Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

O resumo do resgate do WannaCry bitcoin

por em 18 18America/Sao_Paulo maio 18America/Sao_Paulo 2017 | Nenhum comentário

O resumo do resgate do WannaCry bitcoin

Em apenas quatro dias, o ransomware da WannaCry remexeu em dinheiro suficiente para comprar 8.750 porções de torradas de abacate. E no momento que você está lendo isso, o resgate dobrou.

A praga mundial do ransomware começou a infectar computadores na sexta-feira , abusando de um exploit descoberto pela NSA que foi divulgado ao público pelo grupo de hackers Shadow Brokers. Ele violou os computadores através de e-mails de phishing e depois se espalhou por redes usando uma vulnerabilidade do Server Messaging Block em computadores Windows desatualizados.

Leia mais...

Games no Lab: Hologramas, Necromorphs e tiros no espaço

por em 30 30America/Sao_Paulo abril 30America/Sao_Paulo 2017 | Nenhum comentário

Games no Lab: Hologramas, Necromorphs e tiros no espaço

Numa época em que o gênero survivor horror parecia ter sido esquecido, já que representantes do gênero como Resident Evil e Sillent Hill focavam mais na ação ou perdiam a qualidade, a Visceral Games nos presenteou com Dead Space. Distribuído em 2008 pela Eletronic Arts para PC, Xbox 360 e PS3, o game surpreendeu com uma atmosfera opressora, fazendo com que o jogador ficasse sempre em estado de alerta a espera de algum susto. Dead Space também se destacou por usar um tema religioso, a cientologia, e mais ainda por ter se baseado em várias obras de ficção científica.

Leia mais...

MeiaLuaCast #136: Realidade Virtual e Aumentada

por em 13 13America/Sao_Paulo abril 13America/Sao_Paulo 2017 | 9 comentários

MeiaLuaCast #136: Realidade Virtual e Aumentada

Há mais de 50 anos a tecnologia de Realidade Virtual é almejada e desenvolvida para permitir experiências imersivas, seja para entretenimento, indústria ou militar.

Nos videogames, as tentativas de entregar uma verdadeira experiência estiveram limitadas ao poder do hardware e obviamente ao valor dos dispositivos.

Ao mesmo tempo, o uso de Realidade Aumentada, utilizada para projetar conteúdos virtuais sobre itens reais, utilizando câmeras e telas em conjunto, ganharam espaço com o surgimento dos primeiros smartphones, normalmente de forma bastante superficial.

Chegados os anos 2010, muitos dos limitantes para a tecnologia foram sendo desmantelados e os óculos de realidade virtual começaram a chegar ao consumidor comum e se tornar objeto de desejo de milhares de pessoas.

André Bacchi, Pedro Zambarda (@pedrosolidus), Renato Sevegnani (@setsunaryu) e Vivian Ortenzi(@_ortenzi) conversam sobre a evolução da tecnologia e do mercado e contam suas experiências ao utilizá-las.

Leia mais...

No futuro, seremos substituídos por robôs e estaremos todos desempregados?

por em 24 24America/Sao_Paulo fevereiro 24America/Sao_Paulo 2017 | Nenhum comentário

No futuro, seremos substituídos por robôs e estaremos todos desempregados?

Há algum tempo, uma notícia gerou uma série de desdobramentos em praticamente todas as mídias, digitais e impressas: a demissão de 60 mil trabalhadores da Foxxconn e sua substituição por robôs. O tom de todas as notícias, artigos e comentários foi um só: seu emprego está ameaçado. Robôs tomarão o controle de praticamente tudo o que a humanidade faz hoje. E todos foram unânimes em dizer que a linha de raciocínio do “Ah, está de boa, meu trabalho é pensar” não imunizava ninguém. Não só empregos braçais, aqueles envolvendo força física e tarefas repetitivas, seriam substituídos. Já ouviram falar em inteligência artificial? Pois é, robôs estão aprendendo a pensar e, em muitos casos, podem fazer isso melhor do que humanos, pois eles têm acesso a bancos de dados enormes em poucos segundos e podem fazer conexões em velocidade recorde, coisa que um simples cérebro moldado para resolver problemas do paleolítico leva horas ou mesmo dias para conseguir.

Então, quer dizer que estamos caminhando para um futuro distópico onde as máquinas dominarão o mundo e a horda de miseráveis desempregados lutará para comer as migalhas que os barões da indústria da robótica deixam cair do alto de seus castelos protegidos por forte segurança armada (ED 209 style, claro)?

Leia mais...

Games no Lab: Crysis, nanosuits e nanotecnologia

por em 30 30America/Sao_Paulo novembro 30America/Sao_Paulo 2016 | 3 comentários

Games no Lab: Crysis, nanosuits e nanotecnologia

“Roda Crysis”? Se você era PC gamer no final da primeira década dos anos 2000, provavelmente já ouviu essa pergunta. Crysis, FPS lançado para PC em 2007 pela EA e desenvolvido pela Crytek, ficou famoso pelos excelentes gráficos que exigiam um hardware poderoso para rodá-los, o famoso PC da “NASA”.

O game conta a história de um grupo de soldados da Força Delta dos EUA que são enviados para investigarem uma escavação em uma ilha da Coreia do Norte, porém acabam se metendo no meio de uma invasão alienígena. O que chama a atenção no game (influenciando na mecânica de gameplay) é o traje utilizado pelos soldados, capaz de conceder ao usuário, poderes extraordinários, como super força, super velocidade, invisibilidade e blindagem contra projéteis e impactos. Hoje falaremos sobre a nanosuit e o quão longe estamos de construir uma.

Leia mais...