Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

Scicast #40: Antigo Egito

por em sex 01America/Sao_Paulo ago 01America/Sao_Paulo 2014 em Destaque, Scicast | 2 comentários

Scicast #40: Antigo Egito

Uma civilização que teve início no continente africano, numa área de deserto, há 5 mil anos. Não parecia muito promissora e provavelmente não sobreviveria sem um importante fator: o maior rio do mundo, para suprir suas necessidades. O Rio Nilo, não sem motivos, tornou-se essencial (e sagrado) para o povo do Antigo Egito, essa relação entre eles transformou-se numa bela história, que pode ser refletida na frase “O Egito é a dádiva do Nilo”, do historiador grego chamado Heródoto.

Finalmente um SciCast sobre ciência de verdade, Ufologia. NÃO, MENTIRA! Hoje  JorgeRonaldoBárbara, EstrelaMatheus (Prof. Barbado) e Marcelo (Guaxinim). vão falar sobre o Egito Antigo, com direto a muitas piadas infâmes (verdade), pirâmides voadoras (mentira), faraós (mentira), Iron Maiden (verdade), strip poker (mentira), gente fingindo ser deus (verdade), gatos de botas (mentira) e BINGO!

Recadinhos:

Comentado neste episódio:

Vídeo

  • Ancient EgyptCrash Course World History #4: não cansaremos de indicar os vídeos do Crash Course, pois sua qualidade e didática são excepcionais. Nesta videoaula, viaje pelas dinastias do Egito Antigo, atravessando o Antigo, Médio e o Novo Reino.
  • Os Dez Mandamentos (1956): espetacular superprodução, da vida de Moisés (Charlton Heston), desde recém-nascido, quando foi colocado nas águas em um cesto e acabou sendo adotado por uma princesa egípcia, até quando descobre sua real condição e decide liderar seu povo que, escravizado pelos egípcios, anseia pela liberdade. Obra épica, imprescindível.
  • Alexandre (2005, dvd duplo com extras): Oliver Stone recria a poderosa e verdadeira história de Alexandre o Grande (Colin Farrell), que no quarto século antes de Cristo havia conquistado a Grécia, a Pérsia, o Afeganistão e a Índia, ou seja, 90% do “Mundo Conhecido” até então. Mesmo tendo enfrentado grandes exércitos de bidas e elefantes, ele nunca perdeu uma batalha! Visionário, explorador e sonhador, ele era também um filho carinhoso, ferido pelo amor e pela ambição de sua mãe (Angelina Jolie) e pela eterna necessidade de agradar a seu pai (Val Kilmer). Seu sonho moldou o mundo como o conhecemos hoje. Aproveitem e adquiram também a produção original de 1956 com Richard Burton.

Literatura

  • Egito Antigo – Coleção L&PM Encyclopedia (Sophie Desplancques, 2009): os mistérios que envolvem o Egito Antigo surpreendem os historiadores até hoje: como, em menos de dois milênios, a civilização egípcia, um povo de caçadores, pescadores e coletores, se transformou em um dos primeiros Estados do mundo? Este livro apresenta, com base nas últimas pesquisas, os grandes períodos da época faraônica e revela curiosidades como a origem do termo “faraó” e quem foi o criador da escrita hieroglífica. Também analisa a política interna e externa dos reinados dos principais soberanos e oferece ao leitor meios para compreender as particularidades desta civilização que nasceu e prosperou às margens do rio Nilo.
  • Egito Antigo – Coleção História Ilustrada (Paul Johnson, 2009): o segundo título da Coleção História Ilustrada contempla, de forma didática e ricamente ilustrada, a história completa de uma das civilizações mais importantes de todos os tempos. Além de impressa em cor especial, esta edição ainda conta com boxes explicativos, pesquisa iconográfica rica e atual, belíssimas imagens e ilustrações, glossário, e conteúdo exclusivo para o site do livro, o que o torna uma verdadeira obra de referência sobre o Egito Antigo.
  • Guia Ilustrado Zahar História do Mundo (Philip Parker): vocês sabiam que esse seria citado, não é ;)? Este guia aborda sucintamente os principais aspectos da linha temporal estudada por nós no ensino fundamental e no médio. Parker procura abordar a História de todos os continentes, destacando acontecimentos importantes respectivos de cada um durante os períodos pré estabelecidos pelos capítulos do guia.
  • Atlas da História do Mundo – História Completa da Jornada Humana (Jeremy Black): este Atlas Histórico contem um dos melhores materiais para se ensinar a história: mapas mostrando fonteiras de impérios antigos. O objetivo desta coletânea é mostrar todos os passos que os seres humanos tomaram no decorrer das eras, desde o surgimento dos primeiros hominídios (mostrando como se “espalharam” pelo mundo) até o início do novo milênio (mais exatamente, 2004). É um livro sem igual, contendo mais de 400 mapas temáticos de TODOS os continentes.
  • Ramsés, o Filho da Luz (Christian Jacq, 1995): é uma série organizada em 5 volumes pelo renomado egiptólogo Christian Jacq, e que retratam com uma linguagem rica e informações baseadas em suas pesquisas a vida de Ramsés II, um dos mais conhecidos faraós do Egito, além dos hábitos e costumes dos egípcios desta época. Ele nos remete a aproximadamente 1.200 a.C. descrevendo com precisão de detalhes os alimentos, a higiene, a religião, a burocracia, os remédios e tudo mais relacionado com a cultura da XIX dinastia egípcia.
  • As Memórias de Cleópatra – A Filha de Ísis (Margaret George, 2000): numa magistral reconstituição do antigo Egito e da Roma dos césares, a autora conta – pela voz da própria Cleópatra – uma história épica e hipnotizante. Reis, rainhas, tribunos, senadores, gladiadores, eunucos, escravos e guerreiros movem-se numa saga luxuosa, que traz de volta à vida o reluzente reinado da rainha do Nilo. O deserto, as pirâmides e os monumentos em torno do Nilo, as tumbas dos antigos faraós, o esplendor de Alexandria, as sangrentas lutas de gladiadores no coliseu, em Roma, as guerras de conquista de Júlio César e Marco Antônio, as paixões e a volúpia de sexo e poder em que os personagens se envolvem estão no centro deste romance absorvente, que tornou Margaret George uma das maiores romancistas históricas da atualidade.
  • Morte no Nilo (Agatha Christie, 1937): bela, rica e inteligente, a jovem herdeira Linnet Ridgeway parece conseguir tudo o que quer. No entanto, quando rouba o noivo de sua melhor amiga e se casa com ele sem pensar duas vezes, talvez Linnet esteja indo longe demais… Em sua viagem de lua de mel num cruzeiro pelo rio Nilo, no Egito, o casal apaixonado se depara com uma série de antagonistas interessados em sua fortuna e em provocar sua infelicidade. Então Linnet é encontrada morta, com um tiro na cabeça. O detetive Hercule Poirot, que por acaso também estava no navio, entra em ação para tentar montar mais esse quebra-cabeça.
  • E no Final, a Morte (Agatha Christie, 1945): o local é o Egito Antigo. A época é o ano 2000 a.C. Em uma sociedade na qual o sentido da vida está intimamente relacionado aos rituais da morte, a jovem viúva Renisenb volta para a casa de seu pai, o sacerdote funerário Imhotep, para encontrar tudo aparentemente do jeito que deixou antes de se casar. O frágil equilíbrio familiar é quebrado quando o patriarca retorna de uma de suas viagens trazendo para casa a jovem Nofret para ser sua concubina: uma presença que desperta os piores sentimentos nos habitantes da casa. Agatha Christie une um sólido conhecimento do Egito Antigo à capacidade mágica de criar enredos de grande suspense, levando sua maestria para um cenário inusitado. Também disponível em e-book.

Games

  • Age of Empires I: é uma série de jogos eletrônicos para computador e consoles portáteis desenvolvida pela Ensemble Studios e publicada pela Microsoft. O primeiro título da série foi Age of Empires, lançado em 1997. Depois dele, outros seis títulos da franquia principal e quatro títulos derivados foram lançados. A maior parte da série é formada pelo gênero de estratégia em tempo real, sendo que seus modos de jogo se resumem a dois estilos principais: mapa aleatório e campanha. Age I Possui uma campanha especial para os egípcios.
  • Rise of Nations: jogo para computador de Estratégia em Tempo Real (RTS), desenvolvido pela Big Huge Games e publicado pela Microsoft em 2003, e possui 18 civilizações jogáveis, durante 8 períodos da história mundial. Você pode escolher várias civilizações antigas e modernas, como por exemplo gregos, egípcios, persas, japão, chineses, germânicos, ingleses, norte-americanos, franceses, espanhóis, etc, cada uma com um bônus (uma unidade especial ou construção especial). Dá para expandir sua cidade desde status de vila antiga de 3 mil AEC até status de Grandes Impérios. Existe uma campanha especialmente para os gregos, onde se pode conquistar o Egito Antigo.

Saiba Mais

  • Geacron: é um Atlas Histórico Mundial e de Linhas do Tempo desde 3000 a.C., interativo e disponível na internet de graça. É possível acompanhar a “evolução” das civilizações e reinos pré-históricos até a época atual. Para acompanhar a sucessão de Dinastias do Antigo Egito, coloque “-3150” no lugar da data “2014”; isso atualizará o mapa temporal para o período de unificação entre o Alto e Baixo Egito.
  • NerdCast 319 – Causos e areias do antigo Egito.
  • Ruth Aparecida

    Ótimo cast. Sobre a pirâmide voadora que um de vocês disse me lembrou o filme Stargate hahuahau ><' Também deixo aqui outro link de podcast sobre o mesmo tema: http://www.brainstorm9.com.br/48148/podcasts/anticast/anticast-126-o-egito-antigo/

    Agora vou passar a ouvir vocês!

  • Isabel Ataide

    Eu tenho os 3 livros citados da Agatha Christie, realmente são muito bons, o No Final a Morte me deu um pouco de raiva da história e achei meio massante no começo, mas recomendo! os outros são maravilhosos!

%d blogueiros gostam disto: