Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

Fronteiras no Tempo #21 – Golpe de 1964

por em 20/08/2017 em Fronteiras no Tempo | Nenhum comentário

Fronteiras no Tempo #21 – Golpe de 1964

No dia 1 de abril de 1964, um movimento ensaiado desde a redemocratização do país (1945) foi levado a cabo e o Brasil viveria mais 21 anos de ditadura civil-militar. As reflexões realizadas pelos historiadores C. A Beraba sobre o Golpe de 1964 tomaram corpo no episódio 21 do Fronteiras no Tempo: um podcast de história.

NO EPISÓDIO:

Descubra como foi o processo político na década anterior ao golpe, entenda como o discurso do gestor na política e do combatente da corrupção não é uma novidade, compreenda quais eram as diferentes forças políticas e sociais em movimento e conflito no início dos anos 60 e, sobretudo, surpreenda-se ao descobrir como os militares foram personagens importantes na história republicana do Brasil ao longo do século XX.

Arte da Capa


Publicidade

Ajude nosso projeto crescer cada vez mais. Seja nossa Madrinha ou Padrinho.

www.padrim.com.br/fronteirasnotempo 

 


Redes Sociais

TwitterFacebookYoutubeGoogle+


Contato

WhatsApp: 13 99204-0533

E-mail: [email protected]


Expediente

Produção Geral e HostsC. A BerabaVitrine:  Augusto CarvalhoEdição: C. A


MENCIONADO NO EPISÓDIO

Para ver no Youtube

HISTORICIDADE S01E09 HISTÓRIAS DA DITADURA MILITAR NO BRASIL

Documentário – O dia que durou 21 anos 

Nós que aqui estamos, por vós esperamos

 Podcast

SciCast #201: Especial Caravan – 1964


Material Complementar

DELGADO, Lucila de Almeida Neves. O Governo João Goulart e o golpe de 1964: memória, história e historiografia. Revista Tempo, n° 28.

DO VALLE, Maria Ribeiro (org.). 1964-2014: Golpe Militar, História, Memória e Direitos Humanos. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2014.

FICO, Carlos. Versões e controvérsias sobre 1964 e a ditadura militarRevista Brasileira de História. São Paulo, v. 24, nº 47, p.29-60, 2004.

GITAHY,  Maria Lucia Caira. Ventos do Mar: Trabalhadores do porto, movimento operário e cultura urbana em Santos – 1889/1914. São Paulo: UNESP, 1992.

GOMES, Angela de Castro (org.). O Brasil de JK. 2.ed. Rio de Janeiro: FGV, 1991.

MELLO, João Manuel Cardoso de; NOVAIS, Antonio. Capitalismo tardio e sociabilidade moderna. In: SCHWARCZ, Lilia Moritz (org.) História da Vida Privada no Brasil v.4. São Paulo: Cia das Letras, 1998, p.559-658.

Produção FGV/CPDOC sobre Governo JK

QUELER, Jefferson José. Os sentidos do QueremismoHistória (São Paulo) v.35, e104, 2016.

SCHWARCZ, Lilia Moritz (org.) História da Vida Privada no Brasil v.4. São Paulo: Cia das Letras, 1998

TOLEDO, Caio Navarro de. 1964: O golpe contra as reformas e a democraciaRevista Brasileira de História. São Paulo, v. 24, n.47, p.13-28, 2004.


TRILHA SONORA DO EPISÓDIO

  1. Elvis Presley – Blue Suede Shoes
  2. Caetano Veloso – Alegria, alegria
  3. Elvis Presley – Jailhouse rock
  4. Ary Barroso – Na baixa do Sapateiro
  5. Ciro Monteiro – O que se leva dessa vida
  6. The Temptations – Earth Angel
  7. Elizeth Cardoso – Barracão de Zinco
  8. Dolores Duran – Manias
  9. Dolores Duran – Fim de Caso
  10. Dalva de Oliveira – Estrela do Mar
  11. Maysa – Ouça
  12. Núbia Lafayette – Devolvi
  13. The Platters – The Great Pretender
  14. Miúcha e Tom Jobim – Vai Levando
  15. Lúcio Alves – O Samba Da Minha Terra
  16. Marina – Dick Farney
  17. Ataulfo Alves – Atire A Primeira Pedra
  18. Agostinho dos Santos – Se Todos Fossem Iguais a Você
  19. Maysa – Meu mundo Caiu
  20. Jackson do Pandeiro – Forró em Limoeiro
  21. Luiz Gonzaga – Vem Morena
  22. Marlene – Saudosa Maloca
  23. João Gilberto – O Pato
  24. João Gilberto – Samba de Uma Nota só
  25. Eliana e Aldelaide Chiozzo – Beijinho Doce
  26. João Gilberto – Você e Eu
  27. Tema da Copa de 70 – Noventa Milhões em Ação
  28. Os Incríveis – O Milionário
  29. Os Incríveis – Minha Oração
  30. Os Incríveis – Era um garoto que como eu amava os Beatles e os Rolling Stones
  31. Os Caçulas – A chuva que cai
  32. Chico Buarque – Roda Viva

MADRINHA E PADRINHOS

ANDERSON GARCIA, EANI MARCULINO, ETTORE RITER, MARCOS SORRILHA, WILLIAN SCAQUETT e WILLIAN SPENGLER