Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

SciCast #293: Carros Autônomos

por em 14/12/2018 | Nenhum comentário

SciCast #293: Carros Autônomos

Um dos grandes “erros” da mídia quando se refere a sistemas autônomos é não deixar claro de qual sistema estamos falando. Muitas vezes confundindo ou deixando o consumidor com uma impressão errada do conceito. Para esclarecer um pouco esta e muitas outra dúvidas, aperte play!

Leia mais...

Nada de Novo em Raccoon Town (RPGuaxa #09)

por em 13/12/2018 | Nenhum comentário

Nada de Novo em Raccoon Town (RPGuaxa #09)

RPG: Realidades Paralelas do Guaxinim, ou ainda RPGuaxa é um podcast gravado na forma de RPG; a cada episódio nosso Mestre Guaxinim apresenta um mundo novo aos jogadores e, juntos, criam uma nova história.

Todo programa é uma aventura única, uma história com inicio, meio e fim.

Uma cidade isolada do mundo por mais de 30 anos, que tipo de segredos ela tem a esconder? Os três melhores policiais de Nova York vão até lá para descobrir…

Tema do Episódio: Ação Policial.

Leia mais...

MeiaLuaCast #224: Borderlands

por em 13/12/2018 | Nenhum comentário

MeiaLuaCast #224: Borderlands

Ao final da primeira década do século XXI os jogos em primeira pessoa saturavam o mercado e dificilmente traziam inovações, até que em 2009 surgiu Borderlands.

Muito além de um jogo de tiro a nova franquia da Gearbox arriscou ao misturar características de diversos estilos e gêneros de jogos para criar algo peculiar que conquistou uma legião de fãs.

Apesar do pouco tempo de vida e tendo apenas 4 títulos, Borderlands soube conquistar os jogadores com seus personagens insanos, seu visual peculiar, características de RPG e um senso de humor agressivo.

Leia mais...

SciCast #292: Violência

por em 13/12/2018 | Nenhum comentário

SciCast #292: Violência

“O século vinte será lembrado como um século marcado pela violência. Em uma escala jamais vista e nunca antes possível na história da humanidade, ele nos oprime com seu legado de destruição em massa, de violência imposta. Mas esse legado – resultado de novas tecnologias a serviço de ideologias de ódio – não é o único que carregamos, nem que devemos enfrentar.
Menos visível, mas ainda mais disseminado, é o legado do sofrimento individual diário. É a dor das crianças que sofrem abusos provenientes das pessoas que deveriam protegê-las, mulheres feridas ou humilhadas por parceiros violentos, pessoas idosas maltratadas por aqueles que são os responsáveis pelos seus cuidados, jovens oprimidos por outros jovens e pessoas de todas as idades que infligem violência contra si próprias. Este sofrimento – e há muitos outros exemplos que eu poderia citar – é um legado que se reproduz quando novas gerações aprendem com a violência de gerações passadas, quando as vítimas aprendem com seus agressores e quando se permite que se mantenham as condições sociais que nutrem a violência. Nenhum país, nenhuma cidade, nenhuma comunidade está imune à violência, mas, também, não estamos impotentes diante dela”.
NELSON MANDELA

Leia mais...