Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

Os Primeiros Foguetes

por em ter 26America/Sao_Paulo jul 26America/Sao_Paulo 2016 em Ciência, Comunidade, Naelton Araujo | Nenhum comentário

Os Primeiros Foguetes

O ser humano teve que desenvolver uma tecnologia própria para se mover no vácuo do espaço.

Ideias espaciais

Em 1687, o físico Isaac Newton lançava, pelo menos no papel, a ideia de se colocar um satélite em órbita. Idealizou um experimento que anos mais tarde inspiraria o livro “Da Terra à Lua” de Júlio Verne em 1865. O experimento mental consistia de disparar uma bala de canhão do alto de uma montanha. Um disparo assim produz uma trajetória curva. Se fossemos aumentando a velocidade do projétil a trajetória iria se alongando mais e mais. Num dado momento a velocidade inicial alongaria de tal maneira a trajetória do projétil que ele não atingiria mais a Terra. Este experimento mental não pode ser tornado real porque não dá para desprezar a resistência do ar. A velocidade para colocar um objeto é órbita é conhecida hoje: 28800 km/h. Com um canhão não daria para fazer isso.

Newton e Verne

A esquerda: trajetórias alongadas de tiros de canhão do Livro Principia (1687). Acima a esquerda Sir Isaac Newton (1643-1727). Acima a direita o projétil de Verne no primeiro livro “Da Terra á Lua” (1865). Abaixo: ilustração do segundo livro “Ao Redor da Lua” (1869)

Os foguetes chineses: combustível sólido

Muitos séculos antes de Newton os chineses inventaram a pólvora e mais tarde os primeiros foguetes. Se você assistiu ao desenho Mulan da Disney deve se lembrar destes foguetes feitos de bambu. O gás produzido pela pólvora queimando dentro do bambu escapa pela abertura traseira e impulsiona o conjunto para frente. Este combustível sólido dependia do oxigênio do ar para funcionar. Eram usados como arma de guerra ainda de forma pouco eficiente. Eram chamadas de flechas de fogo. Esta tecnologia acabou por chegar na Europa em torno de 1800.

Foguetes Chineses

Acima:Esquerda soldado chinês disparando um foguete. Centro: Flechas de Fogo. Direita: Foguetes chineses usados contra os mongóis.
Ao Centro e Abaixo: Sequência do desenho Mulan.

Foguetes modernos: combustível líquido

Mais tarde vários pesquisadores europeus começaram a levar a ideia de foguetes que poderiam se mover fora da atmosfera se levassem o seu próprio oxigênio. O russo Konstantin Tsiolkovsky (1857-1935) foi um dos primeiros a idealizar estes foguetes em 1903 mas só em 1926 o americano Robert Goddard (1882-1945) lançou o primeiro protótipo. Durante a Segunda Grande Guerra a Alemanha desenvolveu foguetes militares realmente eficientes. O engenheiro Wernher Von Braun (1912-1977) desenvolveu os foguetes V2, os primeiros foguetes totalmente funcionais. Ao fim da guerra tanto americanos quanto soviéticos se apoderaram desta tecnologia. O primeiro satélite foi posto em órbita em 1957 pela URSS por um foguete movido a querosene e oxigênio líquido chamado R7. Em 1961, este foguete recebeu mais um estágio de levou o primeiro homem ao espaço. O foguete Saturno V, desenvolvido por Von Braun para os EUA, levou o primeiro homem a Lua.

Foguetes Liquidos

Acima a Esquerda: Foguete a combustível líquido de Goddard. Abaixo a Esquerda: foguetes modernos.
Direita: Diagrama de uma V2.

%d blogueiros gostam disto: