Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

Reino de Dreen – Ano 2 – Capítulo 6

por em 21/11/2018 | Nenhum comentário

Reino de Dreen – Ano 2 – Capítulo 6

Com rosto no chão, ao lado dos pés do seu contratante, estava o capanga inconsciente. O velho senhor dono da tecelagem estava espantado enquanto via que um pequeno fio de sangue saia do nariz do homem no chão. Um anão o encarava com uma cara vermelha e bufava em fúria na sua frente, o outro capanga tinha um punhal encostado em suas costelas e um homem de bigode fino falava algo nos seus ouvidos. Ele buscou com os olhos o outro capanga, esse tinha sacado sua espada, mas quando deu o primeiro passo, outro homem com olhos vermelhos o deteve.

Leia mais...

Grandes Mulheres da História: Nair de Teffé, a primeira cartunista do mundo é PT-BR!!!

por em 20/11/2018 | Nenhum comentário

Grandes Mulheres da História: Nair de Teffé, a primeira cartunista do mundo é PT-BR!!!

“Bela, avançada e do bar”, já diria Eduardo Bueno, e ele acertou na mosca! Então, venham ver quem é, venham ver quem é! A deliciosamente ácida senhora Teffé!

Aaaaah, Nair… Nair, Nair… se mil textos eu tivesse, mil textos eu dedicaria à você. Mas, como me faltam dedos, dedico apenas esta humilde homenagem. Vamos lá? Oui, oui, mon amour!

Leia mais...

Campus Party: por um despertar mundial

por em 13/11/2018 | Nenhum comentário

Campus Party: por um despertar mundial

Você já foi à CP? A Campus Party é um evento mundial que propõe a criação de espaço de encontro para se discutir a vida, o universo e tudo mais. Aparentemente, 42 ainda não é uma resposta muito completa XD, e mais de meio milhão de pessoas em todo o mundo estão cadastradas como “campuseiros” buscando as mais variadas respostas!

Leia mais...

Reino de Dreen – Ano 2 – Capítulo 5

por em 07/11/2018 | Nenhum comentário

Reino de Dreen – Ano 2 – Capítulo 5

Acordou em uma cama macia, a vitalidade tinha retornado, não sabia quanto tempo tinha ficado assim. Sentia um ótimo cheiro de comida, era um café bem familiar que vinha de uma mesa ao lado da cama. O sol entrava iluminando o quarto, o local estava arejado, era manhã, uma bela manhã com um sol ainda tímido. Então sentiu um aroma inesquecível nos lençóis e no quarto onde estava, era perfume único de tempos maravilhosos, uma doce lembrança. Quando a porta abriu, o seu coração bateu um pouco mais rápido, pois imaginava quem apareceria e acertou.

Leia mais...
Modo Noturno