Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

Contrafactual #44: E se houvesse outra espécie inteligente no planeta?

por em seg 09America/Sao_Paulo out 09America/Sao_Paulo 2017 em Contrafactual, Destaque | 13 comentários

Contrafactual #44: E se houvesse outra espécie inteligente no planeta?

Não estamos mais no topo da cadeia cognitiva do mundo! E agora? Como será essa nova espécie? Como lidaremos com ela? Ela será pacífica? Nós seremos pacíficos em relação a isso? Haverá um intercâmbio de conhecimento? Ou a vingança nos espera?!

*Este programa, assim como tantos outros projetos vindouros, só foi possível por conta do Patronato do SciCast. Se você quiser mais episódios assim, contribua conosco!*


Arte da Capa:

 


Publicidade:


Redes Sociais:


Expediente:

Produção Geral: Tarik FernandesHost: Fernando MaltaEdição: Felipe ReisVitrine: Edu Balbino

Equipe de Gravação: Crhisllane, Giullian e Diogo Bob

  • Matheus Pereira Furlan

    como assim, os humanos ja n sofrem o suficiente sendo dominados pelos esquilos, e vcs ainda querem imaginar um mundo onde mais outra especie controla a humanidade?

  • Marcele Santiago

    E se… a espécie que evoluiu fosse uma que o ser humano oprime e maltrata? Tipo, vaca, carneiro, galináceos, …

    Uma guerra é o mais pacífico que conseguiríamos? Porque eles estariam se vingando pelos milhares de anos em que eles foram aprisionados e utilizados como alimentos pelos humanos.

    Os humanos veganos seriam aliados dos humanos ou dos animais nesse caso?

  • Bicuinha

    Contrafactual: E se o contato com alienígenas acontecesse no mundo hoje?

  • Juan Pablo
  • Daniel Filho

    Isso meio que já aconteceu no passado, com o Homem de Neandertal, né? Mas no futuro, acho que a gente poderia ter um cenário parecido com o apresentado em Sense8.

  • zerø

    Imaginar uma realidade diferente, onde a resposta da humanidade é eliminar imediatamente essa diferença não parece faz muito sentido.
    Assim como no episódio sobre dragões, por que a ideia de convivência entre espécies inteligentes não pode ser pacífica e benéfica para as partes envolvidas, onde o aprendizado é mútuo?
    Tentar solucionar essas situações hipotéticas apenas atribuindo serviços ecossistêmicos ou por conflito direto não é muito “Contrafactual”.

  • Acho que podemos fazer uma leitura bem diferente da que foi exposta.

    Exemplo 1: Talvez nos (os sapiens) tenhamos sido os principais culpados da extinção dos Neandertais, mas isso não ocorreu necessariamente ou exclusivamente pela guerra. O fato de termos traços de DNA Neandertal entre nós hoje mostra que não houve apenas conflito. ;-) Aponta-se tb que a concorrência por recursos pode ser vencida por sapiens, apenas por serem mais espertos o que levou a redução de Neandertais pela fome.

    Exemplo 2: Hoje é fácil encontrar pessoas que gastam tempo e dinheiro com seus animais domésticos mas não estão dispostos a ajudar estranhos.

    Exemplo 3: A distância é provavelmente mais desumanizante que qualquer outra característica. Quanto mais longe, menos nos toca uma fatalidade. Quanto mais longe, mais fácil desvalorizar traços culturais e valores de outros humanos.

    Bem, então acho que seria mais fácil existirem N estruturas sociais relacionando humanos e darwinianos, e (em geral) cada sociedade se preocuparia mais com seus membros (humanos ou não) do que com membros de outras sociedades. Por mais que houvessem sociedades com apartheid (nos dois sentidos), seria mais fácil guerrear contra membros de outras sociedades em exércitos mistos.

    A única coisa de especial num inimigo da mesma especie é que vc pode se reproduzir com ele. outro espécime da sua sociedade é apenas outro membro valoroso da sociedade com que você não pode se reproduzir, assim como não se reproduz com outro do mesmo sexo. E isso me lembra que o assunto “relacionamento inter-especies e novos tabus” não foi tratado.

    • Pense em humanos e cachorros. humanos que lutam por seus cachorros; cachorros que atacam outros cachorros para proteger seus humanos…

  • Em sociedades em que humanos e darwinianos vivessem juntos poderíamos ter tabus ainda mais complexos do que temos hoje com a divisão sexual do trabalho. Sendo outra espécie, suas habilidades seriam bem mais distintas do que a simples diferença entre homens e mulheres.

    Tabus sexuais. Seria aceitável a relação sexual entre espécies? Será que a heteronormatividade se imporia sobre essas relações, onde seria aceitável uma relação entre um homem e uma darwinianA, mas não entre um homem e um darwinianO? Eu apostaria que sim, dado os casos de estupro de cadelas e até o desenvolvimento da cultura em cima da viabilidade, como os casos de “relacionamento” de garotos com fêmeas de N espécies, que ouvimos falar em fazendas.

    O espectro da sexualidade seria ainda mais complexo, nem vou entrar nessa…

  • Religiões poderiam ajudar fortemente a definir a evolução de sociedades que mesclassem humanos e darwinianos. A estória poderia dizer que a divindade criou ambos como irmãos, ou poderia colocar um dos dois em papel coadjuvante, ou, o pior, uma das espécies seria o erro de deus ou criação do anti-deus.

  • André Miola Bueno

    e se TODAS as espécies ficassem inteligentes…

%d blogueiros gostam disto: