Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

Costelas e Hidromel #062: Kali

por em ter 12America/Sao_Paulo set 12America/Sao_Paulo 2017 em Costelas e Hidromel, Destaque, Entretenimento | 10 comentários

Costelas e Hidromel #062: Kali

Em diversas culturas as representações destrutivas são tratadas como entidades adversárias dos deuses principais, devendo ser contrapostas e combatidas, mas este não é o caso da mitologia hindu e da deusa da destruição Kali.

A renovação após a destruição fortuita da natureza e a escuridão da noite de lua nova dão os tons da voracidade e escuridão trazida por Kali em suas ações nos campos de batalha.

Guilherme Vertamatti (@GVertamatti) e Renato Sevegnani (@setsunaryu) conversam sobre a capacidade da deusa em punir os que se desviam do caminho e eximir e apoiar os que são afligidos.

Vitrine do Costelas e Hidromel sobre a deusa Kali

Vitrine do Costelas e Hidromel sobre a deusa Kali

Contato comercial:

Ajude o Meia-Lua a crescer!

  • Seja nosso padrinho através do PADRIM
  • Caso prefira, pode ajudar sendo patrono através do Patreon;

Redes sociais:

  • Zé Barreto
    • Guilherme Vertamatti

      Hahahahaha verdade

  • Zé Barreto
  • Felipe

    Pessoal qual o feed novo do costelas?

  • Junior Xavier

    Rapaz, morro de medo da mitologia hindu, ela é tão diferente da “comercial” grega/romana/nordica que estamos acostumados.
    Li Mahabarata e achei as historias demais.
    https://www.youtube.com/watch?v=iiE5mE0ZorA

    • Guilherme Vertamatti

      Heheh é bem diferente mesmo. Assim como as outras orientais.
      A diferença de costumes deixa tudo ainda mais bizarro, precisamos parar e pensar como “eles” para poder entender melhor os objetivos de cada lenda.

      Mas não deixam de ser mega interessantes, hehe

  • Jorge Augusto

    Salve dupla!!

    Primeiro comentário no portal Deviante, resolvi mudar as coisas, pra variar.

    Episódio muito bom, é interessante como os deuses do Caos, Destruição e Tempo tem vieses muito próximos, pelo fato de o tempo não preferir ou preterir ninguém e não ter ordem em nada, e além disso mudar a tudo e não ser mudado em um centímetro, assim como a Destruição e o Caos, com suas essências que mudam tudo.

    Acho que me embananei com as palavras, mas era isso que eu queria passar. Grande abraço a vocês e até o próximo comentário.

    • Guilherme Vertamatti

      HAuhauah conseguimos entender! E seja bem vindo ao deviante!

      E é legal mesmo como podem ser trabalhados juntos ou separados em seus conceitos!

%d blogueiros gostam disto: