Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

Os Pilares dos Guardiões

por em 2 02America/Sao_Paulo fevereiro 02America/Sao_Paulo 2016 em André Carvalho, Ciência, Colunistas, Comunidade, Destaque, Entretenimento | 2 comentários

Os Pilares dos Guardiões

Poucas pessoas viram um detalhe escondido (ou não tão escondido assim) no filme dos Guardiões da Galáxia foram os Pilares da Criação. Esses aqui embaixo.

GoG

Pequeno? Deixe-me ajudá-lo com uma imagem um pouquinho maior…

pilar

Uma belíssima homenagem a uma das fotos mais belas tiradas pelo telescópio espacial Hubble, em 1995. É a nebulosa da Águia, também chamada de “Pilares da Criação”, por ser um berçário de estrelas. As magníficas colunas de gases tinham um comprimento de cerca de 4 anos-luz, o que traduzindo para leigos seria algo da ordem de 3,784 × 1016 metros.

Deixe-me repetir, por extenso: 37 trilhões, 817 bilhões, 971 milhões e 200 mil quilômetros!

À esquerda, a foto tirada pelo Hubble em 1995. À direito, em 2015

Estrelas nasciam ali, estrelas como o nosso Sol, ou algumas bem maiores. Imensas esferas de gases que, por causa da atração gravitacional, caem em direção a si mesmos, esmagando átomos, criando novos elementos e emanando energia de forma colossal.

Mas isso é passado. Os pilares não existem mais. Há 6000 anos, os Pilares da Criação deixaram de existir, por causa de uma devastadora explosão de uma supernova. A onda de choque dispersou a colunata de gases e poeira. Por causa da grande distância, o que vemos é um registro do passado. Nossos telescópios são máquinas do tempo que nos dão fotos de muito, muito longe no espaço-tempo.

Religiões costumam pregar a humildade, mas é ilusório. A humildade de você se achar com direito a morrer e ir pra um paraíso, enquanto pessoas que não têm a sua fé merecem sofrer de forma horrível em algum inferno, ou algo que o valha, está longe de ser humildade.

A Astronomia é o exercício último de humildade por saber que maravilhas como esta encontram seu fim um dia. Assim como nós, apesar de seu período de vida ser bem diferente. Ainda assim também nos sentimos grandes, pois em cada átomo de nosso corpo reside matéria estelar. Cada molécula de oxigênio que nos mantém vivos veio de alguma estrela, gigante até para os padrões de estrelas, enquanto nosso Sol nos dá luz e calor.

Nós nos sentimos pequenos ante a vastidão do Universo, somos apenas uma gota. Mas também nos achamos mágicos, pois podemos construir equipamentos que nos ajudam a contemplar o Cosmos, e nosso lugar nele. Os Pilares da Criação são uma gota neste vasto universo, assim como nós. Eles só são uma gota um pouquinho maior. ;)

  • Inoue

    Uma vez assisti um desse programas falando do espaço,começou com o sistema solar depois nossa galaxia e foi expandindo.Cara,chegou a um ponto que fiquei deprimido,foi a primeira vez que eu notei o quão insignificante nosso planeta é.
    Vida longa e próspera.

%d blogueiros gostam disto: