros gostam disto: